NBA

Ídolo do basquete, Oscar Schmidt é homenageado pelo Brooklyn Nets

São Paulo, SP

13-02-2017 22:45:37

Na noite desta segunda-feira, o brasileiro Oscar Schmidt, um dos maiores jogadores de basquete de todos os tempos, foi homenageado pelo Brooklyn Nets, time que o draftou em 1984. A ação aconteceu no Barclays Center, antes da partida contra o Memphis Grizzlies.

O brasileiro recebeu uma camisa dos Nets com o número 14, com o qual jogou durante a carreira. A homenagem foi entregue pelo argentino Luis Scola, que atua no Brooklyn, e Oscar recebeu uma salva de palmas da torcida. O time norte-americano fez um vídeo para o "Mão Santa" e escreveu: "bem-vindo ao lar".

Em 1984, Oscar foi draftado pelo New Jersey Nets (hoje Brooklyn Nets), contudo, nunca chegou a atuar na NBA. As regras da Federação Internacional de Basquete (Fiba) da época não permitiam que atletas que jogassem na liga norte-americana defendessem seus países em competições internacionais. Dessa maneira, Schmidt optou por atuar pela Seleção Brasileira.

Mesmo nunca tendo jogado na NBA, principal liga de basquete do mundo, Oscar fez história no basquete, não só brasileiro, como mundial. O ex-atleta é o maior pontuador de todos os tempos da modalidade, com 49.737 pontos. Além disso, também é recordista de pontos em Jogos Olímpicos, com 1.093.

Além disso, Schmidt liderou o Brasil na conquista inédita do Pan-Americano de 1987, quando a Seleção derrotou os Estados Unidos, que jogavam em casa, em Indianápolis, e ajudou o time verde e amarelo a conquistar o ouro. Oscar também levou o bronze no Pan de San Juan, em 1979, além do bronze no Mundial das Filipinas de 1978.

No próximo fim de semana, Schmidt participará do fim de semana do All-Star Game da NBA, atuando no Jogo das Celebridades. Em 2013, o brasileiro foi incluído no Hall da Fama do basquete mundial.

Deixe seu comentário