Basquete/NBA

Durant faz 40 pontos mas não evita derrota dos Warriors contra os Clippers

São Paulo , SP
11/01/2018 08:51:26 — 11/01/2018 08:53:59

Em: Basquete, Mais Esportes, NBA, Notícias
Kevin Durant não conseguiu evitar a derrota dos Warrios diante dos Clippers (Foto Noah Graham / NBAE / Getty Images / AFP)

Mesmo com uma atuação espetacular de Kevin Durant, o Golden State Warriors não conseguiram repetir as recentes atuações e foram derrotas em casa pelo L.A.Clippers pelo placar de 125 a 106. Mesmo com o tropeço, os atuais campeões da NBA ainda lideram a Conferência Oeste e continuam como um dos favoritos para levantar o troféu ao fim da temporada.

O primeiro quarto da partida foi bastante equilibrado, com os dois ataques errando muito pouco. A alta pontuação continuou no quarto seguinte e com os Warriors terminando o primeiro com uma vantagem de quatro pontos. No entanto, a equipe comandada pelo técnico Steve Kerr voltou em um nível muito inferior e perdeu o total controle do jogo.

O terceiro período foi novamente marcado pelos ataques, mas principalmente o dos visitantes, que anotaram 39 pontos e não só viraram o marcador como abriram vantagem de sete pontos. Na tentativa de retomar a liderança, os Warriors arriscaram mais bolas de três mas não conseguiram ter uma boa porcentagem de acertos.Erro crucial dos mandantes, que simplesmente “sumiram” no último quarto e tiveram uma das piores derrotas da temporada.

Mesmo com a má atuação coletiva, os atuais campeões tiveram o excelente desempenho de Kevin Durant, que fez impressionantes 40 pontos na partida, além de quatro rebotes e quatro assistências. O ala foi o jogador dos Warriors com mais tempo em quadra e mostrou mais uma vez que é um fator destoante a favor do Golden State.

Apesar do tropeço em casa, os Warriors ainda estão em uma posição confortável na classificação. Com 33 vitórias, os atuais campeões estão três jogos à frente dos Rockets, que conseguiram importante triunfo diante do Portland Trail Blazers. O objetivo da franquia de Oakland é manter a liderança da Conferência Oeste para ter a vantagem do mando de campo até às Finais da NBA.