Futebol/Campeonato Mineiro

Com gol no fim, Cruzeiro empata com Galo no Mineirão e mantém liderança

GazetaEsportiva.net - Belo Horizonte , MG -
08/03/2015 17:58:00

Em: Atlético-MG, Campeonato Mineiro, Campeonatos, Campeonatos Estaduais, Cruzeiro, Futebol, Região Sudeste

O empate do Cruzeiro, por 1 a 1, neste domingo, com o Atlético-MG manteve a equipe na liderança do Campeonato Mineiro, com 14 pontos. Já o Galo ficou com 13 pontos. A partida também manteve uma boa sequência de jogos do Atlético sobre o time celeste, que está a nove partidas sem conseguir vencer o alvinegro.

O Cruzeiro começou arriscando, mas com dificuldades de criar chances e finalizar. O Atlético manteve uma boa marcação, mas iniciou a partida jogando recuado e em algumas oportunidades apresentou um bom contra-ataque, porém sem eficácia nos chutes a gol. No segundo tempo, a reação do Galo foi visível. A equipe aproveitou mais as sobras de bola e, em falha de Fábio, conseguiu marcar um gol, com boa jogada de Rafael Carioca. Leandro Damião conseguiu o empate próximo do fim e se manteve na artilharia da competição.

O jogo– Aos três minutos, Marquinhos perdeu uma boa oportunidade. O jogador roubou a bola na intermediária e tentou uma troca de passes com Leandro Damião, mas perdeu o equilíbrio ao tentar dominar a bola e perdeu a jogada. Damião, aos 12 minutos, arriscou de longe, mas Victor defendeu sem problemas. Aos 14, a tentativa veio pelo lado do Galo. Cesinha chutou de longe, mas a bola saiu por cima do gol de Fábio. Durante algum tempo, o Cruzeiro apresentou uma sequência de boas jogadas. De Arrascaeta, aos 19, passou por toda a defesa do Galo e cruzou rasteiro na grande área, mas ninguém conseguiu chegar a tempo. No lance seguinte, Damião cruzou de bicicleta e Willian pegou de primeira, mas o goleiro atleticano conseguiu segurar a bola. Na reposição, Marquinhos conseguiu a bola e arriscou um chute rasteiro da entrada da área. A bola saiu à direita do gol de Victor.

O Atlético esboçou uma reação com Patric, que correu pela direita do campo buscando algum companheiro para cruzar. Luan, que conseguiu uma sobra de Cesinha, avançou e tocou para Carlos, mas Willians deu um corte na bola. Aos 28, Fábio fez duas boas defesas em seguida. Primeiro, o goleiro rebateu uma bola de Jemerson, que mirou no meio do gol. No rebote, tirou por cima em outra tentativa do jogador atleticano. Com 32, Marquinhos correu pela direita procurando Damião. Edcarlos ficou na dividida com o atacante e a bola acabou afastada pela zaga atleticana. O Galo conseguiu arrancar um contra-ataque com Luan, que deixou a bola com Carlos, mas o jogador se complicou próximo à área celeste e perdeu a bola. No minuto final, outra chance do Galo. Cesinha cortou para Dodô na grande área. O meia tentou fazer a bola chegar em Carlos, bem posicionado na cara do gol. Mas Willians conseguiu tirar a bola.

Na saída para o vestiário, Marquinhos comentou as chances perdidas pelo Cruzeiro. “A gente tá em cima deles, mas a bola está teimando em não entrar“, disse o atacante. Com poucas atuações na primeira etapa, o goleiro do Atlético, Victor, saiu satisfeito com o placar inicial.

“Em um jogo como esse, clássico equilibrado, as oportunidades são um pouco mais raras. Acho que a gente fez um bom primeiro tempo. Se a gente conseguir encaixar melhor o contra-ataque a gente faz o gol”, afirmou.

O intervalo também foi marcado por ações que promovem a paz nos estádios. Dodô e Mayke trocaram as camisas, enquanto Léo e Carlos fizeram o mesmo.

Na segunda etapa, o Atlético apresentou maior velocidade. Com Luan recuperando a bola, Cesinha aproveitou o cruzamento e mirou em Dodô, mas Mayke conseguiu tirar antes que a bola chegasse ao jogador. Aos seis minutos, Victor realizou uma grande defesa. O goleiro espalmou uma bola mandada da entrada da área por Paulo André, em um chute pelo alto e em direção ao canto esquerdo do gol. Aos 18, Judivan, Douglas Santos e Rafael Carioca brigaram pela bola na ponta direita, próximos da área. A bola acabou sob os pés de Rafael. Marquinhos, buscando a reação, cruzou para Alisson próximo do gol. O meia subiu e cabeceou, mas a bola saiu por cima do travessão. Com 22 minutos, Patric deixou a bola com Danilo Pires, que entrou no lugar de Cesinha. O jogador cortou pelo meio e chutou de canhota, mas a bola bateu do lado de fora das redes do gol do Cruzeiro.

Cruzeiro e Atlético-MG fizeram um jogo equilibrado neste domingo pelo Campeonato Mineiro
Cruzeiro e Atlético-MG fizeram um jogo equilibrado neste domingo pelo Campeonato Mineiro – Credito: Bruno Cantini/CAM

Aos 26, o Atlético abiu o placar. Fábio cortou uma tentativa, sem querer buscar a bola com a mão, mas a zaga do Cruzeiro se complicou e a bola sobrou para Rafarel Carioca que, sozinho, aproveitou a oportunidade para mandar no canto do gol. O cenário ficou favorável ao Galo, que passou a atacar mais e criar mais chances. Aos 33, Jemerson lançou para Patric, que dominou mal e perdeu a bola. Mas aos 37, o Cruzeiro conseguiu o empate com gol de Leandro Damião. O jogador recebeu um cruzamento próximo da marca do pênalti, driblou a zaga atleticana e, de rasteira, mandou a bola para o canto do gol de Victor. Nos minutos que seguiram, o mandante buscou a virada. Alisson chegou pela esquerda e cruzou para Damião, que mirou em Judivan. Mas o jogador não recebeu a bola a tempo. A partida seguiu tensa até o último minuto. Um torcedor do Cruzeiro soltou uma bomba nas arquibancadas, em direção à área de imprensa, e atingiu um jornalista. A própria torcida celeste apontou o provável culpado, que foi procurado pela polícia ainda dentro do estádio.

Já América-MG e Villa Nova, que se enfrentaram em Nova Lima, terminaram no 0 a 0. As duas equipes continuam empatadas na quarta colocação, com 12 pontos, e foram ultrapassadas pela Caldense nesta rodada.