Mirando Eurocopa, Blanc clama pelo fim da violência nos estádios

São Paulo, SP

23-09-2015 09:39:41

Abalado pela postura dos torcedores na rodada do fim de semana, no jogo entre Olympique de Marselha e Lyon, o técnico do PSG, Laurent Blanc, que não tem nada a ver com ambos os times, decidiu se posicionar contra a prática violenta nos estádios de futebol. Citando a Eurocopa de 2016 como um evento importante para a nação, o ex-atleta clamou pelo fim da violência.

Os episódios polêmicos acontecidos em Marselha foram motivados, sobretudo, pela presença de Mathieu Valbuena em campo. Após oito anos no time do Sul, o meia decidiu se transferir ao Lyon após uma temporada na Rússia, mas não foi esquecido pelos torcedores e, seu ato, foi considerado uma ‘traição’. Em seu reencontro com a torcida do Marselha, o jogador foi desenhado num boneco, teve sua camisa queimada e foi alvo de garrafas e pedaços de vidro jogados no campo.

“É preciso ser muito severo. Não acredito que isso seja só em Marselha, é assim em todos os campos de futebol. Em seis meses haverá um evento importante na França, a Euro 2016, e acho que temos que acabar com isso, mas será complicado porque isso existe há muito tempo e ficamos com a impressão de que hoje o estádio é o único lugar na sociedade onde as pessoas podem vir e fazer qualquer coisa”, declarou.

Deixe seu comentário