River pressiona, mas é eliminado pelo Independiente del Valle 

São Paulo, SP

04-05-2016 21:21:21

O River até tentou, mas não fez o suficiente para conseguir a classificação para as quartas de final da Copa Libertadores. Após perder o duelo de ida por 2 a 0, os argentinos entraram em campo no Monumental de Núñez, nesta quarta-feira, contra o Independiente del Valle, precisando reverter a desvantagem. No entanto, os Millonarios venceram apenas pelo placar de 1 a 0 e acabaram perdendo a vaga.

Muito superior durante o jogo, o River teve um total de 36 finalizações contra três dos equatorianos. No entanto, pecaram nas conclusões e não conseguiram reverter a desvantagem. Os argentinos ainda fizeram um gol com Alario, aos 34 minutos da segunda etapa, mas não foi o suficiente para conquistar a vaga nas quartas.

Com a classificação, o Independiente del Valle terá agora pela frente o Pumas, do México, nas quartas de final da Copa Libertadores.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

O jogo - A partida toda foi de um time só. Com a vantagem de ter vencido o jogo de ida por 2 a 0, o Independiente del Valle se fechou na defesa e foi bombardeado pelo River Plate durante toda a partida.

Na primeira etapa, os argentinos pressionaram muito, mas pecaram nas finalizações. Em uma das principais chances, aos 39 minutos, Alonso recebeu passe de D'Alessandro na marca do pênalti, mas perdeu um gol incrível.

Já no segundo tempo, o principal vilão do River foi o poste. Mantendo a grande pressão, os Millonarios acertaram o travessão em duas oportunidades. A primeira com Alario, aos 15 minutos, após cabeceio em cobrança de escanteio, e a segunda com D'Alessandro aos 19, em chute de fora da área.

Apesar da falta de sorte, os argentinos ainda conseguiram abrir o placar. Alario aproveitou rebote do goleiro Azcona, aos 34 minutos, e bateu cruzado para finalmente furar a defesa equatoriana.

Precisando do gol de qualquer forma, o River seguiu pressionando. No entanto, o Independiente del Valle conseguiu suportar a pressão e eliminar os argentinos.

 

Deixe seu comentário