Em noite épica, Palmeiras bate Atlético-MG nos pênaltis e avança para a semifinal da Libertadores

Guilherme Goya - São Paulo,SP

10/08/22 | 23:43 - 11/08/22 | 02:11

Com emoção do início ao fim, o Palmeiras garantiu vaga nas semifinais da Copa Libertadores nesta quarta-feira. Depois de um novo empate no Allianz Parque, desta vez por 0 a 0, o Verdão bateu o Atlético-MG nos pênaltis e segue vivo em busca do terceiro título consecutivo na competição.

Classificado, o Palmeiras agora espera o vencedor de Estudiantes e Athletico-PR, que se enfrentam nesta quinta-feira, em solo argentino. No jogo de ida, na Arena da Baixada, as equipes empataram em 0 a 0.

As duas equipes voltam a campo neste final de semana pelo Campeonato Brasileiro. No sábado, às 19h (de Brasília), o Palmeiras tem clássico contra o Corinthians, na Neo Química Arena. Já o Atlético-MG entra em campo na manhã de domingo, às 11h (de Brasília), quando visita o Coritiba no Couto Pereira.

O jogo

O duelo começou aberto no Allianz Parque, e a primeira finalização foi dos visitantes, aos cinco minutos, com Ademir, mas Weverton fez defesa segura. A resposta do Palmeiras aconteceu com Piquerez no minuto seguinte, mas o uruguaio chutou por cima.

Depois disso, o duelo seguiu equilibrado, mas com muitas disputas no meio de campo e poucas chances claras para os dois lados. Aos 27 minutos, o Palmeiras viu a situação complicar ao ficar em desvantagem numérica. Em lance no meio de campo, Danilo deu entrada dura em Zaracho. Inicialmente, a arbitragem deu apenas cartão amarelo. Contudo, após checar no VAR, Wilmar Roldan expulsou o volante palmeirense.

Ainda assim, o Palmeiras tentou incomodar o Atlético-MG aos 34 minutos, quando Scarpa cobrou falta em direção, e a zaga cortou. No lance, os palmeirenses ainda reclamaram de um possível pênalti de Everson em Gustavo Gómez.

A primeira chegada de perigo do Atlético-MG em vantagem numérica foi aos 37 minutos. Mariano subiu bem pela direita e cruzou para Hulk, que emendou de direita e viu Weverton fazer importante defesa.


Segundo tempo

Depois do intervalo, o cenário era do Palmeiras se defendendo e tentando sair no contra-ataque. Quem chegou com perigo primeiro foram os mineiros, aos cinco minutos. Em jogada pela esquerda, Keno cruzou para Hulk, mas o camisa 7 atleticano foi travado na hora do chute.

Já o Palmeiras chegou com perigo aos dez minutos. Depois de lateral direto para a área, Zé Rafael pegou a sobra e finalizou de direita, mas viu a bola sair mansa ao lado do gol defendido por Everson. Em vantagem numérica, o Atlético-MG começou a achar espaços para rodar a bola e por muito pouco não abriu o placar aos 15. Mariano recebeu livre na direita e levantou para Jair, que cabeceou para fora.

Depois, Weverton precisou trabalhar em dois chutes de longa distância. O primeiro veio do pé de Zaracho, aos 18. Já o seguinte aconteceu aos 21 minutos, quando Allan carregou sozinho e arriscou de longe. O Galo vivia o seu melhor momento no jogo, mas não conseguiu aproveitar as chances.

O duelo voltou a ficar brigado e o Palmeiras conseguiu equilibrar as ações. Contudo, aos 36 minutos, Gustavo Scarpa perdeu o controle da bola e, na dividida com Allan, entrou forte e acabou expulso. Assim, o Verdão jogou os minutos finais com dois jogadores a menos.

Ainda assim, o Atlético-MG pouco conseguiu chegar na área do Palmeiras na reta final. Quando chegou, porém, levou muito perigo. Hulk teve uma grande chance aos 47, mas finalizou rasteiro e sem direção. No minuto seguinte, a trave salvou o Palmeiras depois de levantamento com veneno do camisa 7 do Galo. Assim, o duelo terminou sem gols no tempo regulamentar, e a decisão ficou para os pênaltis.

Pênaltis

Nas penalidades, brilhou a estrela de Weverton, que pegou sexta cobrança do Galo, batida por Rubens. Na sequência, Murilo não desperdiçou e classificou o Verdão. Raphael Veiga, Gustavo Gómez, Zé Rafael, Piquerez e Rony também converteram os pênaltis do Palmeiras. Já Hulk, Nacho Fernández, Jair, Sasha e Junior Alonso fizeram para o Atlético-MG.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 0 (6) X (5) 0 ATLÉTICO-MG

Local: Allianz Parque, em São Paulo, SP
Data: 10 de julho de 2022 (quarta-feira)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Wilmar Roldan (COL)
Assistentes: Alexander Guzman (COL) e Wilmar Navarro (COL)
VAR: Julio Bascuñan (CHI)

Público: 40.433
Renda: R$ 4.394.735,85

Cartões amarelos: Gustavo Gómez e Dudu (Palmeiras); Nathan Silva, Guilherme Arana, Zaracho, Hulk e Vargas (Atlético-MG)
Cartões vermelhos: Danilo e Gustavo Scarpa (Palmeiras); Vargas (Atlético-MG)

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha (Mayke), Gustavo Gómez, Murilo e Piquerez; Danilo, Zé Rafael e Raphael Veiga; Gustavo Scarpa, Dudu (Luan) e Rony
Técnico: Abel Ferreira

ATLÉTICO-MG: Everson; Mariano, Nathan Silva, Junior Alonso e Guilherme Arana (Rubens); Allan, Jair e Zaracho (Sasha); Ademir (Nacho Fernández), Keno (Vargas) e Hulk
Técnico: Cuca

Deixe seu comentário