Futebol/Libertadores

Conmebol confirma possíveis datas e final da Liberta fora da Argentina

São Paulo , SP
27/11/2018 13:55:21 — 27/11/2018 13:59:48

Em: Bastidores, Boca Juniors, Futebol, Futebol Internacional, Libertadores, Notícias, River Plate

A Conmebol, entidade máxima do futebol sul-americano, confirmou as possíveis datas para a realização da final da Libertadores da América entre Boca Juniors e River Plate, que acabou não sendo punido pela organização nesta terça-feira, após a confusão no Monumental de Núñez no último sábado.

De acordo com a Conmebol, a decisão entre as equipes será jogada no dia 8 ou 9 de dezembro (sábado ou domingo), ainda sem local e horário definidos. Em entrevista coletiva, o presidente da entidade, Alejandro Domínguez, confirmou que a final será realizada fora da Argentina.

Final da Libertadores será realizada no início de dezembro (Foto: AFP)

Ainda segundo a nota oficial da organização sul-americana, a entidade se encarregará de todos os custos de viagem, hospedagem, alimentação e transporte interno de todas as pessoas das respectivas delegações. Os prováveis locais para a realização da decisão da Libertadores são Paraguai, Catar e Estados Unidos.

No último sábado, o ônibus do Boca foi alvejado por pedras e gases atirados por torcedores do River nos arredores do Monumental. Atingido por estilhaços de vidros, o capitão xeneize Pablo Pérez sofreu ferimentos no braço esquerdo e nos olhos, precisando ser encaminhado ao hospital.

Veja também: 

Maradona quer que Conmebol dê o título da Libertadores ao Boca Juniors

Cidade de Gênova se oferece para sediar final da Libertadores

Já atletas como Carlos Tevez, Ramón Ábila, Darío Benedetto e Nahitan Nández sofreram com os efeitos do gás lacrimogêneo. Os jogadores, assim como a comissão técnica do Boca, relutaram em entrar em campo. A equipe argentina enviou um ofício para a Conmebol exigindo o adiamento da partida.

Havia ainda um temor de que os jogadores do Boca fossem pegos em exame antidoping, uma vez que foram medicados com corticoides, substâncias proibidas pela Agência Mundial Antidoping (Wada).

Imagem da nota oficial emitida pela Conmebol (Foto: Reprodução/Twitter/Conmebol)