Com golaço de Dudu, Palmeiras elimina o São Paulo da Libertadores e quebra tabu

São Paulo, SP

17-08-2021 23:22:22

Nesta terça-feira, o Palmeiras atropelou o São Paulo por 3 a 0, no Allianz Parque, e garantiu sua vaga na semifinal da Libertadores. Depois de um empate por 1 a 1 no Morumbi, Raphael Veiga abriu o placar logo aos dez minutos da etapa inicial e deixou o Verdão confortável na partida. No segundo tempo, Dudu anotou o seu primeiro gol desde o retorno ao clube e Patrick de Paula sacramentou o triunfo.

Esta é a primeira vez que o Palmeiras elimina o São Paulo da Libertadores. Anteriormente, as equipes se enfrentaram no mata-mata da competição continental nos anos de 1994, 2005 e 2006, sendo que o Tricolor levou a melhor todas as vezes.

Agora, o Verdão aguarda a definição do confronto entre Atlético-MG e River Plate para conhecer o seu adversário na semifinal da Libertadores. No primeiro jogo, o Galo venceu por 1 a 0, na Argentina. Os times voltam a se enfrentar nesta quarta-feira, às 21h30, no Mineirão.

Com a marcação encaixada e emplacando contra-ataques, o Palmeiras foi superior na primeira etapa e rapidamente abriu o placar, com Raphael Veiga. Destaque para Zé Rafael, que vem sendo importante para o modelo de jogo de Abel Ferreira e fez bela jogada no gol. O São Paulo teve uma boa chance com Nestor, mas o Verdão quase ampliou com Rony.

Na etapa final, o São Paulo desperdiçou uma grande oportunidade com Pablo e, a partir de então, viu o Verdão crescer e garantir a vitória com um belo gol de Dudu e outro de Patrick de Paula, que ainda contou com o desvio na zaga.


O jogo - Mesmo tendo a vantagem do gol como visitante, o Palmeiras não iniciou a partida com uma postura defensiva e abriu o placar logo no primeiro lance do jogo. Aos dez minutos, o São Paulo perdeu a posse, Zé Rafael avançou com a bola dominada e serviu Raphael Veiga com precisão. O meia invadiu a área e finalizou forte, de direita, para marcar.

O Tricolor tentou reagir logo em seguida e assustou Weverton. Depois de jogada pela direita e bate e rebate, a bola sobrou dentro da área para Nestor, que finalizou por cima do travessão. Na sequência, Rigoni arriscou chute de esquerda de fora da área e parou em defesa do goleiro do Verdão.

Apesar dessas chegadas, o São Paulo perdeu força ofensiva na reta final do primeiro tempo, e ainda viu Rony quase ampliar para o Palmeiras, completando cruzamento da esquerda e desviando com o pé para defesa de Volpi. Depois, Veiga finalizou de fora da área, a bola desviou em Arboleda e passou à direita do gol.

Segundo tempo

Na volta do intervalo, Crespo sacou Luan e promoveu a entrada de Rojas, buscando tornar o time visitante mais ofensivo. Na primeira chegada da etapa final, Pablo desperdiçou uma chance monumental. Rigoni encontrou belo passe para o centroavante, que ficou de frente para o gol e isolou a bola.

Na sequência, Veiga bateu falta da entrada da área e mandou a bola por cima do travessão. Apesar do Tricolor ter a bola, o Palmeiras seguiu contra-atacando e chegou ao segundo gol aos 20 do segundo tempo. Wesley arriscou chute de longe, e Volpi fez grande defesa. Na sequência do lance, a bola foi parar na direita e ficou oferecida para Dudu, que acertou linda finalização no ângulo para marcar.

O camisa 43 ainda teve nova chance na sequência, arrancando da intermediária e parando em defesa de Volpi. Aos 32 minutos, Patrick de Paula arriscou chute de longe, viu a bola desviar e morrer na rede, sacramentando a vitória. Ainda deu tempo de Vitor Bueno dar entrada dura no tornozelo de Gustavo Gómez e receber o cartão vermelho.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 3 X 0 SÃO PAULO  

Local: Allianz Parque, em São Paulo
Data: 17 de agosto de 2021, terça-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Wilmar Roldan (COL)
Assistentes: Dionizio Ruiz e Wilmar Navarro (ambos da COL)
VAR: Julio Bascuñan (CHI)
Cartões amarelos: Arboleda, Daniel Alves (São Paulo)
Cartão vermelho: Vitor Bueno

GOLS:
Palmeiras: Raphael Veiga (dez minutos do 1 º tempo), Dudu (21 minutos do 2º tempo) e Patrick de Paula (32 minutos do 2º tempo)

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez, Renan; Danilo, Zé Rafael, Raphael Veiga (Piquerez); Dudu (Felipe Melo), Wesley (Gabriel Menino) e Rony (Deyverson).
Técnico: Abel Ferreira.

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Daniel Alves, Arboleda, Miranda, Léo; Luan (Rojas), Liziero, Rodrigo Nestor (Igor Gomes), Gabriel Sara (Vitor Bueno); Rigoni e Pablo (Éder).
Técnico: Hernán Crespo

Deixe seu comentário