Futebol

Boca não sai do zero contra o Wilstermann; Libertad goleia Católica

São Paulo , SP
05/03/2019 23:30:18 — 06/03/2019 11:08:13

Em: Boca Juniors, Futebol, Libertad, Libertadores
Boca Juniors ficou no empate sem gols jogando na Bolívia (Foto: Divulgação/Boca Juniors)

Depois de bater na trave e perder a grande final da Libertadores para o rival River Plate em 2018, o Boca Juniors estreou na edição deste ano com um empate sem gols contra o Jorge Wilstermann, na Bolívia, em busca da conquista de sua sétima taça da competição continental. O clube argentino está na mesma chave do Athletico-PR, que conseguiu sua vaga no torneio após conquistar a Sul-Americana em 2018.

A primeira chance de perigo da partida foi do time mandante, com o atacante Nuñez. O jogador chutou de muito longe e a bola quase enganou o goleiro Andrada. Na sequência, o zagueiro brasileiro ex-São Paulo Alex Silva fez um corte providencial para impedir que Reynoso, do Boca, finalizasse na cara do gol. No fim da primeira etapa, o Jorge Wilstermann teve uma falta perigosa na entrada da área, que foi cobrada por Ortiz à esquerda da baliza.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Os dez minutos iniciais do segundo tempo foram movimentados, com Benedetto finalizando de letra cruzamento rasteiro e sendo travado em cima da hora por Alex Silva e, do outro lado, com Saucedo recebendo a bola do lado direito da área e finalizando colocado, muito próximo da trave defendida pelo goleiro Andrada.

Aos 22, o Jorge Wilstermann criou a melhor oportunidade da partida, com Alex Silva aproveitando bom cruzamento de Chávez e cabeceando na trave. Na sobra, Meléan chutou em cima de Andrada, que colocou a bola para escanteio. Em seguida, Chávez, que foi o jogador mais perigoso da equipe mandante, fez boa jogada individual na entrada da área, porém sua finalização colocada saiu à direita do gol.

Na última chance da partida, Nández, meio-campista uruguaio que disputou a Copa do Mundo de 2018, recebeu cruzamento de Reynoso e, com o gol aberto, chutou pra fora e perdeu uma oportunidade clara de abrir o placar.

Na próxima rodada, o Boca Juniors recebe o Tolima-COL em La Bombonera, na terça-feira que vem, às 19h15. Já o Jorge Wilstermann viajará a Curitiba para enfrentar o Athletico-PR, na quinta-feira, às 21h.

Libertad fez seus dois gols nos três minutos iniciais da partida (Foto: Norberto Duarte/AFP)

Pelo grupo G, o Libertad-PAR recebeu e venceu o Universidad Católica-CHI por 4 a 1, no estádio Defensores del Chaco. Foram necessários apenas três minutos no primeiro tempo para que o time mandante fizesse seus dois primeiros gols, ambos marcados por Martínez. Bareiro e Cougo fizeram os outros dois tentos dos paraguaios, enquanto Luciano Aued fez para os visitantes.

Logo no primeiro minuto da partida, Rivero finalizou fraco, Martínez interceptou a rota da bola, driblou o goleiro e marcou o seu primeiro. Logo depois, o mesmo Martínez aproveitou rebatida da zaga e, de frente pro arqueiro, finalizou cruzado no canto esquerdo.

Ainda no primeiro tempo, Cougo colocou a mão na bola e o árbitro marcou pênalti para a Universidad Católica. Na cobrança, Aued bateu no meio do gol e diminuiu. Já na etapa complementar, Bareiro completou de cabeça a falta lateral cobrada por Benítez e fez o terceiro dos mandantes. Por fim, Benítez deu nova assistência ao ir à linha de fundo e cruzar rasteiro para Cougo apenas empurrar para o gol, sacramentando o placar.

Nesta quarta-feira, é a vez do Grêmio jogar pelo grupo G, contra o Rosario Central, na Argentina, às 21h30. Na próxima rodada, o Libertad visitará o Tricolor Gaúcho na terça-feira que vem, às 21h30. Já a Universidad Católica recebe o Rosario Central, na quarta-feira, às 21h30.