Campeonato Goiano

Olímpico Pedro Ludovico | 21/04/2019

Futebol

Atlético-GO vence de novo o Goiás e garante o título estadual

São Paulo , SP
21/04/2019 18:08:20 — 21/04/2019 18:53:18

Em: Atlético-GO, Campeonato Goiano, Escolha do editor, Futebol, Goiás

O Atlético é campeão goiano. Neste domingo, o Dragão venceu um Goiás pouco criativo por 1 a 0 no segundo jogo da final estadual e conquistou o título atuando no estádio Olímpico. Aos 55 minutos do segundo tempo, Matheuzinho anotou o único gol do duelo.

O Atlético-GO entrou em campo virtualmente campeão. O Dragão levou a melhor no jogo de ida, venceu por 3 a 0 e podia perder até por dois gols de diferença que ficaria com o título. No entanto, não foi preciso usar desta vantagem.

O Goiás perdeu o título e também a confiança da torcida antes da estreia na Série A. Neste domingo, 8 mil esmeraldinos apoiaram durante quase todo o jogo, mas protestaram no fim da partida. O goleiro Sidão foi o principal alvo.

Foi o primeiro título do técnico Wagner Lopes, que já tinha feito bom trabalho no próprio Atlético-GO em 2014 e quase foi campeão goiano no próprio Goiás no ano seguinte – foi demitido na reta final.

Atlético-GO e Goiás fizeram uma péssima partida no Olímpico (Foto: Divulgação)

O técnico Maurício Barbieri fez cinco alterações no Goiás: saíram Marcelo Hermes, Gilberto, Marlone, Renatinho e Brenner. Entraram Jefferson, Léo Sena, Giovanni Augusto, Leandro Barcia e Júnior Brandão. Os visitantes também tiveram mudanças. Jorginho foi vetado. Gilsinho seguiu na equipe, e Matheus voltou a atuar pelo meio. Gilvan, Washington e Pedro Raul retornaram de suspensão.

Apesar de ter mais desfalques, o Goiás, precisando do resultado, foi quem começou melhor o jogo. Com três minutos, Léo Sena chutou de fora da área e assustou Kozlinski. Outro chute do volante esmeraldino e uma finalização de Geovanne, todos de longe, porém, foram tudo que os mandantes conseguiram produzir no primeiro tempo.

“O time deles está muito fechado, tem o resultado elástico e está fazendo muita cera. Mas temos que caprichar. Quando a gente fizer o primeiro, com o apoio da torcida a gente vai fazer o segundo”, afirmou Léo Sena no intervalo do duelo. O problema para o esmeraldino é que este primeiro tento não saiu.

Com a postura defensiva do Dragão e a falta de criatividade do Goiás, o jogo ficou muito truncado. Aos 15 minutos, o Goiás quase abriu o placar, mas Kozlinski fez grande defesa e Pedro Bambu salvou em cima da linha. Foi a ótima e única chance do Goiás na final.

Já o Atlético-GO cozinho a partida durante mais de 90 minutos e, aos 55 minutos do segundo tempo, fez o gol para coroar a taça. Matheuzinho recebeu ótimo passe de André Luís e, da entrada da área, chutou cruzado sem chances para Sidão.




Escalação
Ainda não há informações
Goiás
Tec - Maurício Barbieri
Atlético-GO
Wagner Lopes - Tec

Posse de bola

68%
32%
Corinthians
Santos
999
Corinthians

Passe

999
Santos
999
Corinthians

Finalização

999
Santos
999
Corinthians

Cruzamento

999
Santos
999
Corinthians

Desarme

999
Santos

Faltas

24
COR
×
15
SAN

Impedimentos

24
COR
×
15
SAN

Cartões amarelos

24
COR
×
15
SAN

Cartões vermelhos

24
COR
×
15
SAN

Estatísticas de jogadores

Corinthians

LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner

Santos

LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
Estatísticas de jogadores