Futebol Espanhol

Santiago Bernabéu | 20/10/2018

Futebol Internacional/Campeonato Espanhol

Real Madrid perde para o Levante em casa e se afunda em crise

São Paulo , SP
20/10/2018 09:55:35 — 20/10/2018 10:57:50

Em: Futebol, Futebol Espanhol, Futebol Internacional, Levante, Notícias, Real Madrid
Eleito melhor do mundo pela Fifa, Modric não teve boa atuação (Foto: GABRIEL BOUYS / AFP)

O técnico Julen Lopetegui está cada vez mais na corda bamba no Real Madrid. Nesta manhã de sábado, a equipe merengue perdeu para o Levante em pleno Santiago Bernabéu, pelo placar de 2 a 1, e se afundou ainda mais na crise: são cinco jogos sem vitória. A partida foi válida pela nona rodada do Campeonato Espanhol e contou com gols de Martí e Morales, para o Levante, além do brasileiro Marcelo, para os mandantes.

Com o resultado, o Real estacionou na marca de 15 pontos conquistados na tabela de classificação, em campanha de quatro vitórias, dois empates e três derrotas. Já os vitoriosos deste sábado chegaram aos 13 pontos, com quatro triunfos, uma igualdade e quatro reveses.

A equipe merengue buscará afastar o mau momento diante do Viktoria Plzeň, pela Liga dos Campeões, nesta terça-feira às 16h00 (horário de Brasília), também no Santiago Bernabéu. Por outro lado, o Levante direciona suas atenções para a próxima rodada do Campeonato Espanhol, em partida a ser disputada contra o Leganés.

Técnico Julen Lopetegui está na corda bamba no Real (Foto: GABRIEL BOUYS / AFP)

O jogo – Os donos da casa entraram em campo pensando em voltar a vencer, já que os resultados recentes incluíam derrotas para Sevilla (3 a 0), CSKA (1 a 0) e Alavés (1 a 0), além de um empate contra o rival local, o Atlético (0 a 0). Entretanto, logo aos seis minutos de jogo, o Levante impôs uma grande dor de cabeça ao Real.

No lance, o atacante Morales recebeu lançamento pelas costas da zaga madrilenha, fez a finta para cima do goleiro belga Courtois e tocou para o fundo das redes, inaugurando o marcador no Santiago Bernabéu.

Sem tempo de reação, o Real se viu em uma situação ainda pior aos 11 do primeiro tempo: com auxílio do VAR, o juiz do confronto assinalou pênalti de Varane, que esticou o braço em direção à bola. Na batida, Martí anotou o tento e alargou a diferença no placar.

A partir daí, os mandantes foram só pressão. Asensio chegou a diminuir, em rebote de cabeçada de Sergio Ramos, mas o bandeira marcou impedimento. Nos cinco minutos seguintes, mais três lances de perigo, em finalizações de Lucas Vázquez, Sergio Ramos e Isco. Aos 33, o centroavante Mariano carimbou o travessão.

O primeiro tempo de jogo, movimentado, ainda contou com gol perdido de Lucas Vázquez e tento anulado do Levante, depois de Toño encontrar-se impedido antes de cruzamento para Rochina.

Para a etapa final, o técnico Julen Lopetegui colocou o galês Bale em campo, queimando suas outras duas substituições antes dos 15 minutos. Ainda mais no ataque, o Real Madrid, depois de tanto pressionar, conseguiu chegar ao gol.

Brasileiro Marcelo marcou e deu fim à seca dos merengues, mas o tento não foi suficiente (Foto: GABRIEL BOUYS / AFP)

Aos 26 minutos, Benzema serviu o brasileiro Marcelo dentro da área. O lateral esquerdo puxou para a perna direita, fez o corte e bateu forte, sem chances de defesa para Olazábal. Com isso, os merengues fizeram o 2 a 1 e deram fim à seca de gols, a pior da história do clube, que já beirava os 480 minutos.

No restante da partida, os comandados de Lopetegui bem que tentaram, mas o Levante foi capaz de diminuir o ímpeto ofensivo e segurar o ótimo resultado, saindo do lendário Santiago Bernabéu com uma gigantesca vitória. Pelo lado do Real, a pressão em cima do técnico espanhol fica ainda maior.