Santa Fe e Huracán decidem o título da Copa Sul-Americana

Gazeta Press - Rio de Janeiro,RJ

08-12-2015 20:00:02

 

A grande final da Copa Sul-Americana está marcada para esta quarta-feira, às 22h (de Brasília), quando Independiente Santa Fe e Huracán se enfrentam no Estádio El Campín, em Bogotá, na Colômbia. Como a partida de ida terminou empatada sem abertura de placar, quem vencer desta vez ergue o caneco. Nova igualdade, independentemente do marcador, vai forçar a prorrogação. Isso porque na decisão o número de tentos anotados como visitante não vale para critério de desempate. Caso o tempo extra também termine empatado, o vitorioso será conhecido nas cobranças de pênaltis.

Gerardo Pelusso, técnico do Independiente Santa Fe, reconhece que sua equipe trabalha apenas com a possibilidade da conquista do título e promete pressionar o Huiracán desde os primeiros minutos de jogo.

"Se queremos conquistar realmente o título temos que acreditar que vamos e que podemos ser campeões. Após a partida de ida comemorei o empate sem gols sem nenhum problema. Disse que se meu time consegue empatar fora de casa a primeira partida da decisão, o mínimo que posso esperar dele é que seja campeão jogando em casa e é com esse pensamento que vamos jogar. Isso em nada tem a ver com algum desrespeito ao Huracán", disse.

Se o Independiente Santa Fe promete uma postura bem ousada, no Huracán o discurso está na possibilidade de o time conseguir um feito histórico. O técnico Eduardo Domínguez conseguiu colocar isso na cabeça dos jogadores.

"Estamos viajando tendo em mente que podemos escrever a mais bela página da história do Huarcán e por isso mesmo nossa motivação é a maior. Sabemos que a partida não vai ser tranquila, que vamos encontrar muitas dificuldades e que nosso rival, inclusive, é apontado como favorito por decidir em casa. Mas eliminamos nas semifinais o River Plate, que é o atual campeão deste torneio e da Libertadores. Por isso estamos credenciados a acreditar que podemos seguir sonhando bem alto", avisou.

Em termos de escalação, o Huracán vai repetir os 11 titulares da partida de ida. Já no Independiente Santa Fe poderá ser notada uma modificação: o volante Yulian Anchico deixa a equipe para o retorno de Juan Daniel Roa, que cumpriu suspensão na Argentina.

Além da conquista do título, o campeão da Copa Sul-Americana ganha uma vaga na próxima Copa Libertadores e o direito de disputar, contra o River Plate, a final da próxima Recopa Sul-Americana.

FICHA TÉCNICA:
INDEPENDIENTE SANTA FE-COL X HURACÁN-ARG

Local: Estádio El Campín, em Bogotá (Colômbia)
Data: 9 de dezembro de 2015, quarta-feira
Horário: 22h(de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Brasil)
Assistentes: Kléber Lúcio Gil e Bruno Boschilia (ambos do Brasil)

INDEPENDIENTE SANTA FE: Róbinson Zapata, Almir Soto, Yerry Mina, Francisco Meza e Leyvin Balanta; Juan Daniel Roa, Baldomero Perlaza, Jeison Gordillo e Luis Manuel Seijas; Wilson Morelo e Daniel Angulo
Técnico: Gerardo Pelusso

HURACÁN: Marcos Díaz, José San Román, Hugo Nervo, Federico Mancinelli e Luciano Balbi; Mauro Bogado, Federico Vismara, Patricio Toranzo e Gastón Montenegro; Ramón Abila e Cristian Espinoza
Técnico: Eduardo Domínguez

Deixe seu comentário