Corinthians repudia confusão e relata 218 cadeiras danificadas

São Paulo , SP
06/04/2017 14:46:49 — 06/04/2017 14:49:50

Em: Copa Sul-Americana, Corinthians, Futebol
Conflito entre os torcedores visitantes e a Polícia Militar ocorreu antes e durante a partida (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

O Corinthians venceu, na quarta-feira, a Unversidad de Chile por 2 a 0 na Arena Corinthians, em jogo válido da Copa Sul-Americana. Contudo, o confronto não ficou apenas no futebol. A torcida visitante entrou em conflito com a polícia militar e acabou depredando cadeiras da arquibancada destinada aos adeptos do adversário do clube local.

De acordo com nota oficial do Timão, no total 218 peças foram danificadas, entre elas assento e encostos. Um corrimão, uma tampa de privada e uma porta de vidro também foram quebrados. No comunicado, o Corinthians também lamentou o ocorrido e informou que irá buscar, junto a Conmebol, confederação que organiza a competição, defender os seus direitos.

Leia mais:

No Corinthians, Gabriel ganha confiança para chutar de longe

Jô acha que o Corinthians provou estar preparado para fase decisiva

Clayton começa a se sentir à vontade a serviço do Corinthians

Além disso, o clube alvinegro se colocou à disposição da Polícia Militar e das autoridades competentes para esclarecer os fatos que ocorreram no estádio de Itaquera. No total 26 torcedores chilenos foram detidos.

Confira o comunicado divulgado pelo Corinthians

“O Corinthians lamenta profundamente os fatos ocorridos ontem, na Arena Corinthians, envolvendo a torcida da Universidad de Chile e informa que irá buscar seus direitos junto aos órgãos competentes da Conmebol.

Os atos de depredação da torcida visitante resultaram em 218 peças, entre assentos e encostos, quebradas. Foram arrancados, também, um corrimão da arquibancada visitante e uma tampa de um vaso sanitário, além de uma porta de vidro do portão de credenciamento do estádio.

Diante de tais acontecimentos, a Polícia Militar agiu prontamente para reestabelecer a ordem, coibindo os atos de vandalismo e a depredação do patrimônio. Desde ontem, o Corinthians vem colaborando com as autoridades e órgãos responsáveis, para apuração do ocorrido e identificação dos responsáveis pelo problema.

Seguiremos à disposição das autoridades, assim como da equipe chilena, para esclarecimento e resolução dos fatos ocorridos ontem, na Arena Corinthians

Sport Club Corinthians Paulista”




  • Elizeu Garcia Capel

    Barravrava, não confunda uma coisa com outra. No caso do menino da Bolívia, torcedores corintianos ficaram presos. Se se fez justiça ou não, quem deve responder são as autoridades bolivianas. Agora, se você assistiu ao jogo, deve ter observado que os torcedores chilenos, não se comportaram adequadamente e sim como vândalos. Devem sim assumir a responsabilidade pelo ressarcimento dos prejuízos ao clube. Vários estão presos. Que se cumpra a lei! Agora, discordo de você que são cadeiras mixurucas e mesmo se fossem, que direito eles têm de quebrá-las? Eu respondo: NENHUM! E digo mais: Isso se deve aplicar a qualquer torcida, seja de que time ou país for.

  • CAiR RI LE SIEMPRE

    É SEMPRE ASSIM PROS CURICAS SE ROUBOU NINGUEM SABE NINGUEM VIU TD CERTO!! SE MATOU NÃO FOI POR QUERER FOI ACIDENTE OU FATALIDADE!! SE TIROU DINHEIRO DO POVO AH MAS TODOS FIZERAM ISSO!! OU SEJA NÃO SE ENVERGONHAM COM NADA NÃO POSSUEM MORAL CONSCIENCIA NEM SENTIDO DE BRASILIDADE APENAS DEFENDEM OU SE CALAM PARA PROTEGER O TIME MAIS CORRUPTO DA HISTÓRIA!! MAS QUANDO OCORREM CONTRA ELES HUMMMMMM NOSSA ATE CHAMAM O DOM PEDRO I COMO JUSTIFICATIVAS!! CURICA O TIME DO LAVA JATO!!