Cerro marca no fim, goleia o Santa Fe e elimina o atual campeão

São Paulo, SP

29-09-2016 23:48:04

O jovem Domínguez, de 22 anos, fez três gols na partida que deu a vaga ao time do ex-Tricolor Álvaro Pereira

O Cerro Porteño dominou a partida inteira, vacilou uma única vez e quase acabou punido, mas a estrela do meia Cecílio Domínguez falou mais alto na noite desta quinta-feira. Atuando no estádio Defensores del Chaco, o time de Assunção disparou 4 a 1 para cima do Santa Fe, campeão da Sul-Americana em 2015, e conseguiu a vaga nas quartas de final do torneio. O gol derradeiro saiu apenas aos 44 minutos da etapa final, dos pés do próprio Domínguez, habilidoso jovem de 22 anos, que agora terá pela frente outro time colombiano, o Independiente Medellín.

A classificação paraguaia foi definida logo na primeira etapa, apostando em uma pressão praticamente imparável no campo de defesa dos colombianos. O primeiro gol veio logo aos seis minutos de bola rolando, quando Domínguez cobrou pênalti com precisão no canto esquerdo e já fez explodir os torcedores presentes em bom número ao Defensores del Chaco.

Pouco depois, mais uma vez na base da pressão, veio o segundo dos donos da casa. Apos boa jogada construída pelo lado direito, Estigarríbia cruzou bola na segunda trave, mas fora da pequena área. Domínguez ganhou do zagueiro e cabeceou no outro canto. Mal posicionado, o goleiro Zapata errou o tempo da bola e acabou aceitando a tentativa paraguaia, para mais festa da torcida.

Em um ritmo menor de pressão, já que o resultado levava a decisão ao menos para os pênaltis, o Cerro passou a anular a criação das jogadas no seu campo de defesa, conseguindo os espaços necessários para o terceiro gol ainda antes do intervalo. Em jogada de Álvaro Pereira, a bola cruzou a área até o lado direito, onde Domínguez cruzou. A marcação não conseguiu cortar e Torales, livre, girou dentro da área para anotar o seu.

Aos 32 minutos do segundo tempo, porém, os visitantes conseguiram a bola que precisavam. Ao pular para travar chute de Gomez, Alderete bloqueou a bola com a mão e o juiz marcou pênalti. Com categoria, o próprio Gomez deslocou o goleiro e mandou no canto esquerdo baixo para dar, momentaneamente, a classificação ao Santa Fe.

O Cerro acabou se perdendo no nervosismos, cometendo muitas faltas e parecia fadado a não conseguir ameaçar o gol adversário. Assim como aconteceu no gol dos forasteiros, porém, foi necessário construir apenas uma chance para chegar ao que precisava. Em jogada pela esquerda, a bola foi jogada na área para Domínguez, o herói da noite, que chutou para o gol, atrás da marca do pênalti. Mesmo sem a força esperada, ele contou novamente com a ajuda do goleiro Zapata, que foi vencido pelo quique da redonda e acabou vazado pela quarta vez.

Deixe seu comentário