Ferroviária critica FPF por manter São Paulo em Araraquara na Copinha

São Paulo , SO
10/01/2019 20:05:42

Em: Copa São Paulo de Juniores, Ferroviária, Futebol, São Paulo

A Ferroviária divulgou nesta quinta-feira nota de repúdio contra a Federação Paulista de Futebol. O motivo foi a decisão da entidade de marcar o jogo da equipe na segunda fase da Copa São Paulo longe da cidade de Araraquara, sede do clube.

Líder do Grupo 7, à frente do São Paulo, a Ferroviária alega que a entidade não utilizou os critérios técnicos para definir os locais das partidas válidas pela segunda fase da principal competição de base do Brasil.

Apesar da liderança, Ferroviária deixará Araraquara na Copinha (Foto: Tetê Viviani/SPFC)

Com o empate por 2 a 2 na última quarta-feira, Ferroviária e São Paulo somaram sete pontos cada ao final da primeira fase. O time de Araraquara ficou com a primeira colocação pelo saldo de gols: 9 a 8. E, por isso, entendeu que lhe cabia seguir atuando em casa.

“A AFE apresenta profunda consternação de todos os colaboradores, atletas e torcedores desta instituição com a decisão da FPF de subverter a lógica do critério técnico para escolha das praças dos jogos da segunda fase da competição. O futebol sai derrotado”, diz trecho da nota.

No regulamento do torneio, contudo, não há qualquer menção sobre essa vantagem. No parágrafo 2 do artigo 2º, a FPF informa que “competirá ao DCO (Departamento de Competições) a designação dos mandos de campo da competição, indicando os locais dos jogos de acordo com critérios técnicos, de segurança e/ou de logística”.

O time grená enfrentará o Velo Clube em Rio Claro, na próxima sexta-feira, às 19 horas (de Brasília). No mesmo dia, mas a partir das 19h15, o São Paulo medirá forças com o Rio Claro, em Araraquara.

“É um enorme desestimulo à competição. O trabalho árduo feito cotidianamente para a construção de um projeto para o desenvolvimento do futebol paulista é, nesse momento, duramente golpeado diante dos patrocinadores locais e do povo de Araraquara, que ontem [quarta-feira] lotou o estádio, fervoroso com futebol e hoje [quinta-feira] acordou entristecido, desprestigiado e descrente do futebol e de nossas instituições”, completa a Ferroviária em nota.