Gazeta Esportiva

Batatais pede investigação da FPF sobre adulteração de idade na Copinha

*Pedro Petrachini - São Paulo,SP

22/01/17 | 19:49 - 22/01/17 | 22:51

O Batatais, semifinalista da Copa São Paulo, entrou com ofício na Federação Paulista de Futebol, pedindo apuração de uma possível adulteração de idade de um atleta do Paulista, equipe que classificou-se à decisão da competição, superando o próprio Batatais, por 5 a 1, na manhã deste domingo.

No pedido, o clube explica que recebeu denúncias de que o jogador Brendon Matheus Lima dos Santos, nascido em 1997, é na verdade Elton Rodrigues, de 1994. Como a competição é sub-20, o atleta do Paulista estaria acima da idade permitida.

Em contato com a Gazeta Esportiva, o presidente do Batatais, André Toffetti, afirmou que enviou o ofício no último sábado, antes do duelo entre seu clube e o Paulista. Assim, não há nenhuma intenção de eliminar o time de Jundiaí para tentar uma vaga na final da Copinha.

Batatais entrou com ofício pedindo apuração da FPF (Foto: Reprodução/Facebook)
Batatais entrou com ofício pedindo apuração da FPF (Foto: Reprodução/Facebook)

"A questão não é ir para a final. Eu notifiquei a FPF antes da partida, um dia antes, sem nenhuma intenção de ganhar ou perder (o jogo)", afirmou o mandatário, que completou: "Se realmente as denúncias que recebi forem verídicas, que se cumpra o regulamento".

O artigo 25 do regulamento da Copa São Paulo fala sobre o caso de atletas atuarem com idade adulterada. "Caso seja comprovado, tanto durante quanto após a realização da Competição, que algum atleta inscrito tenha participado com documentação adulterada ou informação falsa, o Clube do atleta infrator será eliminado da Competição em curso e poderá ser excluído de suas 05 (cinco) próximas edições", explica o texto.

Ao fim de seu ofício, assinado pelo presidente André Toffetti Dias, o Batatais afirma que envia, juntamente com o pedido, "áudios e documentos enviados (denúncias) para apuração".

Empresário do atleta - Em entrevista ao Mesa Redonda, da TV Gazeta, Alberto Luiz de Souza, empresário de Brendon, explicou que conhece o atleta desde o ano passado. Em conversa após a polêmica, ele falou que o jovem assegura a veracidade de seus documentos.

"Temos que aguardar o desenrolar, para ver o que vai acontecer, mas o próprio Paulista entrevistou o garoto, falou sobre esse fato. Eu falei também, hoje mesmo, ele citou que não tem nada a ver e não deve nada. O garoto disse que estava tranquilo. O Batatais está no direito de pedir esclarecimento, é complicado", afirmou.

Representantes do Paulista estiveram na Arena Barueri para acompanhar a definição da outra semifinal da Copinha em que o Corinthians eliminou o Juventus. O clube de Jundiaí aguarda uma posição sobre o caso. Em nota oficial, a Federação Paulista de Futebol (FPF) informa que apura o caso e irá trazer uma definição nesta segunda-feira.

*Especial para a Gazeta Esportiva

Deixe seu comentário