Futebol/Copa Paulista

Juventus vence Nacional em jogo com seis cartões vermelhos

São Paulo , SP
19/09/2018 17:14:28 — 19/09/2018 17:17:39

Em: Campeonato Copa Paulista, Futebol, Juventus (Mooca)

O Grupo D da Copa Paulista foi praticamente definido na tarde desta quarta-feira. No principal jogo do dia, o Juventus e Nacional disputaram o clássico “JuveNal” em clima de decisão na Rua Javari. Uma vitória do Juventus eliminaria o Nacional e, dependendo dos outros resultados do dia, a Portuguesa, que não entra em campo nesta rodada. Já o Nacional precisava vencer para seguir na briga por vaga na segunda fase.

Quem se deu melhor foi o Juventus. O time da Mooca venceu por 1 a 0, com gol solitário de Dener, e garantiu vaga na segunda fase da Copa Paulista. O Nacional, que teve um gol anulado nos acréscimos do segundo tempo, foi eliminado da competição, assim como a Portuguesa, já que o Atibaia venceu o lanterna Taboão da Serra.

Com o Juventus podendo se classificar para a próxima fase antecipadamente e o Nacional precisando vencer para se manter vivo na competição, o jogo começou equilibrado. Comandado por Portuga, artilheiro do Juventus na competição com quatro gols, o time da casa entrou em campo com postura mais ofensiva, enquanto o Nacional explorava os contra-ataques principalmente com o meia Emerson.

Apesar da pressão juventina, foi o Nacional que teve a primeira boa chance do jogo. Aos 17 minutos, o atacante Bruno Nunes recebeu na área e chutou rasteiro, mas o goleiro fez a defesa em dois tempos e evitou o primeiro gol do jogo. A melhor chance dos mandantes foi aos 38 minutos, quando Cesinha exigiu boa defesa do goleiro Maurício, que manteve o placar da primeira etapa zerado.

O Juventus voltou do intervalo com a mesma postura ofensiva e foi recompensado aos sete minutos do segundo tempo. Após boa jogada pela ponta direita, Cesinha cruzou na área, encontrou Dener e o atacante finalizou com precisão para abrir o placar.

Depois do gol, o Nacional, eliminado em caso de derrota, partiu para cima, mas demonstrou pouca eficiência no ataque e pouco ameaçou o gol de André Dias. Mas o principal momento da segunda etapa aconteceu sem bola rolando.

Aos 25 minutos, após duas entradas duras, uma para cada equipe, uma briga generalizada tomou conta do jogo. Após vários minutos de jogo parado, o árbitro expulsou dois jogadores de cada equipe, além de um atleta de cada banco de reservas.

O árbitro mostrou seis cartões vermelhos na partida (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

Com nove jogadores para cada lado, o Nacional se lançou totalmente ao ataque e abriu mão da defesa, permitindo que o Juventus levasse perigo em contra-ataque. Aos 40 minutos, o time da Mooca teve a chance de matar o jogo, mas Elton Martins, após driblar o goleiro, finalizou para fora.

Nos acréscimos, o Nacional chegou a balançar as redes, mas o gol não valeu. Após finalização de fora da área, André Dias defendeu e, no rebote, Otacílio Neto empurrou para o gol em posição irregular. Com a marcação de impedimento, o jogo terminou com a vitória do Juventus por 1 a 0.

Atibaia vence Taboão e elimina a Portuguesa

Para não ser eliminada da Copa Paulista, a Portuguesa precisava torcer contra Juventus e Atibaia. No entanto, a Lusa não deu sorte. Enquanto o Juventus venceu o Nacional, o Atibaia recebeu e venceu o lanterna Taboão da Serra, de virada, por 4 a 2.

Apesar da diferença entre os times na tabela, o Taboão abriu o placar aos 13 minutos de jogo, mas o Atibaia reagiu e marcou quatro gols ainda no primeiro tempo. Os visitantes ainda descontaram na etapa complementar, mas não conseguiram evitar mais uma derrota.

Com o resultado, a o Atibaia foi a 19 pontos, mesma pontuação do Audax, que perdeu em casa para o Ituano por 2 a 1. Por isso, a Portuguesa, que soma 15 pontos e não pode mais alcançar o G4, está eliminada.

Outros jogos desta quarta-feira pela Copa Paulista

Desportivo Brasil 0 x 1 Noroeste
Taubaté 2 x 0 Água Santa
Santo André 1 x 0 Santos
Rio Claro 0 x 2 Ferroviária
São Bernardo 1 x 0 Bragantino