Futebol/Copa do Brasil

Sérvia e Suíça fazem choque cercado de rivalidade no grupo do Brasil

Gazeta Press - Rio de Janeiro , RJ
22/06/2018 08:02:52 — 22/06/2018 08:04:47

Em: Bastidores, Copa do Mundo, Notícias, Sérvia, Suíça

Um duelo cercado de rivalidade e provocações políticas. Assim pode ser definido o embate entre Sérvia e Suíça, que se enfrentam nesta sexta-feira, às 15h(de Brasília), na Arena Baltika, em Kaliningrado, na Rússia, válido pela segunda rodada do Grupo E da Copa do Mundo. Os sérvios venceram a Costa Rica na estreia e lideram com três pontos, seguidos pelos suíços e pela Seleção Brasileira, que empataram por 1 a 1 no domingo.

Shaqiri é o principal jogador dos suíços (Foto: Attila Kisbenedek/AFP)

A Suíça conta com vários jogadores albaneses e de Kosovo em seu elenco. Atletas naturalizados. Porém, a Sérvia não aceita a independência política de Kosovo e seus jogadores decidiram levar a disputa para o campo. O mais elogiado atleta suíço contra o Brasil foi o volante Valon Behrami, que “parou” Neymar. Ele é albanês de origem e foi o alvo das provocações por parte do volante sérvio Luka Milivojevic.

“Mesmo que Behrami corra para a Suíça ele vai ser sempre albanês. A Suíça é o que é graças aos jogadores albaneses. Como Behrami poderia parar Neymar sozinho? A resposta: sangue albanês e comida albanesa. E ele é o primeiro jogador albanês a disputar quatro campeonatos mundiais”, disse o sérvio. A Sérvia ainda considera Kosovo como sua própria província autônoma. Os sérvios acusam os albaneses de terem incentivado os confrontos em Kosovo.

Matic comanda o meio de campo sérvio (Foto: AFP)

Em perfis nas redes sociais, atletas da Suíça responderam que vão mostrar em campo que os sérvios têm “DNA de perdedores”. O tumulto foi minimizado pelo técnico da Sérvia, Mladen Krstajic.

“Prefiro me ater ao futebol. Acredito em um jogo muito equilibrado entre duas equipes que conseguiram bons resultados na estreia. Me surpreendeu que a Suíça tenha conseguido tirar pontos do Brasil e isso torna a nossa necessidade de ganhar ainda maior”, disse ele.

O técnico da seleção suíça, Vladimir Petkovic, preferiu tratar do jogo e das chances de sua equipe.

“O meu pensamento é o da Suíça ir a campo, fazer um grande jogo e vencer. Aqui pensamos o jogo a jogo e acredito que podemos enfrentar qualquer oponente em igualdade de condições”, disse Petkovic.

Em termos de escalação, a Suíça vai poder contar com Valon Behrami, que deixou o jogo contra a Seleção Brasileira reclamando de dores no joelho direito, mas se recuperou a tempo de ir ao gramado. Pelo lado da Sérvia, Mitrovic, satisfeito com a atuação na estreia, vai repetir a escalação.

Pelo regulamento da Copa do Mundo, as seleções se enfrentam dentro de seus respectivos grupos em turno único. Ao fim, as duas melhores colocadas avançam para as oitavas de final, enquanto que as demais voltam para casa.

FICHA TÉCNICA
SÉRVIA X SUÍÇA

Local: Arena Baltika, em Kaliningrado (Rússia)
Data: 22 de junho de 2018 (Sexta-feira)
Horário: 15h (de Brasília)
Árbitro: Féliz Brych (Alemanha)
Assistentes: Mark Borsch (Alemanha) e Stefan Lupp (Alemanha)

SÉRVIA: Vladimir Stojkovic, Branislav Ivanovic, Nikola Milenkovic, Dusko Tosic e Aleksandar Kolarov; Luka Milivojevic, Nemanja Matic, Dustan Tadic, Adem Ljajic e Sergej Milinkovic-Savic; Aleksandar Mitrovic
Técnico: Mladen Krstajic
SUÍÇA: Yann Sommer, Stephan Lichtsteinen, Manuel Akanji, Fabian Schär e Ricardo Rodríguez; Valon Behrami, Granit Xhaka, Xherdan Shaqiri, Blerim Dzeimaili e Steven Zuber; Haris Seferovic
Técnico: Vladimir Petkovic

Ads – Rodapé Posts