Confira tudo sobre o grupo H da Copa do Mundo da Rússia

São Paulo, SP

07-06-2018 09:30:03

POLÔNIA
Dados do país: 
Nome oficial: República da Polônia
Capital: Varsóvia
Maiores cidades: Varsóvia, Cracóvia, Lodz e Wroclaw
Presidente: Andrzej Duda
População: 38.422.346 habitantes
Área: 312.679 km²
Idioma: Polaco
Moeda: Zloty

Dados da federação:
Nome: Associação Polonesa de Futebol
Fundação: 1919
Afiliação à Fifa: 1923
Presidente: Zbigniew Boniek
Dados da seleção:
Participações em Copas do Mundo: 1938, 1974, 1978, 1982, 1986, 2002 e 2006
Principais campanhas em Copas: 3º lugar (1974 e 1982)
Melhor ranking anual: 7º (2018)
Atual treinador: Adam Nawalka

Cabeça de chave do Grupo H, a Polônia chega à Copa do Mundo da Rússia como uma das favoritas a avançar. No equilibrado grupo, completado por Senegal, Colômbia e Japão, os poloneses têm como trunfo o artilheiro Lewandowski, do Bayern de Munique, maior goleador de todos os tempos da seleção.

Mas nem só de Lewandowski vive a Polônia. A equipe conta com outros nomes importantes, principalmente na defesa. No setor, jogam o zagueiro Glik, do Monaco, e o lateral-direito Piszczek, do Borussia Dortmund, além do goleiro Szczesny, da Juventus.

Depois de não se classificar para as duas últimas Copas do Mundo e fazer campanhas fracas em 2006 e 2002, a Polônia quer voltar à fase final do torneio em solo russo. Para isso, a boa defesa polonesa terá que segurar craques como o senegalês Mané e o colombiano James Rodriguez.

Destaque da seleção:
Nome: Robert Lewandowski
Seleção: Polônia
Nascimento: 21 de agosto de 1988, em Varsóvia (Polônia)
Clube: Bayern de Munique
Altura: 1,85m
Peso: 79g
Títulos:  
Lech Poznan – Campeonato Polonês (2009/10), Copa da Polônia (2008/09), Supercopa da Polônia (2009)
Borussia Dortmund – Campeonato Alemão (2010/11, 2011/12), Copa da Alemanha (2011/12), Supercopa da Alemanha (2013)
Bayern de Munique – Campeonato Alemão (2014/15, 2015/16, 2016/17 e 2017/18), Copa da Alemanha (2015/16), Supercopa da Alemanha (2016, 2017)
Participações em Copas: 2018 será a primeira

COLÔMBIA
Dados do país:
Nome oficial: República da Colômbia
Capital: Bogotá
Maiores cidades: Bogotá, Medellín, Cali e Barranquilla
Presidente: Juan Manuel Santos
População: 49.755.971 habitantes
Área: 1.141.748 km²
Idioma: Espanhol
Moeda: Peso colombiano

Dados da federação:
Nome: Federação Colombiana de Futebol
Fundação: 1924
Afiliação à Fifa: 1936
Presidente: Ramón Jesurún

Dados da seleção: 
Participações em Copas do Mundo: 1962, 1990, 1994, 1998 e 2014
Principais campanhas em Copas: Quartas de final (2014)
Outras campanhas: Copa América (campeã em 2001)
Melhor ranking anual: 3º (2014)
Atual treinador: José Pekerman

Depois de fazer boa campanha no Brasil em 2014, a Colômbia vai à Rússia tentando se colocar entre as grandes seleções da atualidade. Para isso, a equipe conta novamente com o meia James Rodriguez, artilheiro da última Copa e grande responsável pela campanha.

Nomes como o atacante Falcao Garcia, do Monaco, e o habilidoso Cuadrado, da Juventus, acompanham o craque do Bayern no ataque, ponto forte do time. Já a defesa, comandada por Davinson Sanchez, é mais discreta, porém consistente. A Colômbia sofreu 19 gols nas Eliminatórias da América do Sul, terceira melhor marca da competição.

Contra Japão, Polônia e Senegal, a seleção colombiana desponta como favorita no Grupo H.

Destaque da seleção: 
Nome: James Rodríguez
Nascimento: 12 de julho de 1991, em Cúcuta (Colômbia)
Clube: Bayern de Munique
Altura: 1,80m
Peso: 78kg
Títulos: 
Banfield – Campeonato Argentino (2009 – Apertura)
Porto – Liga Europa (2010/11), Campeonato Português (2010/11, 2011/12, 2012/13), Taça de Portugal (2010/11), Supertaça de Portugal (2010, 2011, 2012)
Real Madrid – Mundial de Clubes (2014, 2016), Supercopa da UEFA (2014, 2016), Liga dos Campeões (2015/16, 2016/17), Campeonato Espanhol (2016/2017)
Bayern de Munique – Campeonato Alemão (2017/18)
Participações em Copas: Uma (2014)

SENEGAL
Dados do país:
Nome oficial: República do Senegal
Capital: Dacar
Maiores cidades: Dacar, Touba e Rusifque
Presidente: Macky Sall
População: 15.411.614 habitantes
Área: 196.712 km²
Idioma: Francês e Wolof
Moeda: Franco CFA

Dados da federação:
Nome: Federação Senegalesa de Futebol
Fundação: 1960
Afiliação à Fifa: 1964
Presidente: Augustin Senghor

Dados da seleção:
Participações em Copas do Mundo: 2002
Principais campanhas em Copas: Quartas de final (2002)
Outras campanhas: Copa Africana de Nações (vice-campeão 2002
Melhor ranking anual: 23º (2017)
Atual treinador: Aliou Cisse

De volta à Copa do Mundo depois de 16 anos, a seleção de Senegal quer deixar sua marca, como em 2002. Na única Copa com participação senegalesa, a equipe chegou às quartas de final, superando potências como França e Uruguai. Desta vez, os africanos têm pela frente um caminho mais fácil rumo às oitavas.

A receita do sucesso da atual seleção senegalesa é parecida com a de 2002. Com jogadores rápidos e fortes, a equipe se baseia em uma defesa sólida, encabeçada por Koulibaly, zagueiro do Napoli, e um ataque veloz, comandado por Mané, um dos craques do Liverpool. Outra ligação entre as seleções de 2002 e 2018 é o atual treinador, Aliou Cisse, capitão na primeira campanha senegalesa.

Para garantir a ida à Rússia, Senegal desbancou Madagascar na segunda fase de mata-mata das Eliminatórias Africanas. Já na fase de grupos, superou Burkina Faso, Cabo Verde e África do Sul, marcando 15 gols e sofrendo apenas cinco em oito jogos.

Destaque da seleção:
Nome: Sadio Mané
Nascimento: 10 de abril de 1992, em Sedhiou (Senegal)
Clube: Liverpool
Altura: 1,75m
Peso: 69kg
Títulos: 
Red Bull Salzburg – Campeonato Austríaco (2013/14), Copa da Áustria (2013/14)
Liverpool - Vice-campeonato da Liga dos Campeões (2017/18)
Participações em Copas: 2018 será a primeira

JAPÃO
Dados do país:
Nome oficial: Japão
Capital: Tóquio
Maiores cidades: Tóquio, Yokohama, Osaka e Nagoia
Primeiro-ministro: Shinzo Abe
População: 126.672.000 habitantes
Área: 377.972 km²
Idioma: Japonês
Moeda: Iene

Dados da federação:
Nome: Associação de Futebol do Japão
Fundação: 1921
Afiliação à Fifa: 1921
Presidente: Kozo Tashima
Dados da seleção: 
Participações em Copas do Mundo: 1998, 2002, 2006, 2010 e 2014
Principais campanhas em Copas: Oitavas de final (2002 e 2010)
Outras campanhas: Copa da Ásia (campeão em 1992, 2000, 2004 e 2011)
Melhor ranking anual: 14º (1997)
Atual treinador: Akira Nishino

Mesmo em má fase, não se pode descartar o Japão no equilibrado Grupo H. Contra Colômbia, Senegal e Polônia, os japoneses terão de jogar seu melhor futebol para avançar às oitavas de final, o que não aconteceu em 2014.

Dos cinco amistosos que fez no ano passado, o Japão só venceu um. Nos últimos dois, derrotas contra Brasil e Bélgica, Honda, Kagawa e Okazaki, principais nomes do time, ficaram fora da convocação. Mas espera-se que o técnico Vahid Halilhodzic vá à Rússia com o que tem de melhor, inclusive o trio que fez do ataque japonês o melhor das Eliminatórias Asiáticas, com 17 gols em 10 jogos.

Na Copa do Mundo de 2018, o Japão tenta repetir o que fez em 2010, na África do Sul, quando chegou pela última vez à fase eliminatória do torneio. Na ocasião, os japoneses também enfrentaram um grupo complicado, com Holanda, Dinamarca e Camarões, mas só perderam para a vice-campeã e venceram os outros dois jogos.

Destaque da seleção:
Nome: Yuto Nagatomo
Seleção: Japão
Nascimento: 12 de setembro de 1986, Seijo (Japão)
Clube: Galatasaray
Altura: 1,70m
Peso: 68kg
Títulos:
FC Tokyo - Copa da Liga Japonesa (2009)
Internazionale - Copa da Itália (2010/11)
Galatasaray - Campeonato Turco (2017/18)
Japão – Copa das Nações da Ásia (2011)
Participações em Copas: 2010 e 2014

Deixe seu comentário