Craques ibéricos: CR7 e Isco protagonizam duelo da Copa do Mundo

São Paulo, SP

15-06-2018 09:00:21

(Foto: Simon Malfatto, Kun Tian, Paul Defosseux, Paz Pizarro, Maria-Cecilia Rezende/AFP)

Durante a temporada, companheiros. Durante este mês, rivais. Nesta sexta-feira, no segundo dia da Copa do Mundo, a cidade de Sochi receberá o duelo entre Cristiano Ronaldo e Isco. Colegas de Real Madrid, os dois serão os protagonistas de um dos confrontos mais esperados da fase de grupos: Portugal e Espanha duelam pela primeira rodada do Grupo B, em confronto direto que pode - e deve - definir a liderança da chave.

De um lado, CR7. Português, natural da Ilha da Madeira, com carreira para lá de consolidada aos 33 anos de idade. Cinco vezes melhor do mundo, o gajo vai para a sua quarta Copa do Mundo e em busca do segundo título de expressão com a seleção portuguesa, depois da conquista da Eurocopa de 2016.

A última lembrança do camisa 7 em Mundiais não é das melhores. Chegou sem condições físicas ao Brasil e viu Portugal cair ainda na primeira fase, ficando em terceiro no Grupo G, atrás dos Estados Unidos, que avançaram graças ao saldo de gols.

Em 2018, Cristiano Ronaldo chega mais maduro e mais preparado, psicologicamente e fisicamente. O atacante vem mudando seu jeito de jogar no Real Madrid, atuando em menos jogos e mais centralizado, infiltrado na área, o que possibilita que ele corra e se desgaste menos.

Do outro lado, Isco. Espanhol, nascido em Málaga, que aos 26 anos de idade vem conquistando seu espaço no cenário futebolístico mundial. Há cinco anos no Real Madrid, o meia tem sido peça importante dos merengues nas últimas temporadas, tanto como titular em algumas ocasiões, como boa opção no banco de reservas.

Em solo russo, fará sua primeira participação em Copas do Mundo. Em meio às polêmicas envolvendo a saída do técnico Julen Lopetegui, Isco terá os holofotes voltados para si como um dos trunfos da Espanha na campanha em busca do bicampeonato mundial.

Na sétima participação de Portugal em Mundiais e a 15ª da Espanha, o duelo em si promete ser emocionante e equilibrado. No retrospecto, são 12 jogos, com 4 vitórias espanholas, duas portuguesas e seis empates. E ambas as seleções vem de boas sequências. Os lusitanos têm sete vitórias, uma derrota e dois empates nos últimos dez jogos. A Fúria, por sua vez, está invicta nas últimas dez partidas, com oito vitórias e dois empates.

A bola rola para o duelo Ibérico às 15h (de Brasília), no Estádio Fisht, na cidade russa de Sochi. Portugal e Espanha ainda terão pela frente as seleções de Irã e Marrocos nesta primeira fase do Mundial.

Deixe seu comentário