COPA DO MUNDO 2018 RÚSSIA

Paolo Guerrero não parece ser presença garantida na estreia da seleção do Peru na Copa do Mundo, programada para este sábado, na Arena Mordovia, contra a Dinamarca. Apesar de toda a comoção que envolveu a liberação do atacante para disputar a competição em solo russo, o treinador Ricardo Gareca não parece tão confiante de que o maior ídolo do país, que volta a disputar um Mundial depois de 36 anos, está em plenas condições de ajudar.

Na última atividade aberta à imprensa antes da partida, quinta-feira, o treinador deixou o camisa nove entre os reservas e o mistério será levado para a divulgação oficial da escalação, já que a atividade desta sexta-feira não teve permitida a entrada de jornalistas. Em campo apenas duas vezes pela seleção desde a suspensão por doping, o atacante tem a falta de ritmo como temor por parte do comandante para escalá-lo.

Gareca não confirmou a presença de Paolo Guerrero na estreia da Copa (Foto: Jack GUEZ/AFP)

“Tomar esse tipo de decisão é sempre muito difícil. Posso dizer que Guerrero está muito bem, fisicamente e psicologicamente, está em boas condições como todos os outros jogadores do grupo. Mas me sinto obrigado a esperar até o último momento para definir os 11 titulares”, disse Gareca.

Desde que foi liberado da suspensão por doping para voltar a atuar, Guerrero participou de apenas dois amistosos dos peruanos. Em um deles, no empate por 0 a 0 contra a Suécia, teve atuação discreta, mas na vitória por 3 a 0 contra a Arábia Saudita, goleada pela Rússia na estreia do Mundial, o centroavante marcou dois gols e saiu de campo como o melhor jogador da partida.

Responsável por dirigir o peru no retorno do país a Copa do Mundo, Ricardo Gareca garantiu que seus comandados estão prontos para fazer uma boa estreia e um Mundial, quem sabe, surpreendente. “Nós estamos preparados, porque nos preparamos para isso. É claro que a ansiedade existe e sabemos que o país está torcendo por nós. Tomara que possamos seguir dando para eles toda a confiança que eles depositam em nós em todos os momentos”, ressaltou.

“A seleção vai dar tudo dentro de campo e teremos muita atitude. Tomara que também consigamos jogar bem a ponto de fazer futebolisticamente um bom papel, temos condições para isso. Mas as pessoas podem ficar tranquilas. Vamos enfrentar grandes equipes, mas temos condições de dar tudo dentro de campo”, finalizou Gareca.



O mistério acabou! Cerca de duas horas antes da estreia na Copa do Mundo, a Federação Egípcia de Futebol confirmou a escalação de Hector Cuper para a estreia da seleção em solo russo, diante do Uruguai, e o grande impacto se deu com a ausência de Mohamed Salah do time titular. Apesar da expectativa que rodeava o possível retorno do “Faraó”, o atacante acabou preservado e inicia no banco de reservas.

Aniversariante do dia, Salah era esperado entre os 11 iniciais na estreia também pelo comandante da seleção egípcia, que na última entrevista coletiva praticamente garantiu a presença de sua referência técnica.”Salah está muito bem. A recuperação está muito boa, ele vem recebendo atenção especial e treinou ontem conosco. Ainda falta o treino de hoje, mas creio que quase posso assegurar que está pronto para jogar, só se surgir o imprevisto de último momento”, disse.

Apesar de não divulgado, acredita-se que o imprevisto foi justamente a lesão que fez o atacante flertar com a possibilidade de não jogar o Mundial. O Uruguai como adversário, principal força do grupo, também pode ter pesado a favor do início no banco de reservas.

A seleção Celeste também confirmou sua escalação para a partida, mas os onze escolhidos por Oscar Tabárez não contam com nenhuma grande novidade. O time que vai a campo é o seguinte: Muslera, Guilhermo Varela, Godín, Giménez, Cáceres, Nandez, Vecino, Bentancur, Arrascaeta, Suárez e Cavani

 



Neymar é o atleta mais conhecido da Seleção Brasileira (Foto: Nélson Almeida/AFP)

Uma pesquisa organizada pelo Ibope mostrou que o jogador Neymar é o mais conhecido pela torcida brasileira. O estudo, organizado por uma ala do órgão especializada em celebridades, revelou o nível de conhecimento da população quanto aos jogadores e o técnico do Brasil.

Entre os atletas que compõem a delegação brasileira na Copa do Mundo, o ex-santista lidera com 97,3%, seguido de Thiago Silva (76%), Marcelo (72,5%), Gabriel Jesus (70,7%) e Willian (57,6%).

Tite também obteve um resultado expressivo na pesquisa, sendo conhecido por 89% dos entrevistados, ficando atrás somente de Neymar. Entre os que ficaram de fora, destaque para Daniel Alves, que atingiu a marca de 82% no estudo.

A pesquisa online entrevistou 2 mil pessoas e representa um universo de mais de 80 milhões de internautas com 16 anos ou mais nas cinco regiões do país. Foram avaliados além do nível de conhecimento, fatores como nível de interesse pela celebridade e mais 25 atributos específicos.

“Os jogadores da seleção desde sempre habitam o imaginário e admiração dos torcedores brasileiros e, além de suas performances em campo, também despertam enorme aspiração por serem influentes em ditar modismos e comportamentos”, explicou o diretor executivo do Ibope, José Colagrossi, que ainda completou.

“Neste contexto, as pesquisas especializadas em avaliação de atributos dos atletas permitem que os patrocinadores explorem com eficiência os valores nobres dos atletas, assim como suas forças e potenciais, conectando marcas e torcedores consumidores”, finalizou.



Crédito: Laurence Saubadu, Maria-Cecília Rezende/AFP

A seleção do Uruguai fará a sua estreia na Copa do Mundo de 2018 nesta sexta-feira, às 9 horas (de Brasília), no Estádio Central, em Ecaterimburgo, na Rússia, pela primeira rodada do Grupo A, que tem ainda os anfitriões russos e a Arábia Saudita. A Celeste tenta melhorar o desempenho de 2014, quando foi eliminada pela Colômbia nas oitavas de final. Já os egípcios voltam ao Mundial após ausência que já durava 18 anos.

Óscar Tabárez, treinador do Uruguai, conversou com seus jogadores sobre a importância desta estreia.

“Trata-se de um jogo que posso considerar chave, pois o Egito é um concorrente direto. Se ganharmos, vamos com certeza dar um passo significativo para conquistarmos a vaga nas oitavas de final”, disse o treinador mais velho dentre todos do Mundial, com 71 anos.

Comandado por Luis Suárez, o Uruguai quer estrear na Copa do Mundo com vitória (Foto: Miguel Rojo/AFP)

Os jogadores uruguaios esperam um duelo equilibrado. “O Egito tem jogadores que atuam em grandes ligas do futebol mundial e isso torna a partida de estreia muito complicada”, analisou Fernando Muslera, goleiro da Celeste.

Os africanos, dirigidos pelo argentino Héctor Cúper, acreditam que podem surpreender. “Somos um time muito competitivo e acredito que podemos enfrentar qualquer seleção de igual para igual. Não espero facilidades, porém, não vejo o jogo contra o Uruguai como impossível de ganharmos”, disse Cúper.

Em termos de escalação, a dupla de ataque é a maior esperança da seleção celeste. Luis Suárez, estrela do Barcelona, completa o estilo de jogo do centroavante Edinson Cavani, artilheiro do PSG.

Pelo lado do Egito, fica a expectativa pelas condições com que o astro Mohamed Salah estará em ação. O jogador, que lesionou o ombro esquerdo defendendo o Liverpool na final da Champions League, perdida para o Real Madrid, vai a campo, apesar do clima de mistério da seleção egípcia. É fato que Salah é o craque do time. Porém, a seleção do Egito conta com jogadores experientes, como o zagueiro Ahmed Hegazi e o meia Mohamed Elneny, do Chelsea.

O Egito conta com o craque Mohammad Salah para tentar surpreender (Foto: Anne-Christine Poujoulat/AFP)

Pelo regulamento da Copa do Mundo, as seleções se enfrentam dentro de seus respectivos grupos em turno único. Ao fim, as duas melhores colocadas avançam para as oitavas de final, enquanto que as demais voltam para casa.

FICHA TÉCNICA
EGITO X URUGUAI

Local: Estádio Central, em Ecaterimburgo (Rússia)
Data: 15 de junho de 2018 (sexta-feira)
Horário: 9h (de Brasília)
Árbitro: Bjorn Kuipers (Holanda)
Assistentes: Sander Van Roekel (Holanda) e Erwin Zeinstra (Holanda)

EGITO: El-Hadary; Ahmed Fathy, Ali Gabr, Ahmed Hegazi e Mohamed Abdel Shafy; Tarek Hamed, Mohamed Elneny, Abdallah Said, Marwan Mohsen (Mahmoud Trézéguet) e Mohamed Salah; Ahmed Hassan Kouka
Técnico: Héctor Cúper

URUGUAI: Fernando Muslera; Guillermo Varela, Diego Godín, José María Giménez e Martín Cáceres; Nahitan Nández, Matías Vecino, Rodrigo Bentancur e Giorgian De Arrascaeta; Edinson Cavani e Luis Suárez
Técnico: Óscar Tabárez



Lula está preso há dois meses, em Curitiba (Foto: Miguel Schincariol/AFP)

Luiz Inácio Lula da Silva vai dar seus pitacos nos jogos da Copa do Mundo. Sim, o ex-presidente segue preso em Curitiba, mas, nem a detenção o impedirá de comentar os jogos do Mundial.

O anúncio surpreendente foi feito pelo jornalista José Trajano, ex-Espn, âncora do “Papo com Zé Trajano” na TVT (TV dos Trabalhadores), essa mantida pelo Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e pelo Sindicato dos Bancários e Financiários de São Paulo, Osasco e Região.

Segundo explicou Trajano, apoiador assumido do ex-presidente da república, Lula vai escrever suas impressões e as aspas serão lidas e mostradas durante o programa, que vai ao ar se segunda a sexta, ao vivo, das 18h15 às 19h na TVT.

Para assistir aos jogos, Lula vai gozar do privilégio de ter um aparelho de televisão em sua cela. A TV está lá desde que sua prisão foi decretada, época em que Lula fez a solicitação para que pudesse, assim, acompanhar as partidas do Corinthians, seu time de coração.

Desde 7 de abril, Lula está preso na Polícia Federal, em Curitiba, em detrimento a condenação de 12 anos 1 mês pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do Tríplex do Guarujá.

CONFIRMADO: LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA VAI COMENTAR A COPA COM EXCLUSIVIDADEEstreia 2ª no "Papo com Zé Trajano".TVT , Canal 44,1 HDRádio Brasil Atual 98,9De segunda a sexta das 18h15 às 19.Aplicativo disponível na Play Store e AppStore

Posted by Ultrajano on Thursday, June 14, 2018



Ronald Matarrita deve precisar de 15 dias para se recuperar (Foto: Olga Maltseva/AFP)

A seleção da Costa Rica confirmou na noite dessa quinta-feira o corte do lateral esquerdo Ronald Matarrita. O jogador vinha sofrendo com uma lesão no músculo posterior da coxa direita e o tratamento, apesar de intensivo, não surtiu efeito. Sem tempo a perder, a federação costa-riquenha já anunciou a convocação de Kenner Gutiérrez para integrar o grupo na Copa do Mundo da Rússia.

“Ronald Matarrita vinha apresentando, há alguns dias, um desconforto na posterior do músculo da perna direita. Ele estava se tratando com medicamentos, tratamento com fisioterapia. Mas durante o treinamento de ontem de ontem, o jogador nos disse que não melhorava”, explicou Alejandro Ramírez, médico da seleção.

Matarrita, jogador do New York City, tem 18 jogos pela Costa Rica e dois gols marcados. Já Gutiérrez, que é zagueiro da Liga Desportiva Alajuelense, tem a experiência de ter defendido a seleção em nove oportunidades.

A Costa Rica está no grupo E, o mesmo do Brasil. A estreia da equipe está marcada para o próximo domingo, contra a Sérvia. No dia 22, o desafio será justamente contra os brasileiros. E o último compromisso válido pela primeira fase está marcado para o dia 27, frente aos suíços.



Ganhador de duas Copas do Mundo pela Seleção Brasileira, Ronaldo aprova a escalação de Gabriel Jesus como titular na Rússia. O ex-centroavante, admirador de Neymar, apostou ainda na possibilidade de ver o astro do Paris Saint-Germain à frente de Pelé na lista de artilheiros da equipe nacional.

“Eu vejo (Gabriel Jesus) muito bem, amadurecendo rápido. A passagem pelo City o fez amadurecer e ele se adaptou bem ao futebol inglês. É um garoto, mas que em campo se comporta como veterano. É altruísta, voluntarioso, ajuda na marcação e tem muita movimentação na frente. Acho que vai fazer uma boa Copa”, disse ao Sportv.

Autor de 10 gols em 17 partidas, Gabriel Jesus é o artilheiro da gestão Tite na Seleção Brasileira. Na opinião de Ronaldo, o jovem deve ser escalado como titular no Mundial da Rússia, apesar da boa temporada de Roberto Firmino, vice da Copa dos Campeões pelo Liverpool.

“Eu apostaria no Jesus, como o Tite tem feito na maioria dos jogos. O melhor cenário é manter o Firmino também motivado. Acho até que na cabeça do Tite isso está muito definido”, declarou Ronaldo, campeão na reserva em 1994 e como protagonista em 2002.

Além de elogiar Gabriel Jesus, o ex-jogador também foi generoso ao falar sobre Neymar, que tem os mesmos 55 gols de Romário na Seleção Brasileira, ficando atrás apenas de Pelé (95), Ronaldo (67) e Zico (66). Com apenas 26 anos, o atacante do PSG conta com a torcida do antecessor rumo ao topo.

“Tomara que ele possa me superar, superar o Pelé. Olha quanta coisa boa pode trazer se isso tudo acontecer. Vai acontecer. O Neymar tem uma ambição de gols. Não só de jogar bem, mas ele busca o gol sempre. Logo, logo, vai passar os que faltam”, declarou Ronaldo.



Cantor britânico Robbie Williams fez gesto obsceno durante cerimônia de abertura (Imagem: Reprodução)

O cantor Robbie Williams foi um dos protagonistas da cerimônia de abertura da Copa do Mundo da Rússia, realizada na manhã desta quarta-feira. Antes da goleada da seleção local sobre a Arábia Saudita, o artista britânico causou uma polêmica mundial no Estádio Luzhniki.

No final da canção “Rock DJ”, Williams exibiu o dedo do meio diante da câmera responsável pela transmissão oficial do evento. O gesto repercutiu mundialmente, com espectadores intrigados sobre as razões por trás da atitude do cantor de 44 anos de idade.

A simples presença de Robbie Williams na cerimônia de abertura da Copa do Mundo em Moscou foi contestada por muitos. Em 2016, o cantor lançou a música “Party like a russian” (Festeje como um russo), com trechos que podem ser associados a Vladimir Putin, presidente do país, algo que o artista nega.

Williams, conhecido por militar pela causa LGBT, também foi criticado por aceitar se apresentar em um país institucionalmente contrário à diversidade sexual. O evento ocorreu no momento em que as relações entre Reino Unido e Rússia estão estremecidas em função da recente morte de um ex-agente soviético em território inglês.

No Estádio Luzhniki, pouco antes de mostrar o dedo do meio, Williams resolveu mudar a letra de “Rock DJ”. Ao invés de “Most of them fleece me every night”, ele cantou “Most of them fleece me but I did this for free” (A maoria deles me vende, mas eu fiz isso de graça).

O cantor britânico não executou “Party Like A Russian”, mas os mais de 78 mil torcedores, entre eles o presidente Vladimir Putin, puderam festejar em grande estilo. Logo após a cerimônia de abertura, a seleção local goleou a Arábia Saudita por 5 a 0.

 



Escalado como titular da Rússia, o lateral direito Mario Fernandes participou da goleada sobre a Arábia Saudita na tarde desta quinta-feira, no Estádio Luzhniki. O ex-jogador do Grêmio admitiu que levava uma vida desregrada no Brasil e demonstrou arrependimento, mas se disse feliz por representar o país sede da Copa do Mundo.

“Quando eu jogava no Brasil, saía e bebia mesmo. É claro que me arrependo disso. Hoje em dia, não faço mais. Podem perguntar, nem conheço a noite da Rússia. Agora, sou um cara tranquilo”, afirmou o atleta ao passar pela zona de entrevistas do estádio em Moscou.

Em 2011, o então lateral do Grêmio chegou a ser convocado para defender a Seleção Brasileira pelo técnico Menezes, mas recusou o chamado e não se apresentou. Sete anos depois, preferiu não revelar as razões que motivaram sua decisão e reiterou que está satisfeito como jogador da Rússia.

“Se fosse hoje, certamente me apresentaria naquela ocasião. Não preciso dizer o motivo, mas me arrependi. Não é que eu queria estar lá. Sou brasileiro, mas a Rússia me abriu as portas e estou muito feliz”, afirmou o jogador do CSKA, aos 27 anos de idade.

O lateral direito nascido em São Caetano do Sul ficou orgulhoso com a goleada por 5 a 0 sobre a Arábia Saudita, gols de Gazinskiy, Cheryshev (2), Dzyuba e Golovin. Às 15 horas desta terça-feira, a Rússia volta a campo para enfrentar o Egito, em São Petersburgo.

“Sabíamos a importância de ganhar aqui e nos preparamos. Fizemos uma grande partida e merecemos o resultado. Eles não são um time fraco e quem fez a partida ficar fácil foi a Rússia. Estamos de parabéns pelo jogo que fizemos”, afirmou o lateral direito brasileiro.



Cada vez mais acirrada, a disputa pelo posto de centroavante só pode ser benéfica à Seleção Brasileira. A afirmação é de Gabriel Jesus, provável titular na estreia da Copa do Mundo, diante da Suíça, no próximo domingo, às 15 horas (de Brasília), em Rostov.

“É um benefício, porque hoje a Seleção tem dois centroavantes titulares e, assim como em todas as posições, a briga é sadia, que ajuda quem está jogando a evoluir. Quem está ali, esperando uma brecha, está chegando”, analisou o camisa 9, em entrevista coletiva, nesta quinta-feira.

Titular na maior parte da gestão Tite, o atacante do Manchester City teve a condição questionada neste ano, quando caiu de rendimento após sofrer uma lesão no joelho esquerdo. Enquanto isso, com boas atuações pelo Liverpool, Firmino colocou pressão ao marcar 27 gols em 54 jogos na temporada 2017/2018.

“Fico feliz que o Firmino venha bem. Ele fez uma excelente temporada, isso conta muito. Se eu tiver jogando, ele vai torcer. Se for ele, vou torcer também. Eu, particularmente, vou torcer para a Seleção. Se ele fizer gol, vou ficar muito feliz. Assim como sei que, se eu fizer o gol, todos vão ficar felizes também”, previu.

No entanto, como revelou vídeo vazado na internet, o Brasil deve estrear com Gabriel Jesus entre os titulares. Assim, se repetiria a escalação do amistoso contra a Áustria, com Alisson; Danilo, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro; Willian, Paulinho, Philippe Coutinho e Neymar; Gabriel Jesus.

Autor de 10 gols em 17 partidas, ficando à frente de Neymar (9) e Paulinho (7), o ex-Palmeiras é o artilheiro da era Tite. O jogador, entretanto, não considera o status como objetivo para o Mundial da Rússia, colocando as metas coletivas como prioridade.

“Claro que seria muito bom ser artilheiro, mas dou importância maior para o coletivo. Estou ali para fazer gol, claro, mas minha meta é outra. O meu foco é outro: é ajudar a equipe de alguma forma, sendo com gols, assistência ou carrinho. O nosso foco é o coletivo, que, funcionando bem, o individual vai aparecer”, concluiu.