Alemanha se mostra contra expansão da Copa do Mundo

São Paulo, SP

05-01-2017 16:40:55

Gianni Infantino, presidente da FIFA, já demonstrou diversas vezes a sua intenção de expandir a Copa do Mundo, aumentando o número de 32 para 48 participantes. O executivo disse até que tinha amplo apoio das federações, contudo a Alemanha não está no grupo que apoia essa mudança.

Nesta quinta-feira, Reinhardt Grindel, presidente da Federação Alemã de Futebol (DFB), defendeu a manutenção do atual formato da Copa do Mundo.

“Não se deve forçar nenhuma decisão”, disse Grindel em entrevista publicada no site da Federação Alemã, considerando ainda que nenhuma proposta deve ser adotada na próxima reunião do conselho da entidade máxima do futebol, que será realizada na semana que vem.

O responsável pelo futebol alemão ainda recordou o discurso e o compromisso de transparência feito por Infantino e defendeu que o assunto seja discutido no congresso que será realizado em maio. Grindel ainda utilizou como justificativa o fato de todas as propostas apresentadas terem “falhas significativas”.

O ex-craque Karlheinz Rummenigge, hoje presidente do conselho diretivo do Bayern de Munique e da Associação Europeia de Clubes, também se mostrou contra a proposta de expansão no passado.

Deixe seu comentário