Copa do Brasil

Maracanã | 17/04/2019

Futebol/Copa do Brasil

Fluminense vence Santa Cruz no Maracanã em jogo de ida pela Copa do Brasil

Gazeta Press - Rio de Janeiro , RJ
17/04/2019 23:33:48

Em: Copa do Brasil, Fluminense, Futebol, Santa Cruz

O Fluminense saiu na frente no duelo com o Santa Cruz, pela Copa do Brasil. Em partida disputada na noite desta quarta-feira, no Maracanã, o Tricolor das Laranjeiras venceu por 2 a 0 e pode perder até por um gol de diferença no jogo da volta, que acontecerá na próxima semana no Arruda, para passar à próxima fase da competição nacional.

Os gols do Tricolor das Laranjeiras foram marcados por Gilberto e Luciano, ambos no primeiro tempo. O jogo marcou o retorno do atacante Pedro depois de oito meses de inatividade por conta de uma grave lesão. Pedro foi saudado com muita festa pela torcida carioca, mas mostrou falta de ritmo, concluindo apenas duas vezes durante o tempo em que esteve em campo.

O Fluminense começou a partida de forma alucinante e poderia ter estabelecido uma vantagem maior, principalmente no primeiro tempo, quando concluiu 14 vezes ao gol e manteve o adversário concentrado na defesa sem qualquer poder de ataque. O Santa Cruz só conseguiu chutar para o gol defendido por Rodolfo no segundo tempo, quando o time coral melhorou a marcação e tornou a partida um pouco mais equilibrada, embora não tenha conseguido criar chances reais de gol..

O jogo

O Fluminense começou alucinante e, logo aos 18 segundos, desperdiçou uma grande chance para marcar. Após lançamento na área, o goleiro Anderson deu rebote e Yony González, na pequena área, bateu para fora.

O Tricolor das Laranjeiras tocava a bola em busca de espaços na defesa do Santa Cruz, enquanto a equipe pernambucana parecia assustada com a pressão do adversário. Aos três minutos, Allan arriscou e a bola encobriu o travessão defendido por Anderson.

O time dirigido por Fernando Diniz tocava a bola na entrada da área do Santa Cruz e, aos oito minutos, Everaldo fez boa jogada pela esquerda e cruzou fechado, mas o goleiro Anderson fez boa defesa.

Aos dez minutos, após cruzamento na área, Yony González concluiu para fora. Logo depois, Luciano recebeu na entrada da área e tentou colocar, mas a bola saiu, sem levar perigo para o gol defendido por Anderson.

O Santa Cruz não conseguia armar uma jogada sequer de ataque e Pipico, isolado na frente, quase não participava do jogo.

Aos 18 minutos, o domínio do Fluminense finalmente se transformou em gol. A bola foi lançada para Yony González que fez o passe para a conclusão de Gilberto. O chute do lateral desviou em Charles e enganou o goleiro Anderson.

Só aos 25 minutos é que o Tricolor do Arruda chegou, pela primeira vez, na área carioca, em cobrança de escanteio, mas a defesa aliviou o perigo sem problemas.

O Fluminense ampliou aos 29 minutos. Após troca rápida de passes, Gilberto, de calcanhar, deixou para Luciano colocar no ângulo de Anderson.

Inteiramente desnorteado, a equipe do Santa Cruz quase sofreu o terceiro gol aos 34 minutos, mas o goleiro Anderson defendeu dois chutes seguidos de Luciano. Na terceira chance, o atacante do tricolor carioca mandou para fora.

Aos 40 minutos, Everaldo arrancou desde a sua intermediária, se livrou da marcação, mas bateu fraco, sem problemas para o goleiro Anderson.

O Fluminense voltou para o segundo tempo com o estreante meia Léo Arthur na vaga do volante Airton. E recomeçou com o mesmo toque de bola, envolvendo o adversário que tentava marcar de forma mais intensa para tentar recuperar a bola.

Logo aos seis minutos, o atacante Yony González sentiu dores no tornozelo esquerdo após dividida com Pipico e pediu para sair. Pedro entrou em seu lugar causando grande vibração na torcida, uma vez que não entrava em campo há oito meses por força de uma grave lesão no joelho. Logo depois foi a vez de Ganso que sentiu dores na coxa esquerda e deixou o campo para a entrada de Dodi.

Ao contrário do que aconteceu no primeiro tempo quando não conseguiu concluir um ataque sequer, o Santa Cruz voltou melhor, tocando a bola com mais velocidade e travando um duelo equilibrado.

Depois de ter queimado as três substituições, o técnico Fernando Diniz quando viu Luciano cair no chão e pedir atendimento. O atacante acabou voltando com uma proteção na coxa.

Aos 20 minutos, Pipico arrancou pela defesa tricolor e a bola acabou sobrando para Luiz Felipe que bateu rasteiro, mas Rodolfo fez a defesa. O time pernambucano continua atuando com mais intensidade e depois de receber de Pipico na área, Augusto teve seu chute bloqueado dentro da área.

Aos 27 minutos, Pedro recebeu na entrada da área e arriscou sei primeiro chute, mas Anderson defendeu com segurança. Dois minutos depois, Everaldo fez grande jogada e bateu forte, mas teve seu chute desviado e a bola saiu para escanteio.

Logo depois, Luciano colocou a bola nas redes do Santa Cruz, mas teve o lance anulado por impedimento, embora o atacante estivesse em condição legal. Aos 37 minutos, o Santa Cruz cometeu falta na entrada da área. Pedro assumiu a cobrança e chutou forte, mas a bola passou perto da trave esquerda do goleiro Anderson.
Nos minutos finais, com a vitória garantida, o Fluminense passou a prender a bola para gastar o tempo, enquanto o Tricolor do Arruda se mostrava conformado com o resultado.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE-RJ 2 X 0 SANTA CRUZ-PE

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 17 de abril de 2019 (Quarta-feira)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e Ciro Chaban Junqueira (DF)
Cartão Amarelo: Luciano (Flu); Marcos Martins (SC)
Gols:
FLUMINENSE: Gilberto, aos 18 e Luciano aos 29 minutos do primeiro tempo
FLUMINENSE: Rodolfo, Gilberto, Nino, Matheus Ferraz e Caio Henrique; Aírton (Léo Arthur) , Allan e Paulo Henrique Ganso (Dodi); Luciano, Yony González (Pedro) e Everaldo
Técnico: Fernando Diniz
SANTA CRUZ: Anderson, Marcos Martins, João Victor, William Alves e Carlos Renato; Charles, Ítalo Henrique e Allan Dias (Diego Lorenzi); Dudu (Luiz Felipe), Pipico e Augusto (Elias Carioca)
Técnico: Leston Júnior