Copa do Brasil

Arena da Baixada | 4/9/2019 - 19:0

Futebol/Copa do Brasil

Athletico-PR faz 2 a 0, elimina o Grêmio nos pênaltis e vai à final da Copa do Brasil

São Paulo , SP
04/09/2019 21:24:13 — 05/09/2019 08:40:25

Em: Athletico-PR, Copa do Brasil, Grêmio, Notícias

Em um jogo frenético, o Athletico-PR conquistou a vaga na final da Copa do Brasil de 2019 durante a noite desta quarta-feira. Após perder por 2 a 0 em Porto Alegre, a equipe de Tiago Nunes, empurrada pelo caldeirão chamado Arena da Baixada, amassou o Grêmio, devolveu o placar com gols de Nikão e Marco Ruben e levou a decisão para os pênaltis. Na marca da cal, Santos defendeu a cobrança de Pepê, a última depois de todos converterem, e colocou o Furacão na decisão.

Desse modo, o Athletico, vice-campeão em 2013, segue almejando a inédita taça. Agora, a equipe de Tiago Nunes enfrenta o Internacional, que eliminou o Cruzeiro sem maiores dificuldades, pelo título. Os mandos serão definidos nesta quinta-feira.

Além da oportunidade de escrever o nome na história, o torneio proporciona uma premiação milionária. Ademais aos R$ 12 milhões já recebidos até a semifinal, o vencedor embolsa outros R$ 52 milhões. O vice leva mais R$ 21 milhões.

O Grêmio, por sua vez, cai na primeira competição de mata-mata no ano. Campeão estadual, o time de Renato Gaúcho direciona suas atenções para a Copa Libertadores, onde enfrenta o Flamengo na semifinal, além do Campeonato Brasileiro, competição em que ocupa apenas a 11ª colocação, com 22 pontos.

Intenso, Athletico-PR sai na frente no primeiro tempo

Em um começo de partida frenético e brigado, o Athletico-PR se safou de um pênalti. Após cobrança de escanteio, Pedro Geromel cabeceou e a bola foi em direção ao braço de Wellington, que aparentava estar com um olho fechado no momento do toque. Avisado pelo VAR, o árbitro de campo utilizou o recurso de vídeo, mas optou por não assinalar a infração.

Sem se abater com o susto, o Furacão manteve o ritmo alucinante e abriu o placar aos 16 minutos. Com o lateral-direito Leonardo fora por lesão, Rony caiu pelo setor defensivo do Grêmio e cruzou para trás. Bruno Guimarães carimbou no travessão e Nikão, no rebote, mandou para as redes, transformando a Arena da Baixada em um caldeirão.

Aproveitando a empolgação de sua torcida e um Grêmio abalado, os paranaenses encurralaram o adversário na defesa e seguiram pressionando por toda a primeira etapa. Apesar da superioridade, o time da casa não voltou a construir chances claras de gol para aumentar a vantagem.

Athletico-PR faz mais um e leva a decisão para os pênaltis

O cenário não poderia ser melhor para o Furacão no início da etapa complementar. Logo aos três minutos, Rony, sempre ele, foi acionado pela esquerda e cruzou para a área, onde Marco Ruben se antecipou a Pedro Geromel e cabeceou com estilo para marcar mais um em favor dos mandantes.

Com o 2 a 0 contra e a partida indo para os pênaltis, o Grêmio adiantou a linha de marcação, foi para o ataque e acabou contragolpeado. Depois de Matheus Henrique perder a bola, Léo Cittadini arrancou e foi brecado com violência por Kannemann. Sem precisar nem consultar o VAR, o árbitro expulsou direto o zagueiro gremista.

Diante desse cenário, Renato Gaúcho sacrificou André e colocou David Braz para recompor o sistema defensivo. O defensor, inclusive, proporcionou uma empolgação momentânea ao torcedor quando marcou de cabeça. O árbitro de vídeo, porém, entrou em ação e anulou o tento por impedimento.

Tiago Nunes, por outro lado, avançou a equipe ao tirar o volante Wellington e colocar o atacante Marcelo Cirino. Apesar da postura ofensiva e dominante, o Athletico quase foi surpreendido nos minutos finais, quando David Braz fez boa jogada e cruzou para a área, local em que Marco Ruben mandou contra o patrimônio e viu Santos salvar sua pele, levando a decisão para os pênaltis.

Na marca da cal, o Furacão vai à final

Nos pênaltis, Bruno Guimarães, Lucho González, Nikão, Marcelo Cirino e Marco Ruben fizeram para o Athletico-PR, enquanto Rafael Galhardo, David Braz, Alisson e Matheus Henrique converteram para o Grêmio. Na última cobrança, Pepê parou em Santos, que colocou o Furacão na final da Copa do Brasil pela segunda vez na história.

FICHA TÉCNICA
ATHLETICO-PR 2(5)x(4)0 GRÊMIO

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 4 de setembro de 2019 (quarta-feira)
Horário: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes (RJ)
Assistentes: Kleber Lucio Gil (SC) e Bruno Raphael Pires (GO)
VAR: Braulio da Silva Machado (SC)
Cartões amarelos: Marco Ruben, Marcelo Cirino e Lucas Halter (CAP). Rômulo (GRE)
Cartão vermelho: Kannemann (GRE)

ATHLETICO-PR: Nikão, aos 16 minutos do 1°T, e Marco Ruben, aos cinco minutos do 2°T.

ATHLETICO-PR: Santos; Khellven, Robson Bambu, Lucas Halter e Márcio Azevedo; Wellington (Marcelo Cirino), Léo Cittadini (Lucho González) e Bruno Guimarães; Nikão, Rony (Vitinho) e Marco Ruben.
Técnico: Tiago Nunes

GRÊMIO: Paulo Victor; Leonardo (Rafael Galhardo), Geromel, Kannemann e Cortez; Matheus Henrique, Rômulo, Alisson, Jean Pyerre (Thaciano) e Pepê; André (David Braz).
Técnico: Renato Gaúcho




  • Jmqrz

    O Portalupi esta reclamando do juiz???? A gauchada esta doida……. KKKKKKKK

  • Meu fax, minha vida

    O IMORTAL MORREU, MAS MATOU O SEM MUNDIAL KKKKKKKKKKKKKK. 40.000 SUÍNOS SEM MUNDIAL CHORANDO. REPRISE DA FINAL DO PAULISTA 2018 KKKKKKKKKKKKKK. PARA SEMPRE NA HISTÓRIA KKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Escalação
Athletico-PR

Santos


Khellven


Lucas Halter


Robson Bambu


Marcio Azevedo


Bruno Guimarães


Léo Cittadini


Wellington


Nikão


Marco Rubén


Rony


Marcelo Cirino


Vitinho


Lucho González


Tec - Tiago Retzalff Nunes
Grêmio

Paulo Victor


Leonardo Gomes


Geromel


Kannemann


Bruno Cortez


Matheus Henrique


Rômulo


Jean Pyerre


Alisson


Pepê


André


Rafael Galhardo


David Braz


Thaciano


Renato Portaluppi - Tec

Posse de bola

68%
32%
Corinthians
Santos
999
Corinthians

Passe

999
Santos
999
Corinthians

Finalização

999
Santos
999
Corinthians

Cruzamento

999
Santos
999
Corinthians

Desarme

999
Santos

Faltas

24
COR
×
15
SAN

Impedimentos

24
COR
×
15
SAN

Cartões amarelos

24
COR
×
15
SAN

Cartões vermelhos

24
COR
×
15
SAN

Estatísticas de jogadores

Corinthians

LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner

Santos

LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
Estatísticas de jogadores