Gazeta Esportiva

Presidente e técnico do Barcelona reconhecem superioridade do Atlético e pregam foco

São Paulo, SP

14/04/16 | 10:10

Foto: LLUIS GENE/AFP
Após temporada de estreia quase perfeita, Luis Enrique não poderá defender o título da Liga dos Campeões de 2014/15 (Foto: Lluis Gene/AFP)

Logo após a eliminação nas quartas de final da Liga dos Campeões, o presidente do Barcelona, Josep Maria Bartolomeu, diminuiu a polêmica sobre um suposto pênalti não marcado para sua equipe, já no fim da partida, e parabenizou os rivais do Atlético de Madrid.

“Era pênalti, mas não podemos culpar o árbitro pela eliminação. O Atlético de Madrid foi um grande rival. A eliminação é uma pena, agora temos que nos concentrar no Campeonato Espanhol e na Copa do Rei”, declarou o dirigente, diminuindo a culpa do árbitro italiano Nicola Rizzolli.

Com uma queda de produção visível na segunda metade da temporada, o Barcelona deixou a larga folga na liderança do Campeonato Espanhol cair para apenas três pontos. Na competição nacional, a equipe catalã não vence há três jogos, sendo um empate com o Villareal e duas derrotas para Real Madrid e Real Sociedad.

Após o jogo, o técnico Luis Enrique assumiu toda a responsabilidade da derrota, mas, assim como Bartolomeu, pregou manter o foco nos títulos ainda em disputa pelo Barça. "A culpa é 100% minha, porque sou o treinador. No início do jogo, não esperava que o Atlético fosse estar tão tranquilo, recolhido no meio de campo. Esperava mais intensidade. Tudo deu certo para eles, eles aproveitaram um erro nosso para abrir o placar e depois fizeram o que fazem de melhor, defender no próprio campo", afirmou.

"Faltou profundidade, não fomos lúcidos e não criamos lances de perigo. Precisamos aceitar a derrota. Temos um dos calendários mais pesados da Europa, mas não acho que sofremos fisicamente. Ainda temos a possibilidade de ganhar duas competições (Liga Espanhola e Copa do Rei).Todos nós temos que melhorar, eu em primeiro lugar", completou o treinador.

Grande centro do time e em busca do 500º gol na carreira, o argentino Lionel Messi tem sua maior sequência de jogos em branco desde 2010: são cinco jogos sem marcar pelo Barcelona, com o último tento anotado na partida de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões, contra o Arsenal, no dia 16 de março.

Deixe seu comentário