Campeonato Catarinense

×
| // - :

Futebol/Campeonato Catarinense

Nos pênaltis, Avaí bate Chapecoense e se sagra campeão catarinense

São Paulo , SP
21/04/2019 18:20:55 — 21/04/2019 18:31:55

Em: Avaí, Campeonato Catarinense, Chapecoense, Futebol, Notícias

O Avaí é campeão catarinense de 2019. Em clássico contra a Chapecoense, neste domingo, na Ressacada, o Leão da Ilha derrotou a equipe do oeste de Santa Catarina nas penalidades após empate por 1 a 1 no tempo regulamentar, e se sagrou campeão estadual pela 17ª vez em sua história.

O Leão volta a faturar o Campeonato Catarinense pela primeira vez desde 2012, a segunda conquista da década para o clube da Ressacada.

Avaí faturou seu 17º título estadual nos pênaltis (Foto: Frederico Tadeu/Avaí FC)

Em jogo muito disputado, Régis abriu a contagem para os visitantes com um golaço no fim da primeira etapa. O Avaí passou a pressionar mais na segunda etapa e chegou ao empate com o lateral Alex Silva, aos 30.

Nas penalidades, os mandantes cobraram com precisão e acertaram todas as quatro cobranças realizadas. Do outro lado, o Leão contou com uma defesa do goleiro Vladimir, na batida de Aylon, e com o erro de Bruno Pacheco para faturar a taça.

A decisão 

Sem grandes chances de balançar o placar, o clássico foi marcada pelo equilíbrio das duas equipes, que se anularam durante a maioria dos 90 minutos. Na primeira etapa, os mandantes começaram assustando com boa jogada de João Paulo, aos 25 minutos, que lançou Pedro Castro mas Tiepo chegou antes para evitar o gol.

Aos 41 minutos, Régis abriu a contagem para a Chapecoense com um belo gol. O atacante meio-campista dominou a bola na intermediária, avançou, percebeu que não tinha ninguém ao seu redor e não pensou duas vezes. O camisa 83 bateu firme e acertou o ângulo direito do gol de Vladimir para anotar um golaço. 1 a 0 Chape na Ressacada.

Cria da base da Chape, Régis havia entrado em campo pelo estadual quatro vezes e ainda não havia balançado as redes. Com muita categoria, o atacante de 21 anos marcou o seu primeiro gol como atleta profissional na decisão do Catarinense.

No início do segundo tempo, os mandantes quase empataram a partida, ainda aos cinco minutos. João Paulo recebeu livre e bateu na saída do goleiro Tiepo mas o zagueiro Douglas estava bem colocado e conseguiu tirar a bola antes dela cruzar a meta.

Aos 30, o Avaí chegou ao empate em uma jogada inusitada. Pela direita, o meio-campista Luan Pereira, que entrou no decorrer da decisão, cruzou. A bola atravessou toda a área e achou o lateral-esquerdo do Leão, Alex Silva, que venceu a concorrência dos defensores da Chape e empurrou para o gol sem chance para Tiepo.

Aos 44 minutos, os mandantes tiveram uma última chance para desempatar a decisão no tempo normal. André Moritz levantou bola na área em cobrança de falta e Getúlio cabeceou firme no meio da área, mas Tiepo foi buscar no canto direito e fez grande defesa para levar a decisão para as penalidades.

Nos pênaltis, o Avaí acertou suas quatro cobranças com João Paulo, Luan Pereira, Pedro Castro e Jones Carioca  e contou com a defesa do goleiro Vladimir na batida de Aylon e no erro de Bruno Pacheco para se sagrar campeão catarinense de 2019.

FICHA TÉCNICA
AVAÍ 1(4)X(2)1 CHAPECOENSE

Local: Ressacada, Florianópolis (SC)
Data: 21 de abril de 2019 (Domingo)
Horário: 16h00 (horário de Brasília)
Árbitro: Bráulio da Silva Machado
Assistentes: Helton Nunes e Alex dos Santos
VAR: Rafael Traci

Gols: Régis, aos 41 minutos do primeiro tempo (Chapecoense) e Alex Silva, aos 30 minutos do segundo tempo (Avaí)
Pênaltis: João Paulo, Luan Pereira, Pedro Castro e Jones Carioca converteram para o Avaí; Gustavo Campanharo e Rafael Pereira converteram para a Chapecoense. 
Cartões amarelos
: João Paulo, André Moritz e Luan Pereira (Avaí); Gustavo Campanharo, Amaral e Everaldo (Chapecoense)

AVAÍ: Vladimir; Alex Silva, Marquinhos Silva, Betão e Iury; Mosquera (André Moritz), Pedro Castro e Gegê (Luan Pereira); João Paulo, Brizuela (Jones Carioca) e Getúlio.
Técnico: Geninho.

CHAPECOENSE: Tiepo; Eduardo (Rafael Pereira), Gum, Douglas e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Elicarlos (Lourency) e Gustavo Campanharo; Régis (Amaral), Everaldo e Aylon.
Técnico: Ney Franco.

Além dos 90 minutos

Ads – Rodapé Posts




Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escalação
Ainda não há informações
Tec -
- Tec

Posse de bola

68%
32%
Corinthians
Santos
999
Corinthians

Passe

999
Santos
999
Corinthians

Finalização

999
Santos
999
Corinthians

Cruzamento

999
Santos
999
Corinthians

Desarme

999
Santos

Faltas

24
COR
×
15
SAN

Impedimentos

24
COR
×
15
SAN

Cartões amarelos

24
COR
×
15
SAN

Cartões vermelhos

24
COR
×
15
SAN

Estatísticas de jogadores

Corinthians

LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner

Santos

LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
Estatísticas de jogadores