Futebol/Copa Libertadores

Martín Silva revela pacto por Libertadores e exalta goleada em marca

GPRESS - Rio de Janeiro , RJ
01/02/2018 13:00:04

Em: Campeonato Carioca, Libertadores, Vasco
Martín Silva completa 200 jogos e revela prioridade pela Libertadores (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco)

Rio de Janeiro (RJ) – O Vasco começou muito bem a Libertadores ao golear o Universidad Concepción, do Chile, por 4 a 0, fora de casa, no duelo de ida da segunda fase. O goleiro Martín Silva, capitão da equipe no jogo, destacou que o elenco se uniu para que os problemas externos não atrapalhassem a preparação para a competição.

“Nós nos fechamos. Falamos internamente que os problemas não poderiam atrapalhar. Tínhamos lutado muito para conseguir essa vaga e queríamos desfrutá-la, chegar o mais longe possível na fase de grupos. Dentro de campo é o único lugar que podemos ser felizes, levar essa alegria pelo que fazemos. Ninguém pode nos atrapalhar”, disse.

O arqueiro teve outro motivo para comemorar: chegou à marca de 200 jogos com a camisa cruz-maltina. “Fizemos um bom jogo. Sabemos que marcar quatro gols fora de casa não é fácil. Isso nos dá confiança, mas sem tirar os pés do chão. Começamos com o pé direito. Acho que, por tudo isso, foi o cenário ideal para comemorar esta marca”, declarou.

O Vasco volta a campo neste domingo, pelo Campeonato Carioca, contra o Volta Redonda. Os cruz-maltinos precisam vencer e torcer por outros resultados para avançar às semifinais da Taça Guanabara.

No entanto, o técnico Zé Ricardo pode optar por escalar uma equipe alternativa para o jogo pelo estadual visando a partida de volta pela Libertadores, na próxima quarta-feira, contra o mesmo Universidad. Martín Silva adiantou que a prioridade do Vasco é chegar à fase de grupos da competição sul-americana.

“O Carioca não é a nossa prioridade. O time está arrumando aos poucos, ainda temos jogadores chegando. Vamos com tranquilidade. O primeiro objetivo desse semestre é entrar na fase de grupos. Se a gente passar, ainda tem outra pedra no caminho, que é um time da Bolívia”, finalizou.