Gabigol perde pênalti, e Flamengo e Vasco ficam no zero a zero pelo Carioca - Gazeta Esportiva
Gabigol perde pênalti, e Flamengo e Vasco ficam no zero a zero pelo Carioca

Gabigol perde pênalti, e Flamengo e Vasco ficam no zero a zero pelo Carioca

Gazeta Esportiva

Por Gazeta Press

04/02/2024 às 21:18

Rio de Janeiro, RJ

O primeiro clássico do Campeonato Carioca terminou sem gols. Vasco e Flamengo ficaram no zero a zero neste domingo, no Maracanã, pela sexta rodada do Estadual. O zagueiro Léo Pereira e o goleiro Léo Jardim, que pegou pênalti de Gabigol no fim do jogo, foram fundamentais para o placar não ser alterado.

Com o empate, Vasco e Flamengo agora têm nove pontos. O Rubro-Negro, com um jogo a menos, está na sexta colocação, uma posição acima do rival, por uma vantagem no saldo de gols.

O Flamengo tem mais um clássico pela frente e enfrenta o Botafogo, nesta quarta-feira, às 21h30 ( de Brasília), no Maracanã. Já o Vasco enfrenta o Audax-RJ, nesta quinta-feira, às 21h15, na Arena da Amazônia.


O clássico entre Vasco e Flamengo


Tite teve de lidar com o desfalque de Ayrton Lucas no Flamengo. O lateral-esquerdo, com quadro de gastroenterite, foi baixa no clássico. Como Viña ainda não tem condições de jogo, o técnico improvisou Varela na esquerda e colocou Wesley na lateral direita. Fabrício Bruno, Everton Cebolinha e Pedro voltaram ao time titular. Eles foram poupados contra o Sampaio Corrêa-RJ.

A primeira investida de mais perigo foi do Flamengo. Aos 4 minutos, Varela cruzou da esquerda e encontrou Arrascaeta na área. Léo Jardim defendeu com segurança a cabeçada do uruguaio.  O técnico Ramón Díaz precisou fazer alteração no Vasco logo aos 9 minutos. Jair, que havia sofrido falta pouco antes, não conseguiu continuar no jogo e deu lugar a Mateus Carvalho.

O clássico, então, ficou sem tanta emoção. Embora com mais posse de bola, o Flamengo não conseguia criar — pecava nos passes decisivos. O Vasco, que buscava os contra-ataques, também sofria para encaixar os contragolpes.

Aos 35, Cebolinha arriscou do meio de campo na tentativa de surpreender Léo Jardim, que estava adiantado, mas o goleiro voltou a tempo e fez a defesa com segurança. O Vasco quase abriu o placar aos 44 minutos, na melhor chance da primeira etapa. Piton cruzou da esquerda e Vegetti cabeceou. Léo Pereira, praticamente em cima da linha, salvou o Flamengo. Com isso, o clássico foi para o intervalo empatado sem gols.

O Flamengo voltou para o segundo tempo com camisa branca. Aos 7 minutos, Léo Pereira emendou um voleio, após rebote de escanteio, e mandou por cima. Léo Pereira fez milagre novamente aos 13 minutos. Após cruzamento da esquerda, Rossi falhou. A bola sobrou para Vegetti. Léo, então, salvou quase que em cima da linha. A bola ainda bateu na trave e novamente o zagueiro salvou.

Aos 17, o Flamengo desceu bem pela direita. O cruzamento de Wesley desviou e obrigou Léo Jardim a mandar para escanteio. Tite, aos 20 minutos, fez as primeiras mudanças no Fla. Ele colocou Bruno Henrique e Gabigol. Saíram Cebolinha e Pedro. Ramón Díaz promoveu a estreia de Adson e também colocou Rojas. David e Medel deixaram o gramado.

O Flamengo levou perigo aos 27. De La Cruz deu um bolão para Gabigol, que parou em Léo Jardim. A arbitragem, contudo, marcou impedimento. A posição aparentou ser legal. Aos 41, Arrascaeta recebeu de Gerson e foi derrubado em cima da linha da área por João Victor. Pênalti. Gabigol cobrou no canto inferior direito e Léo Jardim caiu para defender. Assim, o duelo terminou sem gols.

FICHA TÉCNICA
VASCO 0 X 0 FLAMENGO

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 04/02/2024, domingo
Horário: 19h (de Brasília)
Público: 56.318 torcedores
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães
Assistentes: Luiz Cláudio Regazone e Gustavo Mota Correia
VAR: Rodrigo Nunes de Sá

Cartão amarelo: Léo, David, Payet, Mateus Carvalho, Paulo Henrique e João Victor (Vasco) e Erick Pulgar e Gerson (Flamengo)

Gol: Não houve gols

VASCO: Léo Jardim; João Victor, Medel (Rojas) e Léo; Paulo Henrique, Zé Gabriel, Jair (Mateus Carvalho), Payet e Lucas Piton; David (Adson) e Vegetti.
Técnico: Ramón Díaz.

FLAMENGO: Rossi; Wesley, Fabrício Bruno, Léo Pereira e Varela; Erick Pulgar, Gerson, De La Cruz (Luiz Araújo) e Arrascaeta; Everton Cebolinha (Bruno Henrique) e Pedro (Gabigol).
Técnico: Tite.

Conteúdo Patrocinado