Futebol/Série B

Vasco perde em casa para o CRB e vê liderança ficar mais longe

Gazeta Press - Rio de Janeiro , RJ
15/10/2016 18:47:42 — 15/10/2016 18:52:51

Em: Brasileiro Série B, CRB, Futebol, Notícias, Vasco

O Vasco foi surpreendido pelo CRB na tarde deste sábado, em São Januário, e saiu de campo derrotado por 2 a 1. Zé Carlos (2) e Éderson marcaram os gols do jogo válido pela 31ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Com mais uma atuação fraca, o Vasco manteve a irreularidade no segundo turno da Série B, e viu a liderança da tabela se afastar mais ainda. Com três derrotas nos últimos cinco jogos, o Vasco se manteve na segunda posição com 54 pontos, mas viu o líder Atlético-GO vencer na rodada e abrir 4 pontos na frente.

Já o CRB ganhou duas posições e é o oitavo com 46 pontos, três a menos que o Bahia, o último colocado no grupo que conquistará o acesso à Série A do Brasileirão em 2017.

Na próxima rodada, o Vasco encara o Paraná no Kleber Andrade, em Cariacica (ES), no próximo sábado. No mesmo dia, o CRB recebe o Joinville.

(Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)
O Vasco foi derrotado em casa pelo CRB (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

O jogo – Diante de sua torcida, o Vasco iniciou o jogo buscando o ataque e tentando pressionar o CRB. A equipe alagoana limitou-se a se defender na maior parte da primeira etapa, mas os cariocas, apesar do amplo domínio das ações, não conseguiram mostrar a intensidade necessária.

Os primeiros 45 minutos transcorreram em ritmo lento. O Vasco chegou mais, especialmente na primeira meia hora de bola rolando, mas não conseguiu chegar ao gol.

Aos seis, Nêne abriu para Éderson avançar pela esquerda, o atacante chegou na área, cortou para dentro e devolveu para Nenê. O meia arriscou belo chute e Juliano voou para espalmar pela linha de fundo. Andrezinho cobrou o escanteio e Madson cabeceou para o chão. A bola passou perto da trave direita e foi para fora.

Em novo escanteio pela direita aos dez minutos, Andrezinho levantou na área, Zé Carlos cortou de cabeça. No rebote, a bola ficou com Rodrigo na intermediária e o zagueiro soltou a bomba no canto direito de Juliano. Mas o goleiro estava atento fez nova boa defesa.

Outro lance de grande perigo aconteceu aos 16. Da ponta esquerda, Éderson, não se sabe se tentou cruzar ou chutar direto, mandou por cobertura e quase acertou o ângulo oposto de Juliano, que ainda conseguiu tocar na bola com a ponta dos dedos.

O gol não saia e o Vasco foi caindo de produção, deixando a torcida irritada. A postura não demorou a ser castigada: aos 37, Marcos Martins avançou pela direita, e da intermediária cruzou e encontrou Zé Carlos na outra ponta, dentro da área. O atacante ‘gordinho’ do CRB matou na coxa e chutou cruzado no canto esquerdo de Martín Silva, e fez CRB 1 a 0.

O Vasco tentou responder aos 39 em jogada rápida de Nenê pela esquerda. O mei cruzou na marca do pênalti para Éderson tocar de primeira para defesa sensacional de Juliano. O lance, porém, foi paralizado e o impedimento do atacante vascaíno anotado.

O prejuízo do Vasco aumentou antes do intervalo, quando aos 48 minutos Gerson Magrão ganhou de Luan na corrida pelo lado esquerdo e cruzou no segundo pau e achou Zé Carlos. O atacante subiu livre e cabeceou para o fundo das redes.

O Vasco voltou para o segundo tempo com duas modificações. Júnior Dutra e Yago Pikachu entraram nos lugares de Fellype Gabriel e Thalles.

O jogo ganhou em movimentação, mas o Vasco claramente perdeu a organização que tinha no primeiro tempo. A pressão em busca do gol se deu de forma desorganizada e na base do abafa. Já o CRB continuou a levar perigo em várias ocasiões.

Aos 16, grande chance para o Cruz-Maltino. Pressão na área do CRB, Madson chega atrasado numa bola, ela sobra para Nenê, que cruza da direita, a zaga rebate. Diguinho coloca na área, Pikachu toca para Éderson livre, mas o atacante chuta mal e a bola passa por cima do travessão.

O CRB respondeu no minuto seguinte. Zé Carlos recebeu livre na esquerda, entrou na área e tentou chute pelo alto, mas errou o gol. O panorama da partida seguiu assim até o final. O Vasco atacava de qualquer maneira e o CRB fazia o tempo passar e buscava as escapadas em velocidade.

O jogo ficou dramático nos minutos finais. Aos 48, Júnior Dutra arriscou de longe, e Juliano fez grande defesa e mandou para escanteio. Nenê cobrou pela esquerda, Madson desviou a bola e Éderson diminuiu: 2 a 1. Mas ficou nisso.

FICHA TÉCNICA
VASCO 1 X 2 CRB-AL

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 15 de outubro de 2016 (Sábado)
Horário: 16h30 (de Brasília)
Renda: R$ 131.300,00
Público: 5.889 presentes (4.865 pagantes)
Árbitro: Felipe Duarte Varejao (ES)
Assistentes: Vanderson Antonio Zanotti (ES) e Ramires Santos Candido (ES)
Cartões Amarelos: Glaydson, Zé Carlos, Gerson Magrão, Diego (CRB)
Gols:
CRB: Zé Carlos, aos 37 e aos 48 minutos do primeiro tempo
VASCO: Éderson, aos 48 minutos do segundo tempo

VASCO: Martin Silva, Madson, Rodrigo, Luan e Júlio César (Alan Cardoso); Diguinho, Fellype Gabriel (Júnior Dutra), Andrezinho e Nenê; Thalles (Yago Pikachu) e Éderson
Técnico: Jorginho

CRB: Juliano, Marcos Martins (Bocão), Adalberto, Gabriel e Peri (Roger Gaúcho); Matheus Galdezani, Glaydson Almeida, Diego e Gerson Magrão; Luidy e Zé Carlos (Neto Baiano)
Técnico: Mazola Júnior