Brasileiro Série B

Estádio Rei Pelé | 12/10/2018

Ponte resolve no primeiro tempo e vence a segunda seguida com Kleina

São Paulo , SP
12/10/2018 23:25:50

Em: Brasileiro Série B, CSA, Escolha do editor, Futebol, Ponte Preta

Em sua luta pelo retorno à Série A do Campeonato Brasileiro, a Ponte Preta conquistou um importante resultado durante a noite desta sexta-feira. Jogando no estádio Rei Pelé, em Maceió, o time de Campinas demonstrou eficiência e derrotou o CSA por 2 a 1, com gols de Matheus Vargas e Danilo Barcelos, ambos anotados no primeiro tempo – Matheus Lopes descontou na etapa complementar.

Com a vitória, a segunda consecutiva desde o retorno de Gilson Kleina, a Ponte Preta assumiu a oitava colocação na tabela, com 43 pontos, cinco abaixo do G4. A equipe alagoana, por sua vez, estagnou com 50 pontos, no terceiro lugar.

Pela 32ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o CSA tentará se reabilitar na competição diante do Coritiba, na próxima terça-feira, às 19h15 (de Brasília), no Couto Pereira. Já a Macaca buscará se manter embalada contra o Figueirense, às 21h30 de sexta-feira, no Moisés Lucarelli.

Ponte Preta segue com 100% de aproveitamento desde o retorno de Gilson Kleina (Foto: Fabio Leoni/AAPP)

O Jogo – O time visitante abriu o placar logo em sua primeira descida ao ataque. Com pouco mais de um minuto de bola rolando, Igor Vinícius recebeu de André Luís na linha de fundo e cruzou rasteiro para Matheus Vargas, que se esticou todo para colocar a Ponte na frente.

O CSA não se abateu com o gol sofrido e foi crescendo na partida. Aos 22 minutos, Pio cruzou da direita, e Alemão mandou para as redes com o braço. O árbitro Felipe Gomes da Silva invalidou o gol. Em busca do empate, a equipe da casa se lançou à frente e deu espaço para os contra-ataques.

Em um deles, a Ponte Preta ampliou a sua vantagem. Aos 38 minutos, André Luís arrancou do campo de defesa e esperou a passagem de Danilo Barcelos pela direita. O lateral esquerdo invadiu a área e bateu de canhota no contrapé do goleiro Lucas Frigeri, que nada pôde fazer para evitar o gol.

O técnico Marcelo Cabo voltou com duas mudanças: saíram Alemão e Rafinha para as entradas de Rubens e Hugo Cabral, passando Juan para a lateral esquerda. Aos oito minutos, o veterano arriscou da intermediária e exigiu grande defesa de Ivan.

Com o CSA em cima, a Ponte continuou explorando os contra-ataques. Aos 25, Júnior Santos recebeu lançamento na esquerda, invadiu a área, cortou o marcador e bateu em cima de Lucas Frigeri, que espalmou para escanteio. Nos acréscimos, após cobrança de falta pela esquerda, o zagueiro Matheus Lopes se atirou na bola para descontar.

FICHA TÉCNICA
CSA 1 X 2 PONTE PRETA

Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL)
Data: 12 de outubro de 2018
Horário: 21h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Felipe Gomes da Silva (PR)
Assistentes: Luciano Roggenbaum (PR) e João Fabio Machado Brischilari (PR)
Cartão Amarelo:
Pio, Alemão e Juan (CSA);Reginaldo e Matheus Vargas (Ponte Preta)
Cartão Vermelho: –
Gols:
PONTE PRETA: Matheus Vargas, a 1 minuto, e Danilo Barcelo, aos 38 do 1º tempo; CSA: Matheus Lopes, aos 45 minutos do 2º tempo

CSA: Lucas Frigeri; Celsinho, Leandro Souza, Matheus Lopes e Rafinha (Hugo Cabral); Yuri, Jhon Cley (Daniel Costa) e Pio; Neto Berola, Alemão (Rubens) e Juan
Técnico: Marcelo Cabo

PONTE PRETA: Ivan; Igor Vinícius, Reginaldo, Renan Fonseca e Danilo Barcelos; João Vitor, Lucas Mineiro, Matheus Vargas (Bruno Ramires) e Tiago Real (Roberto); Júnior Santos e André Luís (Victor Rangel)
Técnico: Gilson Kleina