Paraná recebe o Operário para colar de vez no G4 da Série B

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes - Curitiba,PR

10-06-2019 20:00:17

Tricolor pode encaixar primeira sequência de vitórias (Divulgação/PRC)

Em franca reação após a vitória no clássico diante do Coritiba, o Paraná Clube já sonha em se aproximar do G4 do Campeonato Brasileiro e, para isso, encara o Operário, nesta terça-feira, às 21h30 (de Brasília), na Vila Capanema. O adversário, velho conhecido dos confrontos regionais, está próximo da zona de rebaixamento e promete atrapalhar os planos do Tricolor.

Para montar a equipe tricolor, o técnico Matheus Costa não poderá contar com o lateral Guilherme Santos e com o meia Itaqui que receberam o terceiro cartão amarelo e cumprem suspensão automática. Essas devem ser as únicas mudanças na equipe, já que o comandante paranista quer dar sequência à mesma formação, que já mostrou evolução e uma atitude mais agressiva na vitória cobra o Coxa.

”Um resultado desses é para que o torcedor tenha orgulho de ver a equipe brigando e lutando. Eu vinha sempre falando para continuar tendo convicção do que a gente está fazendo”, disse o treinador, que acredita que a chegada de bons resultados deve coroar o bom trabalho realizado pelo grupo. “A gente tinha bom desempenho e o resultado não vinha. Tivemos bom desempenho e teve resultado”, avaliou.

Pelo Fantasma, a derrota para o Brasil de Pelotas na última rodada impediu a sequência de resultados positivos e colocou o time novamente em uma situação perigosa na tabela de classificação. O técnico Gerson Gusmão também foca o entrosamento da equipe, mas espera por menos oportunidades perdidas, uma marca do Operário nessas primeiras rodadas da Série B.

FICHA TÉCNICA
PARANÁ X OPERÁRIO

Local: Estádio Durival Britto e Silva, em Curitiba (PR)
Data: 11 de Junho de 2019, terça-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Antonio Dib Moraes de Sousa (PI)
Assistentes: Alisson Lima Damasceno (PI) e Márcio Iglésias Araújo Silva (PI)

PARANÁ CLUBE: Thiago Rodrigues; Éder Sciola, Eduardo Bauermann, Rodolfo e Juninho; Luiz Otávio, Fernando Neto, Bruno Rodrigues e Matheus Anjos; João Pedro e Ramon.
Técnico: Matheus Costa

OPERÁRIO: Simão; Maílton, Lázaro, Sosa, Julinho; Chicão, Bruno Índio, Robinho (), Marcelo; Filipe Augusto e Schumacher.
Técnico: Gerson Gusmão

Deixe seu comentário