Brasileiro Série B

Moisés Lucarelli | 25/08/2018

Futebol/Série B

Muita luta, pouco futebol e nada de gol no Dérbi Campineiro pela Série B

São Paulo , SP
25/08/2018 18:28:30 — 25/08/2018 20:55:33

Em: Brasileiro Série B, Futebol, Guarani, Notícias, Ponte Preta

O Moisés Lucarelli recebeu pouco mais de 15 mil torcedores para o segundo Dérbi Campineiro de 2018. O clima na cidade voltou a respirar a rivalidade histórica entre Ponte Preta e Guarani, mas, toda a tensão que envolve o clássico acabou atrapalhando o desempenho dos jogadores em campo. Mais preocupados em correr, discutir e, de alguma forma, provar raça, as duas equipes pouco produziram e não passaram de um empate sem gols na noite desse sábado.

O resultado nessa 23º rodada não foi bom para a ambição dos dois clubes, que é de alcançar o G4 do Campeonato Brasileiro da Série B. O Guarani fica com 36 pontos e cai para a sexta colocação, enquanto a Ponte Preta estaciona em oitavo, com 33 pontos.

O alento dos bugrinos se dá pela manutenção da vantagem sobre os arquirrivais na tabela, mas, por outro lado, a Macaca segue melhor no retrospecto recente do clássico, pois venceu no Brinco de Ouro no primeiro turno e também havia vencido há cinco anos, também fora de casa, no último encontro antes da atual temporada.

Se desconsideramos os carrinhos, o péssimo gramado, os cartões e as discussões, a partida promoveu futebol de verdade apenas os 15 minutos finais. E muito por conta dos mandantes. Embalados pela torcida alvinegra, a Macaca pressionou e criou chances reais para vencer.

As poucas chances de gol criadas no clássico foram da Ponte Preta (Foto: Fábio Leoni/AAPP)

Primeiro veio a polêmica. André Luis entrou na área e foi derrubado por Ferreira, que tentou carrinho para tirar a bola e acabou acertando apenas o jogador ponte-pretano. O árbitro, no entanto, deu só tiro de meta. Nas arquibancadas, os gritos de “vergonha” deram o tom do tamanho do erro do juiz.

Mesmo assim, os comandados de João Brigatti, flagrado discutindo com torcedores durante a peleja, se mantiveram no campo de ataque. Júnior Santos teve a chance de marcar depois de falha da zaga rival. O atacante driblou Agenor, mas tocou fraco, a tempo da defesa se recuperar e evitar que a bola entrasse no gol.

Apesar de tanto martelar, não teve jeito. O Dérbi Campineiro acabou sem gols. No histórico dos 192 confrontos, a vantagem é pequena em favor do Bugre, que se sagrou vencedor de 66 duelos, contra 62 vitórias da Ponte e outros 63 empates.

Na próxima rodada, a Ponte Preta jogará de novo em casa, dessa vez contra o Vila Nova, na próxima sexta-feira. Já o Guarani visitará o Criciúma na terça.

FICHA TÉCNICA
PONTE PRETA 0 x 0 GUARANI

Local Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas(SP)
Data: 25 de agosto de 2018, sexta-feira
Horário: 16h30 (Brasília)
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Assistentes: João Luiz Coelho de Albuquerque (RJ) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)
Cartões amarelos: Nathan, André Luís, Júnior Santos, Paulinho (PP); Pará, Matheus Oliveira (GUA)
Público: 13.863 pagantes / Total: 15.053,00
Renda: 298.680,00

PONTE PRETA: Ivan; Igor, Renan Fonseca, Reginaldo e Nicolas; Nathan (Bruno Ramires), Lucas Mineiro (Paulinho) e Danilo Barcelos; André Luis, Júnior Santos e Hyuri (Orinho)
Técnico: João Brigatti

GUARANI: Agenor; Kevin, Philipe Maia, Fabrício e Pará (Ferreira); Willian Oliveira, Matheus Oliveira (Bruno Xavier) e Ricardinho, Rafael Longuine e Jefferson Nem (Caíque); Bruno Mendes
Técnico: Umberto Louzer