Inspirado no Vasco, Mogi recebe o América-MG no Romildo Ferreira

Do correspondente Gustavo Aleixo - Belo Horizonte,MG

02-10-2015 20:00:30

Márcio Goiano fará a sua segunda partida no comando do Mogi nesta Série B (Mogi Mirim/Divulgação)
Márcio Goiano fará a sua segunda partida no comando do Mogi nesta Série B (Mogi Mirim/Divulgação)

Na lanterna da Série B, com apenas quatro vitórias em toda a competição, o Mogi Mirim ainda sonha com um milagre na luta contra o descenso. Restando dez rodadas a serem disputadas, o time paulista precisa de algo próximo à sete ou oito vitórias nos próximos jogos para escapar da queda para a terceira divisão. Em seu primeiro desafio para alcançar a salvação, o Sapo enfrenta logo o América-MG, clube que está firme na briga pelo G4, neste sábado, às 21h (de Brasília), no estádio Romildo Ferreira.

Com quatro derrotas consecutivas e a probabilidade de rebaixamento rondando os 97%, o técnico Márcio Goiano se espelha no Vasco, que na primeira divisão também vivia situação delicadíssima, mas após uma sequência invicta conseguiu um respiro na competição.

“O Vasco é o grande exemplo. Teve uma sequência de resultados positivos e hoje está cinco pontos abaixo de deixar o Z4. A rodada já iniciou, o Ceará perdeu. Então, uma vitória minimiza essa distância de pontuação. A gente sempre tem que lutar, trabalhar e acreditar”, destacou o treinador, que fez a sua estreia pela equipe na rodada passada, na derrota para o CRB.

Distante nove pontos do Macaé, primeiro clube fora da zona de rebaixamento, o Mogi Mirim terá problemas apenas de ordem médica para a partida. Sem nenhum jogador suspenso, o técnico Márcio Goiano não contará com os laterais Valdir e Leonardo, o meia Romildinho e o atacante Thomas Anderson.

Atacante Pablo será improvisado na ala direita do Coelho neste sábado (Carlos Cruz/AFC)
Atacante Pablo será improvisado na ala direita do Coelho neste sábado (Carlos Cruz/AFC)

No América-MG, o favoritismo diante do Mogi Mirim vem sendo tratado com muita cautela pelo elenco americano. Mesmo motivados pela vitória sobre o Criciúma, na última rodada, e a possibilidade clara de entrar no G4, os jogadores do Coelho esperam um jogo complicado contra um adversário que tem jogado com a corda no pescoço.

“Com certeza, facilidade é algo que não vamos encontrar. Por mais que eles estejam na lanterna, há uma possibilidade, um brio nos jogadores e eles vão querer mostrar isso. Cabe a nós minimizar cada vez mais as possibilidades de eles reagirem. Ir para lá focado e conseguir três pontos, porque, se quisermos entrar no G4, temos que sair de lá com os três pontos”, afirmou o zagueiro Alison.

Em sexto na tabela e a dois pontos do grupo dos quatro primeiros colocados, o América-MG precisa vencer e contar com as derrotas de Paysandu e Bahia para voltar ao G4. Para isso, o técnico Givanildo terá que fazer apenas uma alteração na equipe. Sem Walber e Robertinho, lesionados, o treinador irá improvisar o atacante Pablo na ala-direita do Coelho.

Em contrapartida, o comandante americano deve manter a dupla de volantes utilizada na vitória sobre o Criciúma. Julgados na última quinta-feira pelas expulsões diante do CRB, Leandro Guerreiro e Rodrigo Souza não tiveram suas punições ampliadas e estão liberados para pegar o Mogi.

FICHA TÉCNICA

MOGI MIRIM-SP X AMÉRICA-MG

Local: estádio Romildo Ferreira, em Mogi Mirim (SP)
Data: 3 de outubro de 2015 (sábado)
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Fábio Filipus (CBF-PR)
Assistentes: Diogo Morais (CBF-PR)  e Diego Grubba Schitkovski (CBF-PR)

MOGI MIRIM: Mauro; Michel Tiago, Fábio Sanches, Renato Camilo e Dieguinho; Magal, Franco, Memo, Luiz Fernando e Everton Heleno; Serginho
Técnico: Márcio Goiano

AMÉRICA-MG: João Ricardo; Wesley Matos, Anderson Conceição e Alison; Leandro Guerreiro, Rodrigo Souza, Pablo, Xavier e Mancini; Marcelo Toscano e Richarlison
Técnico: Givanildo Oliveira

Deixe seu comentário