Brasileiro Série B

Estádio Alfredo Jaconi, | 01/06/2018

Futebol/Série B

Guarani perde para Juventude e mantém jejum de vitórias fora de casa

São Paulo , SP
01/06/2018 21:08:45 — 02/06/2018 16:52:44

Em: Brasileiro Série B, Futebol, Guarani, Juventude

Não foi dessa vez que o Guarani quebrou o jejum e venceu fora de casa. Nesta sexta-feira, em partida válida pela oitava rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o Bugre foi a Caxias do Sul e acabou derrotado pelo Juventude pelo placar de 1 a 0, com gol de Fellipe Mateus, aos 45 do primeiro tempo.

Assim, o Guarani segue sem vencer como visitante na segunda divisão desde o dia 1º de julho do ano passado, marca que completa exatos 11 meses nesta sexta-feira. Com o resultado, a equipe de Campinas perde a primeira depois de três rodadas e fica com 10 pontos, perdendo a chance de subir na tabela.

Já o Juventude chega à sua segunda vitória na competição e mantém a boa sequência de cinco jogos sem perder. A equipe vai também a 10 pontos e ganha um alívio, se afastando da zona do rebaixamento.

O Juventude abre a próxima rodada, recebendo o Atlético-GO, nesta terça-feira, às 19h15 (de Brasília). No mesmo dia, às 20h30 (de Brasília), o Guarani vai ao Rei Pelé enfrentar o CSA.

Guarani não vence fora de casa na Série B há 11 meses (Foto: Arthur Dellegrave/E.C Juventude)

O jogo

Sob forte chuva, o jogo começou equilibrado e com muitos erros de passe.. Logo aos dois minutos, o Guarani desperdiçou boa chance de abrir o placar em um vacilo do adversário. Micael errou na saída de bola e chutou em cima de Pará, que ficou com a bola dentro da área, chutou, mas Matheus defendeu. Dois minutos depois, veio a resposta do Juventude. O “outro” Pará,  lateral do Juventude dominou no meio-campo e arriscou de muito longe, mas sem sustos para o goleiro Bruno Brígido.

Com nove jogados, o arqueiro do Guarani apareceu mais uma vez para salvar a equipe. Elias recebeu livre na entrada da área, invadiu e chutou, para boa defesa de Bruno Brígido. Não tardou para o Bugre responder, e aos 11 minutos, Lenon desarmou Pará, que saiu em velocidade. Anselmo Ramon recebeu, driblou o zagueiro e arriscou de longe, mas bola foi para fora, passando perto do travessão.

Aos 24, a rede balançou, mas o gol não valeu, já que o árbitro pegou falta de Elias em Lenon. Na sequência da jogada, Leandro Lima ainda fez o gol, mas já não valia mais nada.

O Guarani era melhor, tinha mais posse de bola, mas quem levou mais perigo à meta adversária foi o Juventude. Aos 37 minutos, Fred cobrou falta com muito perigo e a bola raspou de leve na trave de Bruno Brígido.

Oito minutos depois, porém, a equipe da casa não desperdiçou. Aos 45 minutos, Fellipe Mateus recebeu dentro da área e bateu forte para estufar a rede, abrir o placar no Alfredo Jaconi e levar a vantagem para o intervalo.

A etapa complementar começou morna, com o Bugre trocando passes, mas sem levar perigo. Aos poucos, o Juventude foi se achando em campo e também começou a trocar passes, mas igualmente sem perigo. A primeira boa chance aconteceu aos 13 minutos, quando Bruno Mendes serviu Longuine, que invadiu a área e o goleiro Matheus foi nos pés do meia para cortar.

Três minutos depois, o Juventude respondeu e foi a vez de Bruno Brígido salvar sua meta. Micael aproveitou o cruzamento, ganhou pelo alto e mandou para o gol, para defesa à queima-roupa do arqueiro. Com 34 completos, o Juventude chegou com perigo pela direita. Cruzamento de Felipe Mattioni na área e Ricardo Jesus apareceu para finalizar, mas não pegou em cheio na bola.

O Juventude administrava o placar, barrando a pressão dos adversários com trocas de passes. Assim, o Guarani não conseguia ficar com a bola e consequentemente não conseguia o empate. O time da casa se sustentou bem e até teve mais duas chance de ampliar o marcador. Uma delas inclusive balançou as redes, mas foi anulada pela arbitragem.

FICHA TÉCNICA
JUVENTUDE 1 x 0 GUARANI

Local: Estádio Alfredo Jaconi, Caxias do Sul (RS)
Data: 01 de junho de 2018, sexta-feira
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Adriano Milczvski (PR)
Assistentes: Luciano Roggenbaum (PR) e Jefferson Cleiton Piva da Silva (PR)
Público: 1.859 torcedores
Cartões amarelos:
 Matheus Bertotto, Leandro Lima (Juventude); Éverton Alemão, Lenon, Erick (Guarani) 
Gols: 
Juventude: Fellipe Mateus, aos 45 minutos do primeiro tempo

JUVENTUDE: Matheus Cavichioli, Felipe Mattioni, Micarel, Fred e Pará; Matheus Bertotto, Diones (Bruninho), Fellipe Mateus, Guilherme Queiroz e Leandro Lima (Tony); Elias (Ricardo Jesus)
Técnico:
Julinho Camargo

GUARANI:Bruno Brígido; Lenon, Everton Alemão, Edson Silva e Pará; Baraka (Denner), Ricardinho, Guilherme (Erick), Rondinelly e Rafael Longuine; Anselmo Ramon (Bruno Mendes)
Técnico:
Umberto Louzer