Brasileiro Série B

Ressacada | 04/07/2018

Futebol/Campeonato Brasileiro Série B

Goiás vence o Avaí fora de casa e chega ao quinto jogo sem perder

São Paulo , SP
04/07/2018 22:30:19 — 04/07/2018 22:43:55

Em: Avaí, Brasileiro Série B, Goiás, Notícias

Depois de um começo preocupante de Campeonato Brasileiro da Série B, onde somou apenas dois pontos em sete partidas, o Goiás cresceu de produção e chegou ao quinto jogo sem perder na noite desta quarta-feira, quando derrotou o Avaí por 1 a 0, na Ressacada, pela 14ª rodada da competição. O gol solitário do confronto foi marcado por Michael, ainda na primeira etapa.

Com o resultado, o Esmeraldino chega aos 18 pontos e aparece pela primeira vez na parte de cima da tabela ao ocupar momentaneamente o nono lugar. O Leão da Ilha, por sua vez, alcança a terceira partida consecutiva sem vencer em casa, estaciona nos 22 pontos e cai para a terceira posição, podendo até sair do G-4 com o decorrer da rodada.

Na rodada seguinte, o Avaí vai ao Paraná para enfrentar o Londrina, no Estádio do Café, às 18 horas (de Brasília) da próxima quinta-feira, dia 12. Um dia depois, às 20h30, o Goiás recebe o Criciúma no Estádio Olímpico.

O Goiás alcançou o quinto jogo sem perder (Foto: Divulgação/Goiás)

Avaí pressiona, mas Goiás é cirúrgico

Jogando com três zagueiros, o Avaí liberava os alas e ganhava em superioridade no meio de campo. Com isso, ditava o ritmo da partida ao ser o dono da posse de bola. O Goiás, por sua vez, pecava na troca de passes e sequer assustava o adversário. Aos 13 minutos, Guga cobrou falta na área e a sobra ficou com Rodrigão, que, sozinho no segundo pau, acertou a trave.

Sempre usando os lados do campo, os mandantes criavam boas chances de gols. Aos 15, Capa roubou bola na lateral, trouxe para dentro e bateu para boa defesa de Marcos. Mais tarde, Romulo tabelou com Getúlio e arrematou para outra intervenção do goleiro.

Os donos da casa balançaram a redes na sequência, porém, o árbitro assinalou impedimento de Rodrigão. A bola aérea avaiana seguia oferecendo perigo ao Esmeraldino. Em cobrança de falta lançada à área, Aírton cabeceou forte rente à trave direita defendida por Marcos.

Como diz a máxima do futebol, “quem não faz, toma”, o Goiás abriu o placar na reta final da primeira etapa, com Michael. Felipe Garcia acionou o atacante, que partiu do meio de campo, limpou a marcação e ao entrar na área tocou na saída de Aranha, marcando um belo gol.

Donos da casa pouco criam, e Esmeraldino garante triunfo 

Ciente da necessidade da vitória para seguir na cola do Fortaleza, o Leão da Ilha pressionou nos primeiros momentos do segundo tempo. Logo aos dois minutos, Guga cobrou lateral direto, a zaga afastou e Judson pegou a sobra, porém, o meio-campista abusou da força e mandou por cima do gol.

Passados os instantes de pressão, o Esmeraldino estabilizou o sistema defensivo e dificultava o ataque adversário, que parou de criar boas tramas. Ao perceber isso, Geninho abriu mão de um zagueiro e colocou o veterano Marquinhos. No primeiro escanteio em que cobrou, o meio-campista de 36 anos tentou marcar o gol olímpico, obrigando Marcos a espalmar.

Com a entrada de Marquinhos, os donos da casa ganharam em toque de bola, mas seguiam com problemas para abastecer os atacantes. Em um lance de sorte, Judson arrematou e a bola ficou para Romulo finalizar à queima-roupa, obrigando o arqueiro do Esmeraldino a fazer grande defesa.

Na reta final da partida, o Avaí foi todo para o ataque e buscou, por meio de “chuveirinhos”, o empate. Aos 49, após escanteio, a bola ficou com André Moritz, que desperdiçou a chance derradeira dos mandantes ao finalizar na trave. Com isso, vitória do Goiás pelo placar mínimo: 1 a 0

FICHA TÉCNICA
AVAÍ 0x1 GOIÁS 

Local: Estádio Ressacada, Florianópolis (SC)

Data: 4 de julho de 2018, quarta-feira
Horário: 20h30 (Brasília)
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Assistentes: Rogério Zanardo e Evandro de Melo Lima (SP)
Cartões Amarelos: Felipe Garcia e Edcarlos (Goiás). Alemão (Avaí)
Gols:
GOIÁS: Michael aos 41 minutos do 1°T.

AVAÍ: Aranha, Alemão (Marquinhos), Marquinhos Silva e Aírton; Guga, Judson, Getúio (Maurinho), Matheus Barbosa (André Moritz) e Capa; Romulo e Rodrigão.
Técnico: Geninho

GOIÁS: Marcos; Alex Silva, David Duarte, Edcarlos e Ernandes; João Afonso, Felipe Gedoz (Jacó) e Renato Cajá; Felipe Garcia (Victor Ramos), Michael (Junior Viçosa) e Tiago Luís.
Técnico: Ney Franco