Brasileiro Série B

Estádio do Castelão | 14/07/2018

Futebol/Brasileiro Série B

Fortaleza perde para Atlético-GO e chega à segunda derrota seguida

São Paulo , SP
14/07/2018 18:02:06 — 14/07/2018 18:03:48

Em: Atlético-GO, Brasileiro Série B, Fortaleza, Futebol, Notícias
Atlético consegue quarta vitória seguida (Foto: Leonardo Moreira / Fortaleza EC)

Neste sábado, o Fortaleza recebeu o Atlético-GO, no Estádio do Castelão, em jogo válido pela 15ª rodada do Brasileiro Série B, e perdeu por 1 a 0. A equipe comandada por Rogério Ceni chega a segunda derrota seguida, ao passo que o time goianiense consegue a quarta vitória consecutiva e se aproxima do G4 da segundona.

No primeiro tempo, a equipe da casa só teve uma boa chance no início do jogo, enquanto o time dirigido por Cláudio Tencati criou boas oportunidades em contra-ataques. Inclusive, o primeiro gol da equipe foi marcado em uma jogada dessa aos 20 minutos da etapa inicial, por Pedro Bambu. No segundo tempo, o Fortaleza voltou melhor e conseguiu criar ótimas chances, porém não conseguiu empatar. Wilson desperdiçou duas finalizações e o goleiro Jefferson realizou uma ótima defesa já no final da partida.

Com este resultado, o time de Rogério Ceni permanece na liderança da Série B, com 29 pontos, enquanto o Atlético consegue mais três pontos e sobe para a quinta colocação, com 25 pontos.

Na próxima rodada, o Fortaleza visita o CSA, no Estádio Rei Pelé, nesta sexta-feira, às 21h30 (de Brasília). Já o Atlético-GO enfrenta o Avaí, na terça-feira, às 19h15 (de Brasília), na Ressacada.

O jogo

O time da casa teve boa chance aos 7 minutos do primeiro tempo, com Marlon. O atacante Wilson recebeu bom lançamento, driblou o goleiro e tocou para o meia, que chutou à direita do gol. A bola raspou a trave.

O Dragão respondeu aos 18 minutos da primeira etapa, com Júnior Brandão. André Luis partiu em contra-ataque, driblou o zagueiro e cruzou. O atacante apareceu livre, mas chutou por cima da meta.

Dois minutos depois o time visitante abriu o placar, com Pedro Bambu. O atacante André Luis armou mais um contra-ataque e fez o cruzamento. A bola chegou livre e o volante acertou um belo chute para marcar o primeiro do Atlético.

Aos 40 minutos da etapa inicial o Dragão teve a chance de ampliar, com Júnior Brandão. O atacante armou um ótimo contra-ataque e chutou, mas o goleiro Marcelo Boeck realizou uma brilhante defesa.

O Fortaleza criou sua primeira oportunidade do segundo tempo aos 15 minutos, com Adalberto. Depois de escanteio cobrado por Marlon, o zagueiro subiu sozinho e cabeceou, porém Lucas Rocha estava bem posicionado e salvou em cima da linha.

Aos 26 minutos da etapa final o time goianiense quase ampliou, com Júnior Brandão. Depois de bom contra-ataque, o atacante recebeu livre e chutou. A bola foi para fora, mas ofereceu perigo à meta adversária.

O time de Rogério Ceni só conseguiu outra oportunidade aos 30 minutos da segunda etapa, com Wilson. O atacante avançou em direção a grande área e acertou um bom chute, porém a bola passou por cima do travessão.

A equipe do Fortaleza conseguiu outra oportunidade aos 39 minutos do segundo tempo, com Wilson. Marlon cruzou e o atacante, sozinho na pequena área, cabeceou para fora.

O time da casa ainda teve duas oportunidades parecidas no final da partida, aos 46 e aos 49 minutos, com Douglas Coutinho. O atacante recebeu bom cruzamento, mas em uma delas não conseguiu finalizar e na outra o goleiro Jefferson fez ótima defesa.

FICHA TÉCNICA
FORTALEZA 0 x 1 ATLÉTICO-GO

Local: Estádio do Castelão, em Fortaleza (CE)
Data: 14 de julho de 2018, sábado
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (SP)
Assistentes: Bruno Salgado Rizzo e Fabio Rogerio Baesteiro (SP)
Cartão amarelo: Rômulo (Atlético-GO)
Cartão vermelho: João Paulo (Atlético-GO)

GOLS:
ATLÉTICO-GO: Pedro Bambu, aos 20 minutos do primeiro tempo

FORTALEZA: Marcelo Boeck; Pablo, Adalberto, Diego Jussani e Bruno Melo; Jean Patrick (Wallace), Felipe, Derley (Douglas Coutinho), Marlon e Dodô; Wilson
Técnico: 
Rogério Ceni

ATLÉTICO-GO: Jefferson; Jonathan, Lucas Rocha, Oliveira e Bruno Santos; Rômulo, Pedro Bambu e João Paulo; André Luis (William Alves), Junior Brandão (Mascarenhas) e Renato Kayser (Júlio César)
Técnico: Cláudio Tencati