Brasileiro Série B

Estádio Olímpico Pedro Ludovico | 09/06/2018

Futebol/Campeonato Brasileiro Série B

Figueirense vence Atlético-GO fora de casa em jogo de sete gols

São Paulo , SP
09/06/2018 21:10:10 — 09/06/2018 21:13:58

Em: Atlético-GO, Brasileiro Série B, Figueirense, Futebol

Neste sábado, o Figueirense foi a Goiás visitar o Atlético Goianiense e volta para casa com importante vitória por 4 a 3 pelo Campeonato Brasileiro Série B. Como indica o placar, não faltou emoção em campo. O Figueira abriu 3 a 0 com 25 minutos de jogo, mas o Atlético fez dois gols ainda no primeiro tempo. Já no segundo, cada equipe marcou mais um gol. O Dragão chegou a acertar a trave nos acréscimos, mas não conseguiu o empate.

A vitória deixa a equipe de Santa Catarina na quarta posição da Série B, com 17 pontos ganhos. Já os goianos ocupam a 12ª colocação, com 12 pontos. Na próxima rodada, o Figueira recebe o Sampaio Correa, enquanto o Dragão terá pela frente o clássico contra o Vila Nova.

Figueirense abre 3 a 0, mas Atlético reage

A julgar pelo primeiro minuto da partida, o público presente no Estádio Olímpico veria um grande jogo. Após recuperação de bola no campo de ataque, Renato Kayser recebeu na entrada da área de frente para o gol. No entanto, Dênis fez boa defesa e salvou o Figueirense.

A defesa de Dênis foi importante, já que, aos 15 minutos, o Figueira rede balançou pela primeira vez. Após cobrança de escanteio, a zaga do Dragão afastou mal, Zé Antônio pegou a sobra e mandou para o fundo do gol, sem chances para o goleiro Léo. Três minutos depois, em contra-ataque do Furacão, Ferrareis recebeu na esquerda e cruzou na medida para Renan Mota, que marcou a ampliou a vantagem para 2 a 0.

Com 25 minutos jogados, o Figueira marcou seu terceiro gol da noite para desespero dos donos da casa. A zaga do Atlético vacilou, Renan Mota roubou a bola e rolou para Ferrareis bater no cantinho e anotar o terceiro tento do Figueira.

Aos 39, o Atlético diminuiu. Em cobrança de escanteio, Júnior Brandão se antecipou à marcação e mandou para o fundo da rede: 3 a 1. Ainda no primeiro tempo, com 43 completos, Dênis empurrou Fernandes na área e o árbitro marcou o pênalti. João Paulo cobrou, deslocou o goleiro e colocou o time visitante no jogo novamente.

Já nos acréscimos, aos 46 minutos, os donos da casa chegaram perto do empate. Após cruzamento na área, Denis soltou a bola, Júnior Brandão ficou com ela e chutou, mas foi travado pela zaga. A intervenção da defesa manteve o 3 a 2 no placar final do primeiro tempo.

Figueirense leva sustos, mas sai vitorioso

A etapa complementar começou com a mesma intensidade do primeiro tempo. Logo no terceiro minuto, Ferrareis, tentando seu segundo gol da noite, dominou e chutou forte de fora da área, levando perigo ao gol de Léo.

A rede do Estádio Olímpico balançou novamente aos 13 minutos, mas desta vez o gol não valeu. Após cruzamento na área, Júnior Brandão cabeceou e venceu Dênis. No entanto, o árbitro marcou toque de mão no lance e anulou o empate do Atlético. Júnior Brandão ainda acabou com cartão amarelo.

A anulação do gol atleticano aumentou ainda mais a importância do quarto gol do Figueirense, que veio aos 19 minutos. João Paulo recebeu no meio-campo, avançou e chutou de fora da área, no ângulo de Léo, ampliando a vantagem.

Com dois gols de desvantagem, coube ao Dragão se lançar ao ataque tentando ao menos o empate. Aos 25 minutos,  Dênis manteve o placar em 4 a 2 com duas intervenções providenciais. O goleiro do Figueirense cortou cruzamento pela direita e, no rebote, defendeu chute de Júnior Brandão.

Assim como no primeiro tempo, o Atlético marcou nos últimos minutos. Aos 45, Tomas Bastos aproveitou rebote, chutou e contou com desvio na defesa para diminuir a desvantagem. Ainda deu tempo de Joanderson carimbar a trave de Dênis, que chegou a tocar na bola. Mas no apito final, o placar mostrava 4 a 3 para o Figueirense.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-GO 3 x 4 FIGUEIRENSE

Local: Estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia (GO)
Data: 09 de junho de 2018, sábado
Horário: 19h00 (horário de Brasília)
Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo (SP)
Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP)
Cartões: Júnior Brandão e Fernandes (Atlético-GO); Dênis (Figueirense)

Gols:
Atlético-GO:
Júnior Brandão, aos 39 minutos do 1T; João Paulo, aos 43 minutos do 1T; Tomas Bastos, aos 45 minutos do 2T
Figueirense: Zé Antônio, aos 15 minutos do 1T; Renan Mota, aos 18 minutos do 1T; Ferrareis, aos 25 minutos do 1T; João Paulo, aos 19 minutos do 2T

ATLÉTICO-GO: Léo; Alisson, Lucas Rocha, René e Mascarenhas; Rômulo (Tomas Bastos), Fernandes e João Paulo; Júlio César (Joanderson), Júnior Brandão e Renato Kayser (André Luis)
Técnico: Cláudio Tencati

FIGUEIRENSE: Denis; Diego Renan, Nogueira (Eduardo Bauermann), Cleberson e Guilherme Lazaroni; Zé Antônio, Matheus Sales (Pereira), Renan Mota (Felipe Amorim), João Paulo e Gustavo Ferrareis; Henan
Técnico: Milton Cruz