Em jogo de poucas chances, América-MG e Náutico ficam no 0 a 0

Do correspondente Marcellus Madureira - Belo Horizonte,MG

12-05-2017 23:33:14

Numa partida com pouquíssimas chances de gol, o América-MG conseguiu buscar um empate contra o Náutico, na Arena Pernambuco, na noite desta sexta-feira, em duelo válido pela abertura da série B. A partida não foi boa. As duas equipes mostravam padrão de jogo, mas ambas com dificuldades na criação de jogadas. O América foi ligeiramente melhor, apesar de não ter tido grandes chances, se mostrou mais bem postado em campo, algo que era mais agradável visualmente. O Náutico, por sua vez, vive problemas nos bastidores e sua entrada no campo é um ato heroico de seus atletas.
Na próxima rodada, o América recebe agora o Goiás, na próxima sexta-feira, no Independência, pela 2ª rodada. O Náutico vai ao Orlando Scarpelli enfrentar o Figueirense.

Primeiro tempo
O América começou o jogo melhor. A equipe do técnico Enderson Moreira aproveitou a ausência dos torcedores adversários - ficando com menos pressão - punição ainda da série B de 2016, e foi mais presente no campo de ataque.

O time de Enderson mostrava ter mais padrão de jogo. Os dois volantes protegiam a zaga bem e tinha qualidade na saída de bola. Geralmente o jogo era encaminhado para o lado direito, com o jovem Matheisinho. O garoto, no entanto, errava muito entre passes e dribles, atrapalhando as chegadas da equipe mineira.

Ao Náutico restava apostar nos contra-ataques. A equipe pernambucana vive uma crise interna com atrasos salariais e saídas inesperadas de jogadores. O treinador também não tinha muito tempo a frente do grupo - assumiu na última terça. Com isso, a equipe era até organizada defensivamente, mas pouco agredia.

Segundo tempo

O Náutico voltou melhor na segunda etapa. A equipe aparecia mais no ataque e tinha mais velocidade na saída de bola. O América, por sua vez, seguia bem, com seu mesmo padrão de jogo.

O resultado, no entanto, incomodava o América, que via possibilidades de voltar para Belo Horizonte com um placar melhor. Por isso, Enderson Moreira tirou Matheusinho, que não fez bom jogo, para colocar Felipe Amorim. Minutos depois foi a vez de Pilar, que também não agradou, para a entrada de Hugo.

O América seguia pecando num fundamento principal: a criatividade da equipe ficava por alguns momentos parada, o que atrapalhava o restante. Os homens de frente não aproveitaram a inexperiência do goleiro - que precisou entrar na vaga de Tiago Cardoso contundido durante o jogo - e não chutavam contra a meta do jovem arqueiro Jeferson.

Com isso, o empate ficou de bom tamanho para as duas equipes.

FICHA TÉCNICA
NÁUTICO 0 X 0 AMÉRICA-MG

Local: Arena Pernambuco, Pernambuco
Data: 12 de maio de 2017, sexta
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Furlan (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP)
Cartões amarelos: NÁUTICO: Giva, Jefferson Renan. AMÉRICA-MG: Ernandes.

NÁUTICO – Tiago Cardoso (Jeferson), David, Nirley, Tiago Alves, Manoel, Darlan Bispo, João Ananias, Cal Rodrigues, Jefferson Nem (Jefferson Renan), Erick (Giva), Alison.
Técnico: Waldemar Lemos

AMÉRICA-MG – João Ricardo, Alex Silva, Messias, Rafael Lima e Ernandes; Juninho, Gustavo Blanco, Gérson Magrão e Ruy; Matheusinho (Felipe Amorim) e Pilar (Hugo).
Técnico: Enderson Moreira

Deixe seu comentário