Brasileiro Série B

Serra Dourada | 18/05/2018

Futebol/Brasileirão Série B

Em estreia de Cajá e Gedoz, Goiás empata no fim com o Guarani

São Paulo , SP
18/05/2018 21:09:33 — 18/05/2018 21:42:02

Em: Brasileiro Série B, Futebol, Goiás, Guarani

O Goiás segue sem vencer na Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta sexta-feira o time comandado pelo técnico Ney Franco recebeu o Guarani no estádio Serra Dourada, pela sexta rodada da competição, e por pouco não somou sua quarta derrota. Com um gol nos acréscimos de Madison, o time esmeraldino acabou empatando em 1 a 1 com o Bugre, que balançou as redes com Anselmo Ramon, e se manteve na zona de rebaixamento.

A partida desta sexta marcou a estreia de Renato Cajá e Felipe Gedoz no Goiás. Porém, a presença dos dois jogadores não influenciou o time esmeraldino a mudar sua postura e recompensar sua torcida com o primeiro triunfo na Segundona.

Com o resultado, o Goiás segue na zona da degola e pode ver sua situação piorar ainda mais neste sábado, caso o Boa Esporte, lanterna do campeonato, vença o Coritiba em Varginha. O Guarani, por sua vez, segue no meio da tabela após somar seu primeiro ponto fora de casa.

O Goiás volta a entrar em ação na Série B do Campeonato Brasileiro no próximo dia 26 de maio, quando recebe o Boa Esporte, novamente no Serra Dourada. Já o Guarani enfrenta o CRB, no mesmo dia, no Brinco de Ouro, em Campinas.

Duelo alviverde terminou no 1 a 1, placar construído já no fim do jogo (Foto: Guarani/Divulgação)

O jogo – O Goiás tratou de ir para cima dos adversários em busca de sua primeira vitória na Série B desde o primeiro minuto. Aos 17, quase abriu o placar em sua primeira grande oportunidade. Carlos Eduardo fez excelente jogada individual, levou para a linha de fundo e cruzou para Tiago Luís, que, na entrada da pequena área, completou, mas mandou por cima do travessão, assustando o goleiro rival.

O Guarani, por sua vez, não deixou os donos da casa reinarem na partida e pouco depois, aos 22 minutos, respondeu. Rondinelly ficou com a bola pela direita, levou para o meio e bateu forte de fora da área, mandando rente à trave esquerda de Marcelo Rangel, que se esticou todo na tentativa de fazer a defesa, mas nem precisou, já que a bola foi para fora.

Daí em diante o jogo ficou mais truncado, e as defesas não davam muitas brechas para os homens da frente infiltrarem. Nem mesmo os estreantes Renato Cajá e Felipe Gedoz conseguiram fazer a diferença para o Goiás, que teve de ir para o intervalo ansiando por um desempenho melhor na etapa complementar e, consequentemente, a primeira vitória na Segundona.

O segundo tempo começou da mesma forma que a etapa inicial terminou: sem muitas chances de perigo das duas equipes. Em busca de algo novo, o técnico Umberto Louzer decidiu tirar Bruno Mendes e acionar Anselmo Ramon no ataque, porém, o substituto também pouco pôde fazer frente a um rival disposto a dar fim de uma vez por todas em seu péssimo início de Série B.

Felipe Garcia, que foi acionado pelo técnico Ney Franco na etapa complementar no lugar de Tiago Luis teve a grande chance de ganhar pontos com o novo treinador do Goiás em seu primeiro lance. O meia recebeu passe açucarado de Carlos Eduardo dentro da área e bateu de primeira, mandando por cima do travessão e desperdiçando outro lance promissor do time esmeraldino na partida.

A displicência no setor ofensivo acabou custando caro aos donos da casa. Já na reta final da partida, mais precisamente aos 34 minutos, o Guarani balançou as redes com Anselmo Ramon. O atacante acionou Bruno Nazário, que cortou o zagueiro, mas deixou para ele chegar finalizando, cruzado, sem chances para Marcelo Rangel, que viu a bola morrer no fundo do gol. A situação só melhorou um pouco nos acréscimos, aos 47, quando Giovanni levantou na cabeça de Madison, que matou Bruno Brígido com seu arremate e comemorou seu primeiro gol como profissional esmeraldino, evitando a quarta derrota da sua equipe no torneio.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 1 X 1 GUARANI

Local: Estádio Serra Dourada, Goiania (GO)
Data: Sexta-feira, 18 de maio de 2018
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Daniel Nobre Bins (RS)
Assistentes: Lucio Beiersdorf Flor (RS) e Leirson Peng Martins (RS)

Cartões amarelos: Eduardo Brock e Léo Sena (Goiás); Lenon (Guarani)
Gols: Anselmo Ramon, aos 34 minutos do 2ºT (Guarani);  Madison, aos 47 minutos do 2ºT (Goiás)

GOIÁS: Marcelo Rangel; Alex Silva (Caique Sá), David Duarte, Eduardo Brock e Breno; Madison, Léo Sena, Renato Cajá (Giovanni), Felipe Gedoz; Carlos Eduardo e Tiago Luis (Felipe Garcia)
Técnico: Ney Franco

GUARANI: Bruno Brigido; Lenon, Philipe Maia, Edson Silva e Marcílio; Baraka, Ricardinho, Rondinelly e Rafael Longuine (Erik); Bruno Mendes (Anselmo Ramon) e Bruno Nazário (Denner)
Técnico: Umberto Louzer