Brasileiro Série B

Couto Pereira | 29/4/2019 - 20:0

Futebol/Brasileiro Série B

Em dia de homenagens, Coxa bate a Macaca na estreia pela Série B

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes - Curitiba , PR
29/04/2019 21:56:54

Em: Brasileiro Série B, Coritiba, Futebol, Notícias, Ponte Preta
Todas as homenagens lembraram o Flecha Loira, Dirceu Krüger (Divulgação/CFC)

Fechando a primeira rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2019, o Coritiba bateu a Ponte Preta por 2 a 0, em um Couto Pereira lotado em uma noite de homenagens a Dirceu Krüger. Com o resultado, o Alviverde está no G4, na terceira colocação, com três pontos e dois gols de saldo. A Macaca é a lanterna.

O Coxa abriu a contagem aos 19 minutos do primeiro tempo, em cobrança de pênalti de Rodrigão. O atacante fez mais um, aos 36 minutos, deixando a defesa para trás e tocando na saída do goleiro.

Na próxima rodada, o Coritiba enfrenta o Atlético Goianiense, sexta-feira, no Estádio Antônio Accioly. Já a Ponte Preta encara o Criciúma, quinta-feira, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

O jogo – Antes de a bola rolar, refletores apagados e uma linda homenagem de mais de 30 mil coxas-brancas, com celulares acesos e o canto de ‘Krüger, Krüger, Krüger’, em homenagem a seu maior ídolo, Dirceu Krüger, morto na última quinta-feira, aos 74 anos. A partida começou com o Coxa marcando o adversário no campo adversário e tentado pressionar. Aos cinco minutos, Welinton Junior cruzou fechado e Renan Fonseca afastou o perigo.

O primeiro chute a gol mesmo aconteceu aos sete minutos, com Rodrigão chutando forte para grande defesa de Ivan, que cedeu escanteio. A resposta veio com Matheus Vargas, no minuto seguinte, chutando rasteiro, para fora. Depois do ímpeto inicial alviverde, a Macaca equilibrou as ações. Mas, aos 17 minutos, o assistente viu mão de Diego Renan na área e anotou a penalidade. Na cobrança, Rodrigão converteu a cobrança.

A Ponte seguia tentando entrar na defesa paranaense, mas tinha dificuldade no campo de ataque. Aos 32 minutos, Welinton Junior chegou pela lateral da área, não enxerga Rodrigão entrando em liberdade, e chutou direto pela linha de fundo. Mas, aos 36 minutos, Rodrigão recebe de Fabiano, tirou a defesa e tocou na saída do goleiro para ampliar a vantagem. Pressão coxa-branca, e, aos 40 minutos, Patrick tentou surpreender o goleiro Ivan, tocando para fora.

Para a etapa final, as duas equipes retornaram sem novidades. Contra-ataque em velocidade para o Coxa, aos três minutos, e a bola fica com Rodrigão, que tentou encobrir o goleiro e ganhou escanteio. O troco veio com Renato Kayzer, aos cinco minutos, com o atacante acertando uma bela cabeçada, mas errando o alvo. Aos sete minutos, foi a vez e Júlio César arriscar o chute, por cima da meta alviverde.

O Coritiba voltou a animar o torcedor aos 13 minutos, após lançamento de Diogo Mateus para Rodrigão, que testou no travessão. A Macaca mostrava determinação para seguir lutando, mas encontrava uma marcação forte do outro lado. Aos 24 minutos, passe açucarado para Rodrigão na entrada da área, mas o artilheiro alviverde furou.

A Ponte teve a grande chance de entrar de volta na partida aos 28 minutos, com o árbitro marcando pênalti de Welinton Junior em Diego Renan. Na cobrança, Thalles carimbou a trave, a cabeça de Wilson e a linha de fundo. Aos 36 minutos, Gersón Magrão pegou sobra de bola na entrada da área, e chutou em cima da defesa. A Ponte tentou até o fim e, aos 41 minutos, Arnaldo deixou Fabiano para trás e soltou o pé para grande defesa de Wilson, que voltou ao time para garantir os três pontos em uma noite especial.

CORITIBA 2 X 0 PONTE PRETA

Local: Estádio Major Antônio Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data: 29 de abril de 2019, segunda-feira
Horário: 20 horas (de Brasília)
Árbitro: Ronei Candido Alves (MG)
Assistentes: Frederico Soares Vilarinho (MG) e Leonardo Henrique Pereira (MG)
Cartões amarelos : Luizinho, Fabiano (Coritiba); Gerson Magrão, Renato Kayzer, Matheus Vargas e Arnaldo (Ponte)

Gols
CORITIBA: Rodrigão, aos 19 minutos e aos 36 minutos do primeiro tempo

CORITIBA: Wilson; Diogo Mateus, Alan Costa, Romércio e Fabiano; Vitor Carvalho, Luizinho (Arancibia)e Thiago Lopes (Elyeser); Patrick Brey, Welinton Junior e Rodrigão.
Técnico: Umberto Louzer

PONTE PRETA: Ivan, Arnaldo, Renan Fonseca, Reginaldo e Diego Renan (Abner); Nathan, Gerson Magrão e Matheus Vargas (Batista); Júlio César, Renato Kayzer (Matheus Oliveira) e Thalles
Técnico: Jorginho

Ads – Rodapé Posts




Escalação
Coritiba

Wilson


Diogo Mateus


Romércio


Alan Costa


Fabiano


Patrick Brey


Vitor Carvalho


Luiz Henrique


Thiago Lopes


Rodrigão


Welinton Júnior


Elyezer


Lucas Tocantins


Francisco Arancibia


Tec - Umberto Louzer
Ponte Preta

Ivan


Arnaldo


Reginaldo


Renan Fonseca


Diego Renan


Nathan


Gérson Magrão


Matheus Vargas


Renato Kayser


Thalles


Júlio César


Matheus Oliveira


Facundo Batista


Abner


Jorginho - Tec

Posse de bola

68%
32%
Corinthians
Santos
999
Corinthians

Passe

999
Santos
999
Corinthians

Finalização

999
Santos
999
Corinthians

Cruzamento

999
Santos
999
Corinthians

Desarme

999
Santos

Faltas

24
COR
×
15
SAN

Impedimentos

24
COR
×
15
SAN

Cartões amarelos

24
COR
×
15
SAN

Cartões vermelhos

24
COR
×
15
SAN

Estatísticas de jogadores

Corinthians

LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner

Santos

LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
Estatísticas de jogadores