Cruzeiro perde para o Avaí e pode terminar rodada no Z4 da Série B

São Paulo, SP

25-09-2020 23:24:23

Continua complicada a situação do Cruzeiro na Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta sexta-feira, pela 11ª rodada da competição, o time celeste perdeu por 1 a 0 para o Avaí, em pleno Mineirão.

Com mais uma derrota, o Cruzeiro se vê cada vez mais pressionado na tabela. A equipe é apenas a 15ª colocada com oito pontos, e pode terminar a rodada no Z4, caso CSA e Oeste vençam os seus jogos. Já o Avaí chega a 13 pontos e sobe para a 11ª colocação.


O desenho do jogo na primeira etapa foi claro: o Cruzeiro tinha mais domínio da posse de bola, comandando as ações ofensivas, mas encontrava um Avaí bem postado na defesa, protegendo a área com firmeza. Nas poucas chances que conseguiu assustar, o time mineiro parou em defesas de Lucas Frigeri.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

O ritmo se repetiu durante o segundo tempo. O Cruzeiro continuou com a posse de bola, mas parava nas linhas defensivas dos catarinenses. O Avaí também saiu pouco em contra-ataque, mas foi assim que o time chegou ao gol que abriu o placar. Aos 33 minutos, Getúlio avançou pelo lado esquerdo e cruzou para Pedro Castro completar livre na segunda trave.

Já na reta final, o nervosismo começou a ficar claro no Cruzeiro, que se lançou ao ataque com mais ímpeto do que organização. Sem conseguir entrar na defesa adversária pelo chão, a equipe apostou nas bolas aéreas. A equipe teve boa chance nos pés de Régis, aos 44, mas Lucas Frigeri fez mais uma defesa crucial, que garantiu a vitória do Avaí

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 0 X 1 AVAÍ

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 25 de setembro de 2020, sexta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ)
Assistentes: Thiago Rosa de Oliveira e Daniel do Espirito Santo Parro (RJ)
Cartões amarelos: Daniel Guedes, Cacá e Ariel Cabral (Cruzeiro); Renatinho (Avaí)
Gols: Pedro Castro, aos 33 do 2T (Avaí)

CRUZEIRO: Fábio; Daniel Guedes (Rafael Luiz), Manoel, Cacá e Matheus Pereira; Ariel Cabral (Ramon), Machado e Maurício (Marquinhos Gabriel); Airton (Régis), Arthur Caíke (Thiago) e Marcelo Moreno
Técnico: Ney Franco

AVAÍ: Lucas Frigeri; Felipe (Arnaldo), Rafael Pereira (Kunde), Airton e Capa; Ralf, Ralf, Jean, Pedro Castro e Renatinho (Valdívia); Rildo (Vinícius Jaú) e Gastón Rodríguez (Getúlio).
Técnico: Geninho

Deixe seu comentário