Brasileiro Série B

Estádio Heriberto Hülse | 01/05/2018

Futebol/Brasileiro Série B

Criciúma perde dentro de casa e segue sem pontuar na Série B

São Paulo , SP
01/05/2018 17:58:36

Em: Brasileiro Série B, Criciúma, CSA, Futebol, Futebol Internacional
Equipe de Argel Fuchs sofreu a quarta derrota em quatro jogos na Série B (Foto: Fernando Remor/Gazeta Press)

Em partida válida pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro Série B, o Criciúma recebeu o CSA no Heriberto Hülse e acabou derrotado pelo placar de 3 a 1. Com o resultado, o Tigre segue sem pontuar na competição, e só não segura a lanterna pois o Boa Esporte tem um saldo de gols pior. O time visitante, por sua vez, chega ao segundo lugar com nove pontos, um a menos que o líder Fortaleza.

O Criciúma começou a partida tentando exercer o fator casa, pressionando nos minutos iniciais, apesar de não conseguir criar chances claras. O CSA, por sua vez, errava muitos passes, principalmente no campo de ataque. Além disso, o jogo era muito faltoso, e os jogadores estavam com os ânimos exaltados.

A primeira chance veio apenas aos 31 minutos da primeira etapa, com o time visitante. Niltinho tocou para Didira, que, do meio da rua, arriscou uma bomba. A bola desviou na defesa, traiu o goleiro Luiz e foi morrer no fundo das redes.

A resposta dos mandantes veio aos 40: Em boa jogada pela esquerda, Marlon rolou para Alex Maranhão, que cruzou para Zé Carlos, livre, dentro da pequena área. Contudo, o atacante pegou muito mal, e a bola saiu pela linha de fundo.

Aos cinco minutos da etapa complementar, após cruzamento na área do CSA, a bola bateu na mão do Edinho, e o árbitro assinalou a penalidade a favor do Tigre. João Paulo foi para a cobrança e o goleiro Alexandre Cajuru ainda tocou nela, mas não conseguiu impedir o gol de empate.

Aos 12 minutos, o time da casa quase chegou ao gol da virada. Nicolas recebeu dentro da área e bateu cruzado para a defesa de Alexandre Cajuru. No rebote, João Paulo bateu forte, e Celsinho apareceu para tirar em cima da linha. Dois minutos depois, na resposta dos visitantes, o zagueiro Nino foi tentar tirar, mas encobriu o goleiro e acabou jogando contra o próprio patrimônio.

Aos 35 minutos, Marlon tentou dar um chute em Didira, e acabou expulso. Dois minutos depois, o jogador recebeu de Niltinho pela direita, e livre de marcação, tocou por cobertura na saída do goleiro, marcando um belo gol e praticamente selando a vitória do CSA.

Aos 41, quando muitos torcedores já deixavam o Heriberto Hülse, ainda houve tempo para o Criciúma ter mais um jogador expulso. Zé Carlos, do banco de reservas, recebeu o cartão vermelho por reclamação.

FICHA TÉCNICA
CRICIÚMA 1 X 3 CSA

Local: Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC)
Data: 1 de maio de 2018, terça-feira
Horário: 16 horas (Brasília)
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (CBF-GO)
Assistentes: Marcio Soares Maciel (GO) e Tiago Gomes da Silva (GO)
Público: 2.517 pagantes
Renda: 
R$ 48.740
Cartões amarelos:
 Zé Carlos, Nino e João Paulo (Criciúma), Ferrugem, Leandro Souza e Alexandre Cajuru (CSA)
Cartão vermelho: Marlon e Zé Carlos (Criciúma)
Gols: 
Criciúma: João Paulo, aos seis minutos do segundo tempo. CSA: Didira, aos 31 minutos do primeiro tempo e aos 37 do segundo e Nino (contra), aos 14 minutos do segundo tempo.

CRICIÚMA: Luiz; Natan, Nino, Sandro e Marlon; Liel; João Paulo, Elvis, Alex Maranhão (Eduardo) e Nicolas (Andrew); Zé Carlos
Técnico: Argel Fuchs

CSA: Cajuru; Celsinho, Xandão, Leandro Souza e Rafinha; Edinho, Ferrugem (Yuri), e Daniel Costa (Velicka); Didira (Muriel), Niltinho e Michel Douglas
Técnico: Marcelo Cabo