CRB bate o Paysandu, deixa o Z4 e prolonga crise do Papão na Série B

São Paulo, SP

23-06-2017 21:17:33

O CRB confirmou sua reação no Campeonato Brasileiro da Série B na noite dessa sexta-feira com uma importante vitória, de virada, em cima do Paysandu, no estádio Rei Pelé, em Maceió, pela 10ª rodada da competição. Depois de sair atrás, o time da casa fez 2 a 1 no segundo tempo, alcançou seu segundo triunfo seguido e saltou na tabela de classificação, deixando a zona do rebaixamento para trás. Já o Papão agora soma seis jogos sem sair de campo com os três pontos.

Apesar do momento negativo, o jogo começou bom para o Paysandu. Na primeira jogada mais incisiva no estádio Rei Pelé, logo aos três minutos, Marcão aproveitou cruzamento rasteiro da direita e mandou, de primeira, para o fundo do gol, quebrando um jejum de já perdurava quatro rodadas da equipe do Pará.

Com o placar inaugurado logo cedo, o que se esperava era que a partida ficasse ainda mais eletrizante do que se projetava antes do apito inicial. Mas a expectativa virou frustração. Perdeu-se muito tempo com “cera”, faltas, atendimentos médico... Só a partir dos 15 minutos é que o CRB conseguiu, enfim, colocar a bola no chão e pressionar o Papão.

Aí virou ataque contra defesa. Emerson fez grande defesa em finalização de Daniel Pires, Zé Carloes acertou a trave após escanteio, Edson ratinho tirou tinta da trave em chute da direita e Adalberto por pouco não empatou de cabeça, no último lance do primeiro tempo.

Apesar de martelar, os mandantes foram para o intervalo atrás no placar. A apreensão, porém, durou pouco tempo. Assim como o Paysandu fez na etapa inicial, o CRB não demorou para marcar assim que o jogo foi reiniciado. Chico acertou o travessão de Emerson e Edson Ratinho emendou um belo chute para liberar o grito de gol nas arquibancadas.

Quando o CRB ainda comemorava, veio um susto inesperado. Zé Carlos desviou conclusão de Diego dentro da área e Emerson evitou o balde de água fria com uma bela defesa. A recompensa veio aos 16, quando Flávio Boaventura aproveitou sobra de escanteio e virou o jogo, levando o estádio Rei Pelé ao delírio.

Os minutos finais foram dramáticos, com as duas equipes cedendo muito espaço e contra-atacando a cada retomada da posse da bola. Apesar dos riscos, no fim, o torcedor do CRB pôde respirar aliviado e fazer a festa, enquanto o Paysandu deixou o gramado frustrado pela sexta rodada seguida.

Na sexta-feira, o Papão receberá o Luverdense no Mangueirão, em Belém, às 19h15. Já o CRB visitará o Náutico, na Arena Pernambuco, às 21h30 do mesmo dia.

FICHA TÉCNICA
CRB 2 x 1 PAYSANDU

Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL)
Data: 22 de junho de 2017, sexta-feira
Horário: 19h15 (Brasília)
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Assistentes: Rogério Pablos Zanardo e Herman Brumel Vani (ambos de SP)
Cartões amarelos: CRB: Marcos Martins. PAYSANDU: Wesley, Ricardo Capanema, Diogo Oliveira, Bérgson e Peri

GOLS:
CRB:
Edson Ratinho, aos 4, e Flávio Boaventura, aos 16 minutos do 2T
PAYSANDU: Marcão, aos 3 minutos do 1T

CRB: Edson Kolln; Marcos Martins, Adalberto, Flávio Boaventura e Diego; Danilo Pires, Yuri , Edson Ratinho e Chico (Clebinho); Erick Salles (Elvis) e Zé Carlos (Neto Baiano)
Técnico: Dado Cavalcanti

PAYSANDU: Emerson; Ayrton, Perema, Fernando Lombardi e Pery; Wesley (Daniel Amorim, Ricardo Capanema (Tiago Mandi), Jhonnatan e Diogo Oliveira (Lucas Taylor); Bérgson e Marcão.
Técnico: Rogerinho

Deixe seu comentário