Futebol/Brasileiro Série B

Coritiba vence o Brasil de Pelotas e visita o G4 pela primeira vez

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes - Curitiba , PR
08/05/2018 23:23:38 — 08/05/2018 23:30:08

Em: Brasil de Pelotas, Brasileiro Série B, Coritiba, Futebol, Notícias
Coritiba não jogou bonito, mas saiu de campo com os três pontos (Divulgação/CFC)

O Coritiba voltou a vencer em casa pela Série B do Campeonato Brasileiro, desta vez por 1 a 0, diante do Brasil de Pelotas, no Couto Pereira, se aproximando dos líderes da classificação. Com o resultado, o Coxa assume provisoriamente a quarta colocação, com 10 pontos. Já o Xavante, com cinco pontos, está na 14ª colocação.

O Alviverde abriu o placar no segundo tempo, aos 11 minutos, com Yan Sasse, aproveitando jogada ensaiada em cobrança de escanteio para chutar forte e balançar a rede.

Na próxima rodada, o Coritiba enfrenta o Boa Esporte, no sábado, dia 19, no Estádio Municipal de Varginha. Já o Brasil terá pela frente o Sampaio Corrêa, no mesmo dia, no Estádio Bento Freitas.

O jogo – O jogo começou com muita marcação e os dois times mostrando muita disposição. Aos seis minutos, Jean Carlos cobrou falta na área e Pablo desviou de cabeça pela linha de fundo, sem perigo. O último passe era a principal dificuldade demonstrada pelas equipes. Aos 11 minutos, Lourency tentou o cruzamento, fechado demais, direto para fora.

Chute a gol mesmo veio aos 17 minutos, com Bruno Morais recebendo na área, girando o corpo e arrematando à esquerda da meta, raspando o poste. Aos 24 minutos, sem conseguir entrar na defesa xavante, Jean Carlos chutou de longe, viu a bola desviar em Rafael Vitor e obrigar Marcelo Pitol a fazer grande defesa.

Eduardo Baptista precisou queimar a primeira mudança antes dos 30 minutos, com Vitor Carvalho deixando o jogo lesionado para a entrada de João Paulo. Aos 36 minutos, Jean Carlos cobrou falta e Heverton subiu para tirar da cabeça do atacante. O jogo era morno, sem emoção e chances reais de gol.

Depois do intervalo, o Alviverde voltou com Guilherme Parede no lugar de Jean Carlos. O ritmo do jogo pouco mudou, com muita disposição e pouca criatividade. Aos sete minutos, Guilherme Parede arriscou o chute de longe e Marcelo Pitol fez grande defesa. Ate que, aos 11 minutos, Guilherme Parede saiu em contra-ataque e serviu Yan Sasse, travado pela defesa, que cedeu escanteio. Depois da cobrança, Yan Sasse apareceu para chutar rasteiro de balançar a rede, abrindo o placar.

Depois do gol, o Coxa avançou sua marcação, tentando impedir qualquer reação do Brasil. Aos 16 minutos, Chiquinho fez o recuo muito curto e serviu Michel, que chegou a passar por Wilson, mas foi travado por Alex Alves. Yan Sasse voltou a marcar para o Coritiba, aos 28 minutos, mas o árbitro anulou o lance marcando impedimento.

O time da casa teve uma grande oportunidade para ampliar a vantagem no placar aos 30 minutos, com Bruno Moraes, que recebeu cruzamento açucarado de Chiquinho e conseguiu errar a bola. Aos 37 minutos, Bruno Moraes pegou rebote após chute e Rafhael Lucas e de bicicleta carimbou a trave. O Xavante tentou pressionar nos últimos minutos, mas não passou pela defesa coxa-branca que garantiu os três pontos na base do chutão para frente.

CORITIBA 1 X 0 BRASIL-RS

Local: Estádio Major Antônio Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data: 08 de maio de2018, terça-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF)
Assistentes: Lehi Sousa Silva (DF) e Leila Naiara Moreira da Cruz (DF)
Cartões amarelos : João Paulo (Coritiba); Rafael Vitor (Brasil)

Gol
CORITIBA: Yan Sasse, aos 11 minutos do segundo tempo

CORITIBA: Wilson; Leandro Silva, Thalisson Kelven, Alex Alves e Chiquinho; Vitor Carvalho (João Paulo) e Júlio Rusch; Jean Carlos (Guilherme Parede) e Yan Sasse (Rafhael Lucas), Pablo e Bruno Moraes.
Técnico: Eduardo Baptista

BRASIL DE PELOTAS: Marcelo Pitol; Tiago Cametá (Léo Bahia), Rafael Vitor, Heverton e Artur; Leandro Leite, Éder Sciola e Lourency; Itaqui, Michel (Luiz Eduardo) e Wellington Júnior (Kaio)
Técnico: Clemer