Brasileiro Série B

Dilzon Melo | 15/06/2018

Avaí aproveita fragilidade do Boa para seguir em alta na Série B

São Paulo , SP
15/06/2018 22:19:42

Em: Avaí, Boa Esporte, Brasileiro Série B, Futebol

O Avaí continua em alta na Série B do Campeonato Brasileiro. Na noite desta sexta-feira, o time dirigido por Geninho aproveitou a fragilidade do lanterna Boa Esporte para conquistar mais uma vitória na competição, desta vez por 2 a 0, em Varginha.

O resultado deixou o Avaí com 21 pontos ganhos, cinco atrás do líder Fortaleza, que fez 2 a 0 sobre o Brasil de Pelotas também nesta sexta-feira. Já o Boa, que vinha de empates com o São Bento e o Criciúma, estacionou nos 6, fazendo a pior campanha da segunda divisão nacional.

Para piorar a sua situação, o time mineiro ainda sofreu uma baixa logo no princípio da partida contra o Avaí. O atacante William Barbio se contundiu e acabou substituído por Genesis aos oito minutos.

Pouco depois, aos 15, o Avaí marcou o seu primeiro gol. Rodrigão recebeu cruzamento da direita de Renato, girou diante da marcação dentro da área e passou para o lado. Rômulo dominou e concluiu com categoria para abrir o placar.

O Avaí conseguiu ampliar ainda na etapa inicial. Já aos 45 minutos, Rômulo fez lançamento para Renato, que correu à frente da marcação e finalizou com um belo chute por cobertura antes de correr para o abraço.

No segundo tempo, os dois times tiveram um jogador expulso – Rodrigão, pelo Avaí, e Elivélton, pelo Boa –, o que não melhorou o andamento da partida. Pouco criativo, a equipe mandante não pôde nem sequer descontar.

FICHA TÉCNICA
BOA ESPORTE 0 X 2 AVAÍ

Local: Estádio Dilzon Melo, em Varginha (MG)
Data: 15 de junho de 2018, sexta-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Júnior (PE)
Assistentes: Marcelino Castro de Nazaré (PE) e Bruno César Chaves Vieira (PE)
Cartões amarelos: Elivélton e Leandro Canhoto (Boa Esporte); Pedro Castro (Avaí)
Cartões vermelhos: Elivélton (Boa Esporte); Rodrigão (Avaí)
Gols: AVAÍ: Rômulo, aos 15, e Renato, aos 45 minutos do primeiro tempo

BOA ESPORTE: Fabrício; Lucas Taylor, Caíque, Artur Jesus e Elivélton; Djavan (Rafinha), Amaral (Bruno Tubarão), Alyson e Leandro Canhoto; William Barbio (Genesis) e Douglas Baggio
Técnico: Daniel Paulista

AVAÍ: Aranha; Fagner Alemão, Betão e Airton; Guga, Judson, Pedro Castro (Luan), Renato (Carlos Alberto) e Capa; Rômulo (Getúlio) e Rodrigão
Técnico: Geninho