América-MG bate o Macaé e sobe para terceiro na Série B

Do correspondente Gustavo Aleixo - Belo Horizonte,MG

06-10-2015 22:39:40

Gol da vitória americana foi marcado pelo zagueiro Wesley Matos (Carlos Cruz/AFC)
Gol da vitória americana foi marcado pelo zagueiro Wesley Matos (Carlos Cruz/AFC)

Fora do G4 durante grande parte do returno, o América-MG parece querer alcançar o acesso com uma bela arrancada na reta final da Série B. De volta ao grupo dos quatro primeiros na rodada passada, o Coelho confirmou seu bom momento ao bater o Macaé por 1 a 0, nesta terça-feira, no Independência, emendando sua terceira vitória consecutiva na competição.

O gol da partida foi marcado pelo zagueiro Wesley Matos, no final do primeiro tempo, naquela que foi a principal jogada americana durante todo o jogo: a bola parada. Com o resultado, o América-MG sobe para a terceira colocação, enquanto que o Macaé segue na 16ª posição e ameaçado pela zona de rebaixamento, podendo ver a sua distância para o Z4 cair para cinco pontos dependendo dos resultados ao final da rodada.

Embalado pela boa fase na Série B, o América-MG volta a campo contra outra equipe que briga contra o rebaixamento, o ABC, no dia 17 de outubro (sábado), às 16h30 (de Brasília), no estádio Frasqueirão. No mesmo dia, só que às 21h, o Macaé busca a recuperação em um duelo complicadíssimo contra o Paysandu, no Mangueirão.

O Jogo – Com mais posse de bola no começo da partida, o América-MG apostou em uma pressão inicial contra o Macaé e quase abriu o placar logo em sua primeira oportunidade. Após a defesa bloquear o chute de Rodrigo Souza, o atacante Richarlison pegou a sobra e finalizou com muito perigo. A bola passou rente à trave e por pouco o Coelho não fez o primeiro com oito minutos de partida.

A primeira boa chance do América-MG animou os torcedores, que compareceram em bom número no Horto. Na expectativa por uma pressão ainda maior do Coelho, a torcida americana, no entanto, viu o jogo ficar morno. Sem furar o bloqueio defensivo do Macaé, o América-MG passou a conservar um domínio estéril da partida.

Seguro na defesa, o Macaé se sentiu à vontade para contra-atacar e, aos 27 minutos, chegou perto. Após roubada de bola, Juninho lançou Anselmo, que invadiu a área a finalizou forte para João Ricardo espalmar. Empolgado com a primeira chance no jogo, o time macense levou perigo sete minutos depois com Igor Julião, que arrematou bonito para bela defesa do goleiro do Coelho.

Após ficar grande parte do primeiro tempo sem criar jogadas ofensivas, o América-MG resolveu acordar no final da etapa inicial. Aos 38, Marcelo Toscano fez belo cruzamento para Mancini que cabeceou mal a bola, perdendo excelente chance. Dois minutos, depois, o meia, em nova bola na área, testou a bola na trave e, no rebote, Xavier finalizou firme para ótima defesa de Rafael.

O caminho estava bem claro, e o Coelho seguiu apostando nas bolas áreas, tanto que, aos 44 minutos, Rodrigo Souza aproveitou outro cruzamento na área para cabecear com muito perigo. No lance seguinte, Richarlison fez bela jogada individual e arrematou com força para fora.

O gol do América-MG estava maduro e veio a sair nos acréscimos. Após escanteio cobrado por Mancini, a bola ficou pipocando na área até que Wesley Matos, de canhota, completou para as redes.

América-MG utilizou a bolas aéreas durante todo a partida no Independência (Carlos Cruz/AFC)
América-MG utilizou a bolas aéreas durante todo a partida no Independência (Carlos Cruz/AFC)

Com a vantagem no placar, o América-MG decidiu “segurar a onda” no segundo tempo. Com mais tranquilidade para tocar a bola, a equipe mineira procurou manter a posse e impedir que o Macaé tivesse chances para atacar.

A estratégia americana fez com que o jogo ficasse moroso e apresentasse a sua primeira oportunidade de gol apenas aos 18 minutos. O lateral Xavier recebeu pela esquerda e disparou um belo arremate cruzado de canhota que passou muito perto da trave macaense.

Sem definir a partida, o América-MG abriu caminho para o Macaé começar a exercer uma pressão no final do segundo tempo. Com mais peças ofensivas, a equipe carioca quase empatou, aos 32, com Juninho, que chutou cruzado, e a bola passou com perigo pela meta americana.

Seis minutos depois, Jonas fez belíssima jogada individual e pegou bonito na bola, que acabou passando próximo do ângulo de João Ricardo, naquela que seria a última oportunidade do Macaé na partida.

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA-MG 1 X 0 MACAÉ-RJ

Local: Arena Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 6 de outubro de 2015 (Terça-feira)
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Charles Hebert Cavalcante Ferreira (AL)
Assistentes: Rondinelle dos Santos Tavares (AL) e Esdras Mariano de Lima Albuquerque (AL)
Cartões Amarelos: Rodrigo Souza, Anderson Conceição e Richarlison (América-MG); Diego Corrêa, Alisson, Thiago Cardoso e Pipico (Macaé)

GOL: Wesley Matos aos 48 minutos do primeiro tempo

AMÉRICA-MG: João Ricardo, Alison, Wesley Matos e Anderson Conceição; Pablo (Henrique Santos), Leandro Guerreiro, Rodrigo Souza (Diego Lorenzi), Mancini (Tony) e Xavier; Marcelo Toscano e Richarlison
Técnico: Givanildo Oliveira

MACAÉ: Rafael, Igor Julião (Jonas), Frauches, Ramon e Diego Corrêa; Gedeil, Alisson (Thiago Cardoso), Juninho e Aloísio (Murilo); Pipico e Anselmo
Técnico: Josué Teixeira

Deixe seu comentário