Vasco leva empate e tropeça em casa contra a Chapecoense

Gazeta Press - Rio de Janeiro,RJ

30-09-2017 18:07:52

O Vasco recebeu a Chapecoense na tarde deste sábado em São Januário, e ficou apenas no empate por 1 a 1, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, na última partida da punição de atuar sem torcida. Andrés Rios abriu o placar no primeiro tempo, mas Reinaldo empatou para os catarinense na segunda etapa.

Com o resultado, o Vasco vai a 33 pontos na tabela do Brasileirão, e segue na nona colocação, mas pode cair dependendo dos resultados da rodada. Já a Chape, que vinha embalada por duas vitórias seguidas, segue se recuperando e soma agora 32 pontos, na décima posição.

Na próxima rodada, o Vasco joga dia 11 de outubro, quarta-feira, na Ressacada, contra o Avaí. No mesmo dia, a Chapecoense volta a jogar no Rio de Janeiro, e visita o Botafogo no Engenhão.

O jogo - Sonhando com uma vaga na Libertadores, o Vasco começou muito bem. Mesmo jogando com um estádio vazio, o time da casa se impôs desde o início, enquanto a Chapecoense demorou a se encontrar em campo.

Com apenas um minuto, o Vasco já chegou com perigo. Após boa troca de passe pela direita do ataque, Wellington recebeu de Nenê na área e tocou de primeira para a entrada de Pikachu. O meia acertou o chute, mas o goleiro Jandrei saiu bem e tocou para escanteio.

Na cobrança, a bola ficou viva na área e sobrou para Andrés Rios, que bateu de primeira, mas errou o gol e mandou pela linha de fundo.

Controlando as ações em campo, o Vasco chegou bem novamente aos 8. Nenê tocou para Mateus Vidal, que fez belo lançamento pelo meio para Wellington na altura da meia lua da área. O volante dominou e chutou de canhota, mas a bola foi para fora.

A Chape se ajustou melhor em campo a partir dos 15, e melhorou a marcação. Aos 23, Jandrei, da sua área, lançou Arthur em velocidade. O atacante entrava sozinho mas Martín Silva se antecipou e cortou.

Na resposta cruzmaltina, saiu o gol. Wellington recebeu no meio e lançou Madson na ponta direita. O lateral Reinaldo cortou mal e acabou deixando Madson livre para cruzar rasteiro e achar Andrés Ríos. O argentino só teve o trabalho de tocar para a rede e marcou seu primeiro gol com a camisa do Vasco.

A Chapecoense sentiu o golpe e o Vasco continuou atacando em busca do segundo gol. Aos 32, Madson recebeu em profundidade e cruzou pelo alto. Pikachu acertou a cabeçada do meio da área, mas Jandrei se esticou e espalmou para escanteio. No minuto seguinte, Matheus Vital fez boa jogada e cruzou. Jean subiu bem e cabeceou na rede pelo lado de fora.

Um erro do goleiro vascaíno deu a melhor chance do primeiro tempo para a Chapecoense. Breno atrasou para Martín Silva, que, pressionado por Arthur, errou o chute e acertou o atacante da Chape. Arthur tocou para Wellington Silva chutar para o gol quase vazio, mas a bola saiu pela linha de fundo.

A equipe catarinense teve mais uma chance antes do intervalo. Contra-ataque rápido, e Arthur acertou chute rasteiro de fora da área, mas a bola saiu perto da trave esquerda.

Na volta dos vestiários, a Chape retornou com uma alteração. Elicarlos saiu para a entrada de Dodô. A mudança melhorou a postura da equipe em campo. Já o Vasco voltou com o mesmo ímpeto da primeira etapa, mas a defesa continuava aberta, especialmente pelos lados do campo.

O Vasco perdeu gol incrível aos 10. Pikachu cruzou da direita e levantou no segundo pau. Nenê escorou para o meio e Andrés Rios cabeceou com Jandrei fora do lance. O zagueiro Douglas Grolli salvou em cima da linha. A bola voltou para o atacante do Vasco, que tentou dar uma puxada, mas mandou por cima do travessão.

A Chapecoense marcava melhor no segundo tempo, e começou a levar mais perigo. Aos 17, Reinaldo cobrou falta no bico da área pela direita, rolou para Dodô ir à linha de fundo e cruzar. Martín Silva defendeu e a zaga tirou da área. Apodi escorou o rebote e deixou para Reinaldo acertar um balaço. A bola raspou no travessão e saiu pela linha de fundo.

O mesmo Reinaldo recebeu lateral pela esquerda do ataque aos 19, avançou em direção da área, viu o goleiro adiantado e tocou por cobertura para marcar um golaço, e deixar tudo igual no placar.

O jogo ficou mais aberto e a Chapecoense quase virou o placar aos 37. Penilla, que havia entrado no lugar de Alan Ruschel, recebeu na esquerda após uma bobeada na saída de bola do Vasco, fez boa jogada e soltou a bomba. Martín Silva segurou com Wellington Paulista em cima dele para aproveitar um rebote.

Enquanto a Chape manteve a postura conservadora, já que um empate fora de casa não era mau negócio, o Vasco tentava de qualquer maneira o gol da vitória. Aos 42, em meio a pressão vascaína, Manga Escobar recebeu na esquerda da área, cortou para o meio e chutou, mas a bola foi em cima de Jandrei, que segurou firme.

FICHA TÉCNICA
VASCO 1 X 1 CHAPECOENSE

Local: Estádio São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 30 de setembro de 2017, sábado
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO)
Assistentes: Bruno Raphael Pires (Fifa-GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)
Cartões Amarelos: Jean, Breno, Thalles (Vasco)
Gols: VASCO: Andrés Rios, aos 24min do 1º tempo
CHAPECOENSE: Reinaldo, aos 19min do 2º tempo

VASCO: Martín Silva, Madson (Manga Escobar), Breno, Anderson Martins e Ramon; Jean (Evander), Wellington, Yago Pikachu, Nenê e Mateus Vital; Andrés Rios (Thalles)
Técnico: Zé Ricardo

CHAPECOENSE: Jandrei, Apodi, Douglas Grolli, Fabricio e Reinaldo; Moises, Elicarlos (Dodô), Mineiro e Alan Ruschel (Penilla); Arthur e Wellington Paulista (Túlio de Melo)
Técnico: Emerson Cris

Deixe seu comentário