Gazeta Esportiva

São Paulo empata com o Atlético-MG e perde chance de entrar no G6

São Paulo, SP

01/11/22 | 23:32 - 01/11/22 | 23:41

O São Paulo empatou em 2 a 2 com o Atlético-MG na fria noite desta terça-feira, no Morumbi, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida marcou um confronto direto pelas últimas vagas para a Libertadores, e prevaleceu o equilíbrio entre as duas equipes. Calleri marcou os dois gols do Tricolor. Vargas balançou as redes também duas vezes para o Galo.

Com o resultado o São Paulo se manteve na oitava colocação, agora com 51 pontos, desperdiçando a oportunidade de entrar no G6, ainda que provisoriamente. Já o Atlético-MG foi a 52 tentos, desbancando o Athletico-PR do sexto lugar – o Furacão entra em campo nesta quarta-feira, contra o Goiás, e, dependendo do resultado, pode retomar o posto.

O São Paulo volta a entrar em campo no próximo sábado, às 16h30 (de Brasília), no Maracanã, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. Será o segundo dos três duelos contra times que figuram nas primeiras colocações da tabela. O outro é o Internacional, na terça-feira seguinte, no Morumbi.

O Atlético-MG, por sua vez, terá outro confronto direto pelas últimas vagas para a Libertadores. Na próxima segunda-feira o Galo recebe o Botafogo, às 20h (de Brasília), no Mineirão.

O jogo

O São Paulo foi superior no primeiro tempo e quase abriu o placar logo aos oito minutos, quando Patrick cruzou na medida para Luciano completar de cabeça, tirando tinta da trave. Mais tarde, aos 15, foi a vez de Ferraresi dar um lindo lançamento para Nestor, que saiu cara a cara com Everson e viu o goleiro rival fazer a defesa com o pé para salvar o Atlético-MG.

Sem conseguir converter as chances criadas, o São Paulo acabou castigado aos 23 minutos. Keno passou como quis por Rafinha e cruzou rasteiro para o meio da área, encontrando Zaracho, que chegou batendo de primeira. A bola explodiu no braço de Pablo Maia, e o juiz prontamente marcou pênalti. Vargas foi para a cobrança e não desperdiçou, abrindo o placar para o Galo.

O Atlético-MG cresceu após o gol, mas o São Paulo contornou a pressão rival para retomar o controle do jogo. Daí em diante, o time comandado por Rogério Ceni buscou o gol incessantemente e foi premiado aos 40 minutos. Reinaldo cobrou escanteio e, após bate-rebate dentro da área, a bola sobrou para Calleri, que bateu sem deixar ela cair no chão, marcando um golaço para deixar tudo igual no Morumbi.

Antes do intervalo, o Tricolor ainda teve tempo de virar o jogo. Já nos acréscimos, aos 49 minutos, Léo conduziu a bola e soltou a bomba de fora da área. A bola desviou na defesa e sobrou para Calleri, que completou de primeira. Everson fez a defesa, mas, no rebote, o argentino apenas rolou para o fundo das redes para virar o jogo para o São Paulo.

Segundo tempo

No segundo tempo ambas as equipes criaram menos chances. Sem espaços a serem explorados, São Paulo e Atlético-MG travaram um duelo entre as intermediárias, fazendo um jogo de muito mais contato do que jogadas construídas. Assim, coube aos jogadores em campo apelarem para as bolas aéreas.

Aos sete minutos, Reinaldo cobrou escanteio pela direita, e Calleri cabeceou, mas mandou para fora. O Atlético-MG, por sua vez, levou perigo aos 20 minutos, quando Mariano levantou na área, e Zaracho também completou de cabeça, próximo à meta de Felipe Alves.

Daí em diante o Atlético-MG manteve a posse de bola em busca do empate. Keno era a principal válvula de escape os visitantes, abusando dos dribles para tentar quebrar as linhas defensivas e encontrar espaço para chegar até o gol do São Paulo, mas foi do lado o oposto onde o Galo conseguiu chegar ao empate. Mariano fez o cruzamento à meia altura, e Vargas se antecipou para completar de primeira, deixando tudo igual no Morumbi. Assim, coube às duas equipes se conformarem com a igualdade no placar.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 2 X 2 ATLÉTICO-MG

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo
Data: 1 de novembro de 2022, terça-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Braulio da Silva Machado (FIFA-SC)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (FIFA-GO) e Alex dos Santos (SC)
VAR: Wagner Reway (PB)

Público: 23.835 torcedores.
Renda: R$ 1.066.087,00

Gols: Vargas, aos 25 do 1ºT e aos 37 do 2ºT (Atlético-MG); Calleri, aos 40 e aos 49 do 1ºT (São Paulo)
Cartões amarelos: Pablo Maia, Welington, Nestor (São Paulo); Guga, Jair, Jemerson, Pavón, Everson (Atlético-MG)
Cartão vermelho: Cuquinha (Atlético-MG)

SÃO PAULO: Felipe Alves; Rafinha (Bustos), Ferraresi e Léo; Reinaldo (Luizão), Pablo Maia, Nestor (Igor Gomes), Patrick (Luan) e Welington; Luciano (Marcos Guilherme) e Calleri.
Técnico: Rogério Ceni.

ATLÉTICO-MG: Everson; Guga (Mariano), Jemerson, Júnior Alonso (Réver) e Dodô (Rubens); Allan, Jair (Sasha) e Zaracho; Ademir (Pavón), Vargas e Keno.
Técnico: Cuca.

Deixe seu comentário