Brasileiro Série A

Vila Belmiro | 9/9/2020 - 21:30

Santos vence o Atlético-MG com um a mais no reencontro com Sampaoli

Lucas Musetti Perazolli - Santos , SP
09/09/2020 23:34:26

Em: Atlético-MG, Brasileiro Série A, Futebol, Gazeta Press, Notícias, Santos

O Santos venceu o Atlético-MG por 3 a 1 na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. A partida marcou o reencontro do Peixe com Jorge Sampaoli.

Os gols do Alvinegro foram marcados por Arthur Gomes e Marinho (2). O Galo fez o dele com Franco. A expulsão do goleiro Rafael, aos 15 minutos do primeiro tempo, facilitou as coisas para o Santos, que teve 11 desfalques e Jobson improvisado como zagueiro.

Com a segunda vitória consecutiva, o Santos pula para a sexta colocação, com 14 pontos, um a menos que o Atlético-MG, o quarto na tabela.

O Peixe voltará a campo para o clássico contra o São Paulo, sábado, novamente na Vila Belmiro. O Atlético-MG receberá o Red Bull Bragantino no domingo, no Mineirão.

O JOGO

O primeiro tempo foi muito movimentado na Vila Belmiro. E o Atlético-MG dominou as primeiras ações e teve diversas chances para abrir o placar.

Aos 3, João Paulo salvou em finalização de Eduardo Sasha. No rebote, Felipe Jonatan evitou o gol de Savarino. No minuto 5, Marrony teve duas chances de chutar e foi travado.

Quando o placar marcava sete jogados, o Santos respondeu. Soteldo fez jogada individual e cruzou para Marinho. O atacante chutou travado e a bola passou perto da trave.

Aos 12, a melhor oportunidade do Galo. Savarino e Eduardo Sasha, quase na pequena área, chutaram para grandes defesas de João Paulo.

No minuto 15, tudo mudou. Mariano recuou mal, Rafael saiu desesperado do gol e foi expulso por falta dura em Marinho. Sem o goleiro, Jorge Sampaoli precisou tirar Marrony e recompor a defesa com Victor.

Sem ritmo de jogo, o goleiro reserva falhou. Arthur Gomes rabiscou e chutou fraco no meio. O experiente atleticano aceitou por baixo das pernas. 1 a 0 para o Peixe aos 21.

No minuto 25, Eduardo Sasha apareceu de novo. Ele aproveitou erro de Jobson e finalizou, mas o próprio volante (improvisado como zagueiro) consertou na linha.

Aos 28, nova polêmica com a arbitragem. Arthur Gomes tenta driblar Júnior Alonso, que intercepta com o braço. O juiz teve o auxílio do VAR e mandou seguir.

Com 34 jogados, o Atlético empatou. Jobson errou passe infantil, Sasha armou o contra-ataque e serviu Franco. A bola desviou em Alex e matou João Paulo. 1 a 1.

Mesmo com um a mais, o Santos não conseguiu controlar a partida, mas foi efetivo. A resposta veio rápido, aos 38, quando Sánchez lançou Madson. O lateral-direito cruzou para Marinho aparecer como um centroavante e desempatar. 2 a 1.

Ainda deu tempo para Madson ter gol bem anulado por impedimento e Eduardo Sasha ficar perto de novo empate em finalização cruzada nos acréscimos.

SEGUNDO TEMPO

A etapa final começou com muito menos intensidade (e chances claras de gol). O Santos melhorou a marcação e ofereceu menos espaços ao Atlético-MG.

A emoção só voltou ao jogo no minuto 26. Marinho recebeu sozinho, avançou e fez o gol. A arbitragem marcou o impedimento e confirmou a decisão depois de demora no VAR.

Uma discussão na área técnica fez Arzul, preparador de goleiros do Santos, e Pablo Fernández, preparador físico do Atlético-MG, serem expulsos. Jorge Sampaoli levou o cartão amarelo e está suspenso para a partida contra o Red Bull Bragantino.

Nos minutos finais, o Santos conseguiu administrar a partida e confirmou a vitória com gol de pênalti de Marinho, nos acréscimos após auxílio do VAR. O Peixe terminou o jogo com cinco da base: João Paulo, Derick, Wagner Leonardo, Ivonei e Arthur Gomes.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 3 X 1 ATLÉTICO-MG

Data: 9 de setembro de 2020 (quarta-feira)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)
Cartões amarelos: SANTOS: Felipe Jonatan. ATLÉTICO-MG: Allan e Keno
Cartão vermelho: ATLÉTICO-MG: Rafael

GOLS:
Santos: Arthur Gomes e Marinho, aos 21 e 38 minutos do 1T; Marinho, aos 52 minutos do 2T;
Atlético-MG: Franco, aos 34 minutos do 1T.

SANTOS: João Paulo, Madson (Derick), Jobson, Alex Nascimento (Wagner Leonardo) e Felipe Jonatan; Diego Pituca, Carlos Sánchez (Ivonei) e Arthur Gomes; Marinho, Soteldo e Lucas Braga
Técnico: Cuca

ATLÉTICO-MG: Rafael, Mariano, Igor Rabello, Júnior Alonso e Arana; Jair (Marquinhos), Allan (Hyoran), Franco e Eduardo Sasha; Savarino (Keno) e Marrony (Victor)
Técnico: Jorge Sampaoli

Ads – Rodapé Posts




Posse de bola

68%
32%
Corinthians
Santos
999
Corinthians

Passe

999
Santos
999
Corinthians

Finalização

999
Santos
999
Corinthians

Cruzamento

999
Santos
999
Corinthians

Desarme

999
Santos

Faltas

24
COR
×
15
SAN

Impedimentos

24
COR
×
15
SAN

Cartões amarelos

24
COR
×
15
SAN

Cartões vermelhos

24
COR
×
15
SAN

Estatísticas de jogadores

Corinthians

LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner

Santos

LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
Estatísticas de jogadores