Presidente do Palmeiras reclama de erros da arbitragem no clássico

São Paulo, SP

05-11-2017 20:29:04

Maurício Galiotte, presidente do Palmeiras, ficou na bronca com a arbitragem da partida entre Palmeiras e Corinthians, realizada neste domingo, em Itaquera, que terminou com a vitória do Alvinegro pelo placar de 3 a 2. Segundo o mandatário, a arbitragem cometeu dois erros cruciais.

"Não quero responsabilizar a arbitragem pela nossa derrota. O Corinthians fez um bom primeiro tempo e mereceu a vitória. O fato é que tivemos dois erros de não cumprimento de regra. Isso compromete o espetáculo", afirmou Galiotte nos corredores da Arena de Itaquera.

Galiotte reclamou do primeiro gol corintiano, marcado por Romero, em posição irregular. Além disso, o presidente palmeirense pediu a expulsão do volante Gabriel, que retornou ao gramado corintiano sem autorização do árbitro Anderson Daronco após realizar tratamento médico fora do campo de jogo. Para Galiotte, Gabriel deveria ter levado cartão amarelo, o que resultaria na expulsão do mesmo, que já possuía um amarelo.

"O Gabriel voltou para campo e não pode existir aquilo. É um despreparo muito grande. Se o árbitro não sabe que o jogador está em campo é cartão amarelo. Essa é a regra. Não estou aqui falando que o Palmeiras perdeu por causa disso. O Corinthians foi melhor no primeiro tempo, conseguiu os gols, nós fomos melhores no segundo tempo e eles ganharam o jogo. Porém, o não cumprimento de regra fez com que o Corinthians fizesse o primeiro gol, e aí mudou o jogo", acrescentou Galiotte.

Quando questionado se iria realizar uma queixa formal para a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o presidente palmeirense afirmou que irá enviar uma reclamação com queixas contra Daronco.

"Temos que trabalhar para evoluir, para melhorar. Vamos fazer um relatório, mandar um vídeo para a CBF, como fizemos contra o Cruzeiro no gol do Borja, em uma jogada absolutamente normal, que existem várias durante a partida. Temos que treinar melhor os árbitros, os bandeiras, o futebol tem que evoluir", finalizou o mandatário.

Com o resultado em Itaquera, o Palmeiras viu o Corinthians se distanciar na liderança do Campeonato Brasileiro. Agora, o Verdão possui 54 pontos e ocupa a quarta colocação. Já o Timão tem 62 pontos, seis a mais que o vice-líder Santos.

Deixe seu comentário